Estive conversando com várias amigas blogueiras e muitas delas se desmotivaram com o blog, seja por falta de tempo, falta de inspiração, por não achar que o blog faça mais parte dela naquele momento entre vários outros motivos. Eu mesma sinto essa vontade de deixar de lado e me dedicar em outro ponto que quero muito para minha vida, mas lembro de todas as conquistas que tive ao longo destes anos, amizades que fiz e tantos outros benefícios que me fazem pensar bem antes de abandonar o meu refúgio particular.

bf78854490abe7f6fdfcbbe7cc69b160

Foi por essas situações citadas anteriormente, que este post surgiu. Justamente pra você que está pensando em desistir do blog ver que há motivos significantes que podem fazer com que abandone esta ideia louca! E sim insistir em continuar na estrada, talvez de um jeito diferente! Listei 4 motivos pra você pensar com carinho, vem comigo!

1) Mude a identidade visual do seu blog

Dinheiro tá difícil pra todo mundo, isso é fato, mas vale juntar uma graninha e mudar o layout do seu blog. Procure um designer bacana ou compre algum layout em sites de layouts para blogs/sites mesmo e vá modificando de sua maneira. Por incrível, que pareça dá um gás a mais quando mudamos a identidade visual do blog. Deixar ele de cara nova vai te fazer pensar em novas ideias, acredite!

2) Mude o conteúdo 

Já pensou em mudar alguns conteúdos que você publica no seu blog? Ou trazê-los de forma mais eficaz e útil pra vida das pessoas? É assim que tem que ser quando se trata de blogs interessantes, aliás tem muita gente que usa o blog para aprender. Aproveite para descartar posts que não são tão lidos e acrescente informações sobre os assuntos que as pessoas mais leem no seu blog (estude o que o leitor anda pesquisando no seu blog!). Se as leitoras gostam mais de moda fale sobre como vestir, usar, compras, looks de celebridades, looks reais para sua vida e por aí vai.

3) Convide uma amiga para colaborar com você

Ajuda muito se você não está tendo as melhores inspirações do universo. Convide uma amiga, um amigo, um grupo de amigos e façam o blog em conjunto. Trocar ideias com outras pessoas vai te ajudar a ter mais inspirações e posts não faltarão em nenhum dia da semana. Quando iniciei o blog, convidei várias amigas para me ajudar em posts colaborativos e isso foi interessante, porque traz uma nova visão para você e sua leitora de alguma roupa, maquiagem, sapato, decoração. Convida as amigas blogueiras e façam uma troca de conteúdo, você escreve no blog dela e vice-versa! 😉

4) Crie um grupo de apoio

Os anos de blogs se passaram e muitas blogueiras viraram amigas para vida. O que eu fiz disto? Criei um grupo, seja no Facebook ou Whatsapp para conversarmos sobre tudo relacionado ao blog. O bom disso tudo é que uma ajuda a outra, seja em uma ideia de post, informações sobre publicidade, contatos, eventos, gravações de vídeos, aplicativos e programas de edição de imagem entre outras ferramentas que blogueiros precisam usar. Faça o mesmo, caso tenha um grande número de amigas blogueiras e compartilhem informações, afinal tá todo mundo no mesmo barco, hahaha!

Espero que alguns destes 4 motivos faça você pensar melhor sobre o seu blog! Mudanças são precisas quando tudo está cansativo, salve o seu blog! 😀

Você tem alguma outra dica pra compartilhar aí?

Quem é leitora do blog, pode ver de pertinho todo o meu processo de emagrecimento, compartilhei vários posts aqui no blog contando sobre toda mudança no meu corpo. A ideia deste post, foi depois de acompanhar o emagrecimento de uma amiga da blogosfera neste post aqui você pode conhecê-la. Resolvi contar 10 fatos que não contei sobre o meu emagrecimento, vem ver!

large (8)

1) No início da reeducação alimentar, suspendi tudo o que gostava: sanduíches, milkshake, pães e suas variações, frituras e doces. Eu tirei da minha vida, porque gostaria de uma mudança significativa no meu corpo os resultados apareceram gradativamente.

2) Passei a tomar o dobro de água por dia. Comprei aqueles copos coloridos que a gente encontra nas lojas Uatt e Imaginarium, justamente para ficarem do meu lado e assim me dá mais vontade de tomar água. Acabou a água do copo? Eu reponho na hora. Ficar enrolando só atrapalha seu metabolismo, lembre disso! 😉

3) Carregar marmita faz parte da minha vida, sim! Quando vejo que vou para algum lugar que eu sei que não consigo me controlar em comer levo tudo comigo. Carrego minhas marmitas com lanches e comidas saudáveis.

4) No início da mudança na alimentação evitei de sair para lugares de comer. Recusei vários convites porque sabia que iria cair em tentação. Como estava focada, foi tranquilo seguir no meu objetivo. Atualmente, me libero para comer o que quiser, mas com equilíbrio.

5) Fiz uso de chás como o chá verde e hibisco (comprava o pacote com as folhas em lojas de produtos naturais). Eles não são milagrosos, mas aliado a uma alimentação saudável, ajudam a desinchar e fazer o intestino funcionar direitinho.

6) Cardápio diferente todos os dias pra quem está mudando a alimentação é fundamental. Variar na forma como você faz um suco, um lanche do dia, seu almoço, a ceia entre outros. Inclusive, se arriscar na cozinha praticando receitinhas caseiras é válido, viu?

7) Não pular as refeições é outro ponto que você não pode esquecer. Porque atrapalha seu metabolismo e organismo que está acostumando as mudanças. Caso, esteja com problemas de lembrar os horários que comeu, vale fazer bom uso de um despertador.

8) Fiz muito aeróbico na musculação. Variava entre bicicleta, esteira (caminhada, ladeira ou corrida), e elíptico. Eles foram importantes pra perder gordura e ganhar resistência.

9) Não fiz uso de shakes milagrosos, remédios e muito menos cirurgias plásticas. Porque queria emagrecer de forma saudável e correta!

10) Li muito sobre os alimentos, mudanças de hábitos na alimentação de pessoas, práticas de exercício e como nosso corpo vai mudando ao longo do emagrecimento. Isto foi essencial, pois me ajudou a ter uma visão diferente das coisas e não colocar dificuldades nas etapas seguintes.

E aí, qual fato mais te surpreende?

Desacelera seu tempo, vai!

Vocês tem notado que o blog está cada vez mais pessoal? Era uma ideia antiga que eu gostaria de trazer por aqui e acho que funciona muito bem atualmente. O post de hoje é um alerta de amiga, durante este mês tive um estresse bem incomodo no pescoço e achei necessário compartilhar aqui, justamente para terem um cuidado maior com a vida e a saúde de vocês.

03ee67a0e2c58abc69efe0cccfad3f6f

Minhas atividades é trabalhar com o blog e estudar para concurso, algo que a gente se cobra demais e ás vezes esquece de relaxar por conta do tempo. O tempo é precioso e um dia que você não estuda, perde um tempo precioso. Eu estava me cobrando excessivamente, para entender alguns conteúdos e pensava sobre o futuro, aqueles pensamentos que a gente não deve pensar agora. O estresse foi acumulando e um dia acordei com uma dor intensa na lateral direita do pescoço e atrás da cabeça, ao movimentar doía bastante. Fui parar no hospital por conta disso, porque achei que fosse algo mais grave. O médico disse que era tensão muscular e estresse.

Eu sou uma pessoa calma, mas também tenho ansiedade e isso acabou levando ao estresse. O que eu fiz? Tentei relaxar, fazer atividades que eu gosto como sair, ouvir música, ler um livro, textos reflexivos e inclusive trocar ideia com pessoas que já passaram por esse nível de estresse. Tomei medicação, fiz compressas quentes e gelol para aliviar a dor também. Hoje estou melhor e com menos dores.

Quis compartilhar com vocês este problema, porque qualquer uma de nós pode passar por isso. Penso que a gente como ser humano se cobra o tempo todo, de não ter tempo para si e muito menos para os outros. Falta respeito, paciência e compaixão para ambos os lados. O que acaba nos afetando em algum momento de nossa vida. Durante esse tempo falei para mim mesma, está na hora de desacelerar, refletir e ver o que é prioridade para agora e não exigir tanto de si. Como um amigo disse é preciso equilíbrio porque se não você não consegue dar conta de tudo. Conselhos assim fazem a gente se sentir melhor e ter a certeza de que lá na frente ás coisas aparecem na hora certa. 🙂

E aí, vocês estão tendo equilíbrio na vida? Aceito dicas 😉

Taking Stock #3

Olha o mês chegando ao fim e eu quase esquecendo de postar o 3º Taking Stock do ano. O mês foi corrido e não rolou tantas novidades, mas a gente sempre tira uma lição positiva da vida né? Confere aí:

Ouvindo: Ariana Grande, Nick Jonas, Tom Odell e Broods. Tô viciada nessa do Nick


Lendo: Na verdade relendo um livro que eu amei da Martha Medeiros – Coisas da Vida. Um livro de crônicas pra mudar minha visão sobre certas coisas…

Pinning: Receitas de todos os tipos de pratos, sejam os mais saudáveis como as gordices também, aqui ó.

Assistindo: Tentando gostar de Luther série que desvenda assassinatos do Netflix, não estou conseguindo me apegar a novas séries. O que houve comigo?

maxresdefault

Agradecendo: Por acreditar mais em mim, ter a minha família por perto e os meus amigos queridos.

Necessitando: Aprender um novo idioma, fazer um curso de fotografia, aprender um novo esporte, estudar coisas novas num modo geral!

Planejando: Sem planos…Estou vivendo!

Desejando: Tantas coisas ao mesmo tempo como viajar, aprender coisas novas, conhecer pessoas, ir para praia, rever amigos e por aí vai.

6e7f7f9287ea7dbe1234be25b6426d0d

Vestindo: Calça, blusa de frio e meias

Sentindo: Uma mistura de sentimentos saudades, ansiedade, felicidade…

Amando: A forma que eu estou levando a vida, cuidando do corpo e da alma!

E por aí como vão as coisas?

Algumas semanas atrás compartilhei aqui no blog a história do meu emagrecimento. Foi a partir dele que surgiram várias ideias e sugestões de posts e estou seguindo como prometido. Falei aqui sobre 8 motivos que me levaram ao emagrecimento e contei também sobre alimentação x exercícios. Hoje me pediram receitas práticas que fiz durante o emagrecimento. Eu faço no total de 6 refeições por dia (café da manhã, pré treino, almoço, lanche, jantar e ceia).

large (5)

Quando iniciei o processo de reeducação alimentar, o meu café da manhã era tomar um copo de suco verde. No meu plano de alimentação tinha algumas receitas, mas com o tempo enjoei e fui alternando as frutas, folhas pra dar um gosto melhor. Meu sabor favorito era este abaixo e o suco verde era composto por:

sucoverde

Suco Verde

– 2 folhas de couve

– 2 fatias de abacaxi

– 1 copo de água (natural ou gelada)

– 1 maçã cortada em cubos

– 1 pedaço de gengibre (cerca de 2cm)

Na internet tem várias receitas de suco verde e vermelho, que eu tomei também. O segredo é variar nas frutas e folhas e dar liberdade para experimentar outros sabores. Atualmente o café da manhã é mais consistente e há variadas opções, posso tomar um café com leite e escolher entre tapioca, crepioca, ovos mexidos, pão entre outros.

No meu pré treino eu escolhia uma fruta de minha preferência mamão, banana ou abacaxi e comia com 1 colher cheia de aveia ou chia, alternava entre essas duas porque com o tempo eu enjoei de ambas também. E comia 2/3 castanhas. Não passava fome em nenhum momento. Atualmente, sigo com a fruta, grãos e uma fatia de queijo minas. Mas, gosto bastante de batidas de frutas no liquidificador, minha preferida é o brigadeiro fitness, além de matar a vontade de doce, claro!

brigadeiro fitness

Brigadeiro Fitness

– 1 fatia de abacate

– 2 colheres de cacau em pó

– 1 colher de mel

ps: você pode trocar o abacate pela banana (congelada) ou biomassa de banana.

Meu almoço é composto por arroz, feijão, salada, verdura e carne. Alterno em frango, patinho e porco para também não enjoar, infelizmente não como nada de peixe e derivados. Meu almoço não alterou e continuo comendo da mesma maneira. Procuro deixar sempre bem colorido pra aumentar meu apetite!

large (4)

Meu lanche da tarde consistia em frutas ou sucos, eu amava bater no liquidificador morango, banana, chia e água, pode alternar com iogurte natural e deixar as frutas congeladas porque dá um gosto de sorvete, as castanhas de caju ou pará faziam parte da refeição também. Como gosto bem mais de doce, também fazia sorvete fake usando:

bananacongelada

Sorvete de banana fake

– 2 bananas congeladas em fatias

– 1 colher de pasta de amendoim

– Coco ralado

ps: aqui vale variar com outras frutas também, caso você não goste de amendoim ou coco. Eu colocava maracujá ou morango.

Hoje em dia, posso variar entre uma fatia de pão com queijo, torradas, suco integral. Tenho bastante opções! Hora do jantar não mudava tanto, geralmente repetia o que tinha no almoço, mas no começo eu não comia arroz durante a noite, trocava pela batata doce ou mandioca, porque possuem carboidratos mais baixos. Chegada a hora da ceia, eu tinha opções como frutas, iogurte, queijo ou mingau de aveia. Comi por muito tempo o mingau de aveia, leve nutritivo e viciante, veja como fazer aqui.

cremequibebe

Mingau de Aveia

– 3 colheres de aveia de flocos finos

– Água ou Leite (integral, zero lactose, desnatado entre outros)

– Canela ou cacau em pó

– 1 banana em rodelas

Como mencionei, meu plano de reeducação alimentar, foi mudando de acordo com os kilos perdidos. A dica que eu dou é: permita-se comer tudo, inclusive aquilo que você nunca experimentou. Ao longo da minha jornada, experimentei uma variedade de frutas que não gostava (kiwi era uma delas) e hoje amo. Legumes e folhas, nunca tive problema porque sempre gostei de comer.

Durante as minhas refeições fiz bolos integrais, cookies integrais e vitaminas para variar o cardápio e não cair em tentação. O meu maior aliado das receitas foi o blog da Mimis, recomendo bastante e algumas contas no instagram também. Querem dicas de perfis? Fica para um próximo post! 😉

E aí, tem alguma receita fit pra compartilhar?

Continuando a saga de posts sobre meu emagrecimento aqui e aqui. Hoje compartilho sobre alimentação x exercícios, algumas amigas me pediram pra falar como foi tudo durante este tempo. Eu procurei uma nutricionista, pois queria seguir uma dieta equilibrada, em nenhum momento pensei em seguir essas dietas malucas que existem por aí e depois engordar tudo em dobro. Eu queria um novo estilo de vida, alimentação e corpo saudável.

large (2)

Alimentação e Exercícios

A minha primeira dieta foi restrita e montada com determinadas calorias (não lembro ao certo quanto), cortei leite, pães, glúten, doces e frituras. O que eu comia? Frutas, grãos, sucos verde e vermelho, salada, legumes, arroz integral, ovos e carne. Fazia ao todo 7 refeições por dia. Dentro de 2 meses eliminei 8kg e isso só me deu forças para continuar. De 2 em 2 meses, fui adaptando minha dieta de forma que ficasse equilibrada com a musculação.

Dizem que o corpo demora 21 dias para se adaptar as novas mudanças e eu senti isso, durante o primeiro mês de reedução alimentar. Sentia meu corpo mais leve e minha pele ganhou um aspecto mais limpo e com menos acne. Na primeira semana de reeducação, senti muita fome sim, mas com o tempo fui acostumando. Antes de começar a reeducação eu tinha uma alimentação pesada, comia em muita quantidade, repetições e não tinha horário para fazer refeições.

Na academia comecei com exercícios intensos (musculação e aeróbico). Suei muito porque queria me desafiar e chegar no peso dos meus sonhos. No começo, malhava durante 3 vezes na semana. Depois intensifiquei para mais vezes por semana. As séries eram alteradas na medida que eu mudava minha alimentação, aos poucos fui criando resistência, disciplina e foco no meu objetivo!

Prioridades na alimentação:

large (3)

Atualmente meu plano de reeducação alimentar é voltado para ganho de massa. Como de tudo proteína, doces, leite, queijo e me libero para comer besteiras, claro nas quantidades exatas e sempre mantendo o equilíbrio. Faço 6 refeições diárias, não sinto fome e como em pequenas quantidades.

Como mencionei ali em cima, que eu queria mudar de estilo de vida, li muito sobre alimentação e como tudo age em nosso corpo. Hoje em dia, tenho prioridades na minha alimentação, por exemplo, tirei pão da minha vida, o único que eu como é o integral, mas prefiro optar por outros alimentos como panquecas, crepioca, tapioca ou omelete. Refrigerante era algo que eu já tinha eliminado na minha vida, parei com sucos de caixinha, bebo os naturais sem açúcar e muita água.

Dica pra vida:

large (1)

Meu conselho pra quem quer ter uma alimentação saudável. Deve apostar nas mudanças, se você quer um corpo bonito e saudável é preciso fazer sacrifícios, todo começo é trabalhoso, mas não impossível. Fiz muitos sacrifícios no começo, mas não tentei colocar dificuldades para não me desanimar. Se você quer emagrecer, faça isso por você! “Cuide do seu corpo, afinal você mora dentro dele”, sigo com essa frase para minha vida! 😉

E como falei nos posts anteriores, encontre sua atividade física. Você não nasce amando musculação, mas pode gostar de dançar, nadar, lutar, fazer pilates entre outros.

E aí, como anda sua alimentação?