Bom dia, pessoal! Como vai a sexta-feira de vocês?  O mês de janeiro foi recheado de premiações ao mundo do cinema, como o Golden Globe Awards, Critics Choice Awards e Screen Actors Guild Awards. No entanto, a premiação mais importante é o Oscar, que irá ao ar no dia dois de março. Não sei quanto a vocês, mas eu adoro acompanhar essas premiações, assistir ao desfile de vestidos maravilhosos e conferir meus artistas favoritos ganhando estatuetas pelo talento. E pensando nisso eu resolvi falar toda semana até o dia do Oscar 2014 os filmes que foram indicados a essa premiação para compartilhar um pouco da história com vocês. Vamos ao primeiro filme, então.

12 anos de escravidão (12 years a slave)

12-anos-escravidao11

O longa-metragem é baseado em fatos reais e conta a história de Solomon Northup, um negro livre que é sequestrado e feito de escravo por doze anos. A meu ver, demorou muito tempo para que a história de vida desse homem tão forte e incrível fosse contada. Mas como diz o ditado: melhor tarde do que nunca.

O filme foi baseado em um livro com tristes memórias sobre um período muito sombrio na história dos Estados Unidos. A trama, em um breve resumo, relata que Solomon Northup, nascido um homem livre em Nova York, foi atraído para Washington, D.C. em 1841 com a promessa de um emprego. E então drogado e espancado, ele é vendido como escravo. Solomon passou os doze anos seguintes de sua vida em cativeiro, trabalhando, na maior parte do tempo, em uma plantação de algodão em Louisiana. Após seu resgate, Northup escreveu o livro registrando cada momento de dor que passou naquela plantação até o dia em que reencontrou sua família.

12-anos-de-escravidc3a3o-cena-5

O elenco conta principalmente com Chiwetel Ejiofor como Solomon Northup, uma atuação nada menos que espetacular e verdadeira; Brad Pitt que interpreta o abolicionista canadense que ajudou Solomon a reconquistar sua liberdade, além de ser o produtor do filme; e Lupita Nyong’o dá vida à Patsey, uma negra que é abusada sexualmente por seu patrão. Lupita fez um trabalho excepcional para seu primeiro papel de importância no cinema, o telespectador pode notar que a atriz se coloca completamente no corpo de Patsey e a interpreta com muito sentimento. E ela ainda foi indicada ao Oscar, indicação muito merecida, por sinal.

Confira o trailer:

 

12 anos de escravidão é um filme que faz todos os outros sobre o mesmo tema parecerem uma mentira. Vale muito a pena assistir e se emocionar com essa história incrível. Vocês já assistiram?