No finalzinho do ano passado fui ao cinema conferir a estreia do filme Minha mãe é uma peça 2, acabei não assistindo o primeiro filme não lembro por qual motivo. Mas, ele é intuitivo e você consegue se conectar facilmente com os personagens da história. Fazia tempo que eu não assistia um filme nacional tão divertido e bacana como este. 😂😂

No canal Multishow eu já tinha visto alguns episódios do Paulo Gustavo interpretando Dona Hermínia, e conferindo o filme por completo não tem como se apaixonar ainda mais pela personagem tão marcante por sinal. Para quem não sabe o Paulo Gustava decidiu fazer da sua mãe seu principal personagem de comédia. Na história do filme Dona Hermínia (Paulo Gustavo) está de volta, desta vez rica, pois agora passou apresentar um programa bem-sucedido na TV.

Porém, a personagem super protetora vai ter que lidar com a casa vazia porque seus filhos decidiram seguir suas vidas. Juliano (Rodrigo Pandolfo) e Marcelina (Mariana Xavier) resolvem sair de casa, ele para trabalhar ela para estudar teatro. Para completar, Garib (Bruno Bebianno), o primogênito, chega com o neto. Várias situações engraçadas acontecem e ainda por cima ela recebe uma longa visita da irmã Lucia Helena (Patricya Travassos), a ovelha negra da família, que mora há anos em Nova York.

Achei a história pra lá de inteligente, com um enredo gostoso de ser entendido e assistido, com certeza vai te arrancar boas gargalhas. Paulo Gustavo está com uma caracterização tão impecável que por vezes não parece homem hahaha. No final dos créditos a mãe dele aparece cantando, uma fofura em pessoa!. Um excelente filme pra você ir com a família toda! 😍

Confira o trailer:

Já assistiram?

Faltando poucos dias para o Natal e a gente só pensa em que? Comida. E com ele também vem o descanso e ficar horas jogada no sofá atualizando séries e filmes que você não pode assistir ao longo do ano por conta da sua vida corrida. Vi que em dezembro o Netflix trouxe várias estreias bem legais e hoje compartilho com você o que eu assisti. 🙂

1) A Vida Secreta de Zoe

avidasecretadezoe

Sabe aquela mania feia de julgar o livro pela capa? Faço isso com filmes, mas dei uma chance para A Vida Secreta de Zoe e não é que eu gostei? O longa conta a história de Zoe Reynard (Sharon Leal) uma profissional respeitada, e está casada com o homem que ama desde a infância com quem tem 3 filhos. Com o tempo ela não consegue esconder sua compulsão por sexo. Zoe sai com um artista, com quem passa várias noites, e também com um homem violento, que ameaça machucá-la. Antes que tudo passe dos limites, ela decide procurar uma terapeuta, para quem conta todas as suas histórias. Enquanto isso, Zoe multiplica os encontros e os novos parceiros sexuais, ela tenta esconder a vida dupla da família e dos amigos.

2) A Escolha

177A1744.CR2

177A1744.CR2

Fiz resenha dele aqui no blog e recomendo novamente porque tá no Netflix. Para quem ama romances, clichês e todas as histórias de Nicholas Sparks vai curtir a história. O filme mostra a vida de Travis Parker (Benjamin Walker) que possui um bom emprego, amigos leais e uma casa em uma pequena cidade costeira. Ele busca viver tranquilamente e acredita que um relacionamento sério limitaria o seu estilo de vida. Isso até que Gabby Holland (Terese Palmer) se muda para a casa ao lado. Alguns motivos em comum acabam fazendo com que eles fiquem juntos e vivendo uma relação inesperada.

3) O Maior Amor do Mundo

omaioramordomundo

Escolhi o filme justamente por ter várias atrizes de peso. A história é bacana e debate assuntos tão importantes vividos em família como divórcio, perdas, inseguranças, abandono e preconceitos. O filme é uma comédia romântica e retrata várias histórias associadas à maternidade que acabam se cruzando. Sandy (Jennifer Aniston) é uma mãe solteira com 2 filhos, Bradley (Jason Sudeikis) é um pai solteiro com uma filha adolescente, Jesse (Kate Hudson) vive uma história complicada com sua mãe, Kristin (Britt Robertson) nunca conheceu sua mãe biológica e Miranda (Julia Roberts) é uma escritora de sucesso que abre mão de ter filhos para se dedicar à carreira.

Já assistiram algum? 😀

Estavam com saudades de dicas de filmes para assistir? ☺☺ Eu também de compartilhar com vocês. Acabei não atualizando esta sessão por acabei não vendo nada de interessante. Aproveitei que o meu último final de semana foi mais para descansar e assisti alguns filmes bem divertidos no Netflix. Agora chega de conversa e vem comigo!

1) Eu queria ter a sua vida

euqueriaterasuavidafilme

Não sabia da existência desse filme e simplesmente amei! Ainda mais com dois atores que eu curto pra caramba. O filme conta a história de Dave (Jason Bateman) ele é casado com Jamie (Leslie Mann), com quem tem três filhos. Cuidar das crianças é uma de suas tarefas rotineiras e que inclui também dedicação a uma empresa onde trabalha, o que pode levá-lo a ser um dos sócios. Do outro lado temos Mitch (Ryan Reynolds) é solteiro, aproveita o tempo livre para farrear e trabalha como ator. Os dois são amigos e após saírem juntos, começam a elogiar a vida do outro. Um dia, fazendo xixi em uma fonte de um parque, os dois dizem que gostaria de ter a vida do outro e isso acontece. Agora a mente de Dave está no corpo de Mitch e vice-versa. Confusão, diversão e muitas risadas é o que você vai ver hahaha, sério! 😂😂😂

2) Casa comigo?

casa-comigo-filme

Pra quem curte filmes bem água com açúcar, vai curtir esse. Não foi o meu favorito e Amy Adams, já fez filmes melhores, viu? O longa conta a história de Anna (Amy Adams) ela viaja para Dublin, Irlanda para pedir o namorado Jeremy (Adam Scott) em casamento. Segundo a tradição local, o homem não pode recusar um pedido feito no dia 29 de fevereiro. Apesar disso, vários contratempos acontecem na viagem, e Ana acaba pegando carona com o charmoso e grosseirão Declan (Matthew Goode), dono de uma hospedaria. Rumos inesperados acabam mudando totalmente a história.

3) Invasão a Londres

invasao-a-londres-filme

Gosta de tiro, porrada e bomba? É basicamente isso, a premissa desse filme, muita ação por sinal. Com a morte misteriosa do primeiro ministro britânico, a presença dos líderes mundiais no seu funeral é indispensável, tornando o evento uma guerra para destruir grandes monumentos e assassinar os governantes mundiais. Sorte que Mike Banning (Gerard Butler), e o presidente dos EUA Benjamin Asher (Aaron Eckhart) consegue escapar. Um dos terroristas mais procurados pelo mundo é o responsável pelo ataque, e ele não se dá por vencido e continua atirando para todos os lados, mas tudo pode mudar.

Já assistiram? Aceito recomendações!! 😝

Meu último final de semana foi chuvoso e eu só pensei em uma coisa, cama e Netflix  ❤ , companhias essenciais com esse clima nublado. Aproveitei para dar uma olhada no catálogo e ver quais filmes que eu ainda não assisti, alguns eu nunca tinha ouvido falar, acredita? Se você também nunca ouviu falar, salva a dica pra você assistir todos no próximo feriado. 🙋💃✨🎉

garotasinocentes

1) Garotas Inocentes

Sabe aquele filme bem água com açúcar? É ele. Conta a história de duas amigas Lilly (Dakota Fanning) e Gerry (Elizabeth Olsen) elas fazem um pacto de perderem a virgindade juntas durante o primeiro verão após saírem da escola. Até que se apaixonam por David (Boyd Holbrook), um artista de rua. A história tem momentos de altos e baixos e a amizade acaba ficando por um fio. Gostei do cenário do filme e a trilha sonora, bem condizente com todo enredo.

doiscaraslegais

2) Dois Caras Legais

Acabei selecionando o filme porque gosto dos atores principais, apesar de achar a história bem bagunçada o filme consegue ser uma boa distração, hahah. A história gira em torno de uma estrela pornô chamada Amelia (Margaret Qualley) que aparece morta em Los Angeles na década de 70 e daí surge dois investigadores que não tem nada em comum Jackson Healy (Russell Crowe), brutamente violento e ex-alcoólatra e Holland March (Ryan Gosling) medroso e atrapalhado que trabalha como detetive particular. Os dois trabalham juntos para encontrar pistas de todo ocorrido com Amelia.

jadotville

3) Jadotville

Pra quem gosta de filmes históricos de porrada, conflitos e bomba vai curtir bastante este filme. Acabei assistindo porque li bons comentários da atuação de Jamie Dornan, tá bem boa mesmo. A história é de 1961, no qual 150 militares irlandeses comandados por Patrick Quinlan (Jamie Dornan), acabam ficando encurralados por um grupo de 3.000 soloados congoleses, que estão chefiados por mercenários franceses e belgas que trabalham para corporações de mineração.

Já assistiu algum? Aceito indicações, tá? 😀

Sessão Pipoca: Inferno

No meu último final de semana, dei uma passadinha no cinema para assistir Inferno, adaptação do livro de Dan Brown. A história lembra bastante O Código da Vinci, no qual o personagem do Tom Hanks se envolve mais uma vez numa trama cheia de mistérios históricos e obras. Não cheguei a ler os livros, mas gosto bastante da proposta da história, é inteligente e interessante. 😉

infernofilme

O longa se passa em Florença, na Itália novamente Robert Langdon (Tom Hanks) o professor de simbologia de Harvard desperta em um hospital, com um ferimento na cabeça provocado por um tiro de raspão. Robert acorda assustado e confuso e lá é tratado por Sienna Brooks (Felicity Jones), uma médica que o conheceu quando ainda era criança. Langdon não consegue se lembrar de nada do que aconteceu nas últimas 48 horas, nem mesmo o porque de estar em Florença. De repente, ele é atacado por uma mulher misteriosa e, com a ajuda de Sienna, escapa do local.

infernofilme-dan-brown

Langdon percebe que em seu paletó está um frasco lacrado, que pode ser aberto apenas com sua impressão digital. Nele, há um artefato misterioso que dá início a uma busca incessante através do universo de Dante Alighieri, autor de “A Divina Comédia“, de forma a que possa entender não apenas o que aconteceu, e o porque de ser perseguido.

Como mencionei, o filme é interessante do começo ao fim e acaba nos arrastando para um mundo angustiante cheio de obras literárias e misteriosas da história. Tom Hanks como sempre dá vida ao personagem e contracena muito bem com Felicity Jones. A fotografia é simplesmente maravilhosa, assim como o cenário principal do filme Florença.

Confira o trailer:

E você, assistiu?

E não é que o Netflix vem trazendo vários títulos bons? Inclusive, trouxe minha série queridinha The O.C. ainda não comecei a rever os episódios, mas desejo em um futuro próximo. Enquanto a gente não encontra o melhor filme para compartilhar na Sessão Pipoca, compartilho 3 de uma vez! Fiz uma seleção bem variada, espero que agrade vocês! 😉

sededevingancafilme

1) Sede de Vingança

O filme narra a história de Miranda (Rosamund Pike) uma enfermeira que é brutalmente estuprada por William (Shiloh Fernandez) um homem misterioso. Após sua prisão, ela começa a enviar cartas para ele na prisão, mas todas começam a ser devolvidas. Determinada, ela faz visitas regularmente na prisão, aparentemente faz amizade com ele, contra a vontade de seu pai. Incapaz de compreender as intenções de Miranda, o pai teme pela segurança dela quando o seu agressor for liberado da prisão. É suspense do começo ao fim, apesar do final ser bem previsível, achei a atuação da Rosamund boa, ela sabe lidar com esses papéis enigmáticos e misteriosos.

With Ewan McGregor in Down With Love.

With Ewan McGregor in Down With Love.

2) Abaixo o Amor

Conta a história de Barbara Novak (Renée Zellweger) uma escritora feminista em plenos anos 60, (tema pertinente e interessante pra nossa atualidade, não é?), escreve um best-seller intitulado “Abaixo o Amor”, no qual aconselha mulheres desiludidas com a vida amorosa a manterem apenas relacionamentos casuais, e focar mais na vida profissional e sua própria independência. O livro vira um sucesso e faz com que Catcher Block (Ewan MacGregor), um repórter mulherengo e sedutor, decida se envolver com Barbara. Seu principal interesse é preparar um artigo e mostrar ao mundo que ela é uma fraude. O filme é bem gostoso de ser assistido e é curtinho, gostei muito!

cakeofilme

3) Cake – Uma razão para viver

Gosta de filmes dramáticos? Cake é a pedida certa! Narra a história de Claire Simmons (Jennifer Aniston) um mulher traumatizada e depressiva, que busca ajuda em um grupo para pessoas com dores crônicas. Claire descobre o suicídio de um dos membros do grupo, Nina (Anna Kendrick). Ela fica obcecada pela história desta mulher, e começa a investigar tudo sobre a sua vida. Aos poucos, ela desenvolve uma relação inesperada com o ex-marido de Nina, Roy (Sam Worthington). Esse é um filme bem diferente das atuações de Jennifer, vi muitas críticas positivas sobre ela e o filme. Particularmente, achei dramático até demais (cansativo), mas deixo a dica pra quem gosta deste gênero! 😉

Assistiu algum? Aceito recomendações!