Gente, o que está acontecendo com a plataforma Netflix? Novidades sempre tem por lá, mas o problema é que os últimos filmes lançados não foram nada agradáveis, inclusive vou mencioná-los abaixo pra ver se sou eu que estou exigente demais ou vocês concordam comigo. Tenho gostado bastante das séries e documentários, e ultimamente estou dando preferência à eles. 😀

1) Alias Grace

Recomendei algumas semanas atrás a série The Handmaid’s Tale (não tem no Netflix) mais a Alias Grace é série da mesma autora e eu acho que você precisa assistir! A história é de Grace Marks (Sarah Gadon) uma jovem irlandesa de classe média baixa, que decide tentar a vida no Canadá. Contratada para trabalhar como empregada doméstica na casa de Thomas Kinnear (Paul Gross), ela é condenada à prisão perpétua pelo assassinato brutal do seu patrão e da governanta da casa Nancy Montgomery (Anna Paquin). Passados 16 anos desde o encarceramento da imigrante, o Dr. Simon Jordan (Edward Holdcroft) se apaixona por Grace e tenta descobrir a verdade sobre o caso.

2) Ratter

Gosto dos trabalhos da Ashley Benson mais este filme é decepcionante. Atuação ruim e aquele enredo cansativo que vemos em filmes de perseguição, nesta história a perseguição é virtual. Emma (Ashley Benson) é uma universitária que vive sozinha em Nova Iorque. Ela é alvo de um perseguidor, um hacker (Dylan Chalfy) que invade todos os seus dispositivos tecnológicos em posse de Emma, transformando em janelas diretas para os momentos íntimos e pessoais dela. O Hacker fica tão obcecado pela vida de Emma que acaba indo atrás dela.

3) Os Meyerowitz: Família não se escolhe

O filme não é o melhor de todos, mas é um entretenimento divertido para passar o tempo. A história gira em torno de Harold Meyerowitz (Dustin Hoffman) que é o patriarca da família, casaco com Maureen (Emma Thompson) e pai de Matthew (Ben Stiller), Danny (Adam Sandler) e Jean (Elizabeth Marvel). Escultor aposentado e extremamente vaidoso, ele fica satisfeito ao saber que está sendo organizado uma exposição para celebrar seu trabalho artístico. Só que, em meio aos preparativos, Harold adoece e faz com que todos os filhos precisem se unir para ajudá-lo a se recuperar, o que acaba trazendo à tona várias situações do passado.

Já assistiram? Aceito recomendações, hahaha! 😉

Faz muito tempo que não falo sobre séries e filmes por aqui, infelizmente nada tem me empolgado a ponto de compartilhar com vocês 🙁 . Pra vocês terem uma ideia o documentário da Lady Gaga no Netflix foi o que eu mais gostei de assistir nos últimos meses, quem ainda não assistiu, eu recomendo. A cantora conta a história de sua carreira e os problemas por trás dos holofotes.

A dica de hoje é uma série The Handmaid’s Tale, já ouviram falar? Muitas pessoas amaram outras não conseguiram terminar, até porque é uma história impactante e forte, ganhou prêmios este ano. É uma série inteligente e ao mesmo tempo revoltante, baseada no livro da canadense Margaret Atwood, que recebe o nome de O Conto de Aia, o livro propõe construir esse diferente e repressivo futuro, que pode muito bem estar conectado com o presente.

The Handmaid’s Tale, narra a história de uma sociedade futurística dividida em castas, em que muitas mulheres não podem mais se tornar mães. Para que haja procriação dos mais ricos, existe a classe das Concubinas, serventes que devem entregar seus corpos para a proliferação dos comandantes, estabelecendo uma sociedade com uma clara divisão de direitos entre as classes, mas também entre o masculino e o feminino.

A série acaba focando na história de Offered (Elisabeth Moss), sendo uma concubina. O episódio piloto concentra-se em dar um panorama da vida passada da protagonista e do que ela deverá encontrar nesta nova sociedade reformada. A série explora temas que tocam a sociedade atual, como a representação das mulheres, o feminino a ascendência social e objetificação dos corpos e suas classes. É uma das melhores séries da atualidade que já assisti, recomendo bastante. 😉

Confira o trailer:

Já assistiram? Gostam de série neste estilo?

Praticamente um mês sem falar sobre filmes, séries e documentários aqui no blog ? o motivo maior é que o tempo anda curtinho pra mim, tenho estudado e muitas vezes o sono é maior e acabo dispensando os filmes ?.  Vi que entrou muitas novidades no Netflix, não consigo acompanhar tudo em tempo real mais se algo for muito interessante eu dou aqueles créditos e mato minha curiosidade. Como eu tava sem paciência para filmes dramáticos e românticos, fui para os de ação, eles conseguem me distrair hahaha.

1) Chop Shop 

Conta a história de um recém-saído da cadeia, Porter (John Bregar) que tenta refazer a vida, mas acaba junto com um antigo amigo, no lucrativo e perigoso negócio de roubo de carros esportivos em Los Angeles. Por aí você pode tirar muita ação, tiroteio e mortes, o filme não é violento e muito menos dramático, retrata somente a realidade dos roubos frequentes em LA (mesmo perigosa, ainda quero te conhecer hahaha).

2) Fome de Poder

Gosta do McDonald’s? ?? Teria interesse em saber mais sobre sua marca e história? As perguntas anteriores parece de uma pesquisa né? Hahaha mais é que um filme bem interessante e eu recomendo você dar uma chance (mesmo que você não coma, tá?). Mostra a história da ascensão do McDonald’s, após receber uma demanda sem precedentes e notar uma movimentação de consumidores fora do normal, o vendedor de Illinois Ray Kroc (Michael Keaton) adquire uma participação nos negócios da lanchonete dos irmãos Richard e Maurice “Mac” Mcdonald no sul da Califórnia e, sendo assim eliminando os dois da rede, transformando a marca em um império alimentício. Se você é fã de estratégia, marketing, gestão e comunicação é obrigatório assistir!!

3) O Franco-Atirador

Gosto bastante das atuações do Sean Penn e mais uma vez ele arrasa nas telonas. Pra quem é apaixonada pela Europa e morre de vontade de conhecer, o filme mostra alguns detalhes, mesmo que as cenas sejam bem rápidas hahaha. Martin Terrier (Sean Penn), depois de uma longa carreira como matador de aluguel pretende se aposentar e passar o resto da vida ao lado de sua amada. Mas ele acaba descobrindo que está sendo traído por pessoas de sua confiança, com isso Martin começa uma viagem por toda Europa para acertar as contas com cada homem que tentou trapaceá-lo. Uma das cenas mais legais é a fuga na Espanha dentro de uma arena com touro. ?

Quer assistir mais séries, filmes ou documentários? Fica ligada na categoria Filmes/Séries.

Já assistiram algum dos indicados?

Demorei pra fazer este post por motivos de tempo ? mais as indicações de hoje são muito boas. Aliás, duas delas são estreias quentinhas que acabaram de entrar no Netflix, ou seja, ótimo momento pra você conferir antes que esqueça e melhor aproveitar o friozinho que só pede ⛄?? cama + brigadeiro + Netflix, companhias essenciais pra esta época!

1) O Mínimo para Viver

Sou fã dos trabalhos da atriz Lily Collins e ela foi um dos motivos para ver um filme tocante e delicado. Ellen (Lily Collins) é uma jovem que está lidando com um problema que afeta muitos jovens no mundo: a anorexia. Sem perspectivas de se livrar da doença e ter uma vida feliz e saudável, a moça passa os dias sem esperança. Até que um dia, ela encontra Dr. William Beckham (Keanu Reeves) um médico não convencional que desafia a enfrentar sua condição e abraçar a vida, e o melhor tudo pode mudar!

2) Sete Minutos Depois da Meia-Noite

Pra quem ama histórias de fantasia estilo conto de fadas, vai gostar do filme! Assisti por indicação de um amigo e gostei muito. Conor (Lewis MacDougall) é um garoto de 13 anos de idade, com vários problemas na vida. Seu pai é ausente, a mãe sofre um câncer em fase terminal, a avó é uma megera, e ele é maltratado na escola pelos colegas. No entanto, todas as noites Conor tem o mesmo sonho, com uma gigantesca árvore que decide contar histórias para ele, em troca de escutar as histórias do garoto. As conversas com a árvore acabam tendo consequências negativas na vida real, elas ajudam Conor a escapar das dificuldades através do mundo da fantasia.

3) Okja

Ouvi tantos comentários positivos sobre o filme que acabei assistindo, recomendo demais assistir! Lucy Mirando (Tilda Swinton), a CEO de uma poderosa empresa, apresenta ao mundo que uma nova espécie animal foi descoberta no Chile. Apelidada de “super porco”, ela é cuidada em laboratório e tem 26 animais enviados para países parecidos, de forma que cada fazenda que o receba possa apresentá-lo à sua própria cultura local. A ideia é que os animais permaneçam espalhados ao redor do planeta por 10 anos, sendo que após este período participação de um concurso que escolherá o melhor super porco. Uma década depois, a jovem Mija (Seo-Hyun Ahn) convive desde a infância com Okja, o super porco fêmea criado pelo avô. O problema é que ela está prestes a perdê-la devido à proximidade do concurso, então Mija decide lutar para ficar ao lado dela.

Já assistiram? Aceito indicações 😉

Eu adoro filmes, séries e documentários mais ultimamente tem tanta coisa legal pra assistir e falta tempo pra acompanhar tudo. Tento ao máximo acompanhar novidades pra compartilhar aqui no blog, segue o baile, vou tentar me atualizar, prometo! As indicações de hoje se dividem em série que lançou recentemente e filmes, tá? 😀

1) Perfeita é a mãe

Tá afim de uma comédia pra rir bastante? É basicamente este filme, bem divertido por sinal! Acabei assistindo por causa da Mila Kunis, gosto muito de suas atuações. O filme gira em torno da vida de Amy Mitchell (Mila Kunis) com uma vida perfeita, bom casamento, filhos exemplares, ótimo emprego acontece que ela acaba ficando estressada de suas obrigações domésticas. Cansada da situação, ela se une a Kiki (Kristen Bell) e Carla (Kathryn Hahn) que passam pelos mesmos problemas e juntas iniciam uma busca pela libertação.

Gypsy Season 1

2) Gypsy – Série

O enredo me interessou e fiquei mais feliz pelo fato de ter Naomi Watts na série, adoro suas atuações. Me surpreendi com a fotografia e a belíssima trilha sonora também. A série é sobre Jean Halloways (Naomi Watts), uma terapeuta de Manhattan com uma vida aparentemente neutra, casada e com uma filha ela acaba se envolvendo intimamente com seus pacientes. O problema maior é quando Jean começa a chocar suas fantasias pessoais com a realidade que ela sempre buscou.

3) Blitz

Se for pra assistir filme de ação, pegue os clássicos com o ator Jason Statham, o cara arrasa nas telinhas! Neste longa, não é diferente e ele vive a vida de um sargento chamado Brant. Em julgamento por ter agredido um psicólogo policial, ele precisa lidar com o abandono do esquadrão em que trabalha. Além disto a esposa do inspetor-chefe morreu em um acidente de carro e o policial Falls (Zawe Ashton) fica no seu pé o tempo todo na tentativa de conseguir uma vaga na equipe. Em meio a este turbilhão, Brant precisa lidar com Blitz, um serial Killer que tem como alvo policiais que fazem batidas pela cidade.

Já assistiram? Aceito indicações 😉

Demorei mais voltei, afinal não tinha encontrado filmes legais lá no Netflix. Até assisti alguns, mas sinceramente não rolava de compartilhar porque foram bem ruins mesmo, por exemplo (A onda), não recomendo. Pra esta semana, aproveitei os últimos lançamentos de várias categorias de filmes e documentários também ??. Aliás, tem muitos documentários bacanas por lá, vale a pena assistir.

1) Fica Comigo

Entrou semana passada no Netflix e pra quem gosta de suspense, vai curtir o filme! Conta a história de um casal, Alison (Halston Sage) e Tyler (Taylor John Smith), que estão juntos há um tempo. Em uma festa, a aparição de um ex-namorado de Ali causa uma briga entre os dois, e eles acabam rompendo o relacionamento. Decepcionado com o que acabara de acontecer, Tyler parte com Holly (Bella Thorne) para tentar salvar aquela noite. No dia seguinte, Tyler decide reatar com Alison, mas Holly não aceita ter sido apenas uma diversão de uma noite. A partir daí, Holly fica obcecada por Tyler e passa a persegui-lo e ameaçar contar para Alison o que aconteceram entre eles.

2) Minimalismo (Minimalism – Documentário)

Quem gosta de mudanças nos hábitos, convivência e no estilo de vida vai gostar deste documentário. Na verdade, ele deveria ser assistido por todo mundo. Sabemos que a publicidade é importante e está presente no nosso dia-a-dia e estamos constantemente sendo bombardeados por ofertas para comprar o que há de melhor e mais barato. A publicidade é feita para acreditarmos que precisamos comprar qualquer novidade para nos tornamos mais descolados. O documentário traz uma perspectiva única e um novo caminho para aqueles que estão inclinados a fazer mudanças em seus hábitos de comprar e possuir. ??

3) Jackie 

Entrou tem pouco tem no Netflix o filme Jackie e é um filmão dos bons pra quem curte história, política e drama. O longa conta a história de Jacqueline Kennedy interpretada pela belíssima atuação de (Natalie Portman), que acaba fincando viúva inesperadamente, nele ela mostra o trauma nos quatro dias posteriores ao assassinato de seu marido, o então presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy. Para honrar o legado do seu marido, a primeira dama concede uma entrevista a um repórter apenas uma semana após o assassinato do presidente.

Já assistiram algum?