Entrevista com: Clarissa Corrêa

Por: Wanessa Oliveira

A entrevistada de hoje é uma escritora brasileira chamada Clarissa Corrêa, eu a conheci pela internet e fui atrás para saber mais sobre o livro dela, tenho certeza que muitas meninas e mulheres irão se identificar com o livro. 

Vamos conferir:

Um pouco do resto é um livro de crônicas que aborda a delícia e a loucura de ser mulher. Fala de amor, sonhos, encontros, desamores, vontades, desejos. As crônicas são divertidas, românticas e femininas. É um livro que garante muitas risadas e, eventualmente, algumas lágrimas. “Um pouco do resto” enxerga o fundo da alma feminina e desvenda o que as mulheres querem. Por isso, é um livro que cabe direitinho nas mãos masculinas, afinal, elas só querem ser ouvidas. E lidas.

É um livro feito para você que, como eu, passa a vida inteira tentando ser única e descobre que lá no fundinho todas as mulheres sentem e agem de forma parecida. Deve ser porque lidamos com explosões hormonais uma vez ao mês e sentimos tudo inchar e choramos por besteiras e valorizamos pequenas bobagens e acreditamos em filmes de amor e adoramos drinks coloridinhos com guarda-chuvinhas dentro e fazemos coleção de esmaltes e amamos sapatos, bolsas e cacarecos para colocar no cabelo e compramos só porque estava em liquidação e sempre precisamos de alguma coisa e amamos a palavra promoção e somos machas quando temos que ser e, pelo menos uma vez na vida, já investigamos de formas bem femininas (como olhar o celular, cheirar a camisa, vasculhar bolsos, fazer enquetes, seguir a direção do olhar e dar uma espiadinha no e-mail) a vida do namorado-noivo-marido.

O livro foi lançado em maio de 2010 lá em Porto Alegre.

1 – Como surgiu a ideia de escrever o seu livro “Um pouco do resto”?

Escrevo desde bem pequena, mas resolvi criar um blog em 2005. Inventei o blog por uma necessidade de expressão, uma vontade de mostrar meus textos para quem quisesse ler. Não imaginei que fosse fazer sucesso, que as pessoas fossem ler e gostar. Mas ele começou a ser bem acessado, as pessoas liam, se identificavam e começavam a me perguntar “e o livro?”. Então, resolvi pensar seriamente na ideia. Organizei o original, levei muita portada na cara, mas consegui. Foi bem difícil. Não paguei a publicação, não consegui patrocínio, nada. Fui na cara e na coragem oferecendo meu livro, até que aceitaram.

2 – Você se inspira ou se inspirou em algum escritor ou escritora para escrever o livro?

Não me inspirei em ninguém. Tenho alguns escritores que gosto e admiro, acho que a gente vive buscando uma referência, um norte. Nossos escritores preferidos são nossas referências. Gosto muito do Caio Fernando Abreu, sou apaixonada por ele. Adoro Clarice Lispector, Nelson Rodrigues, Pedro Juan Gutiérrez, Charles Bukowski, Milan Kundera.

3 – Quando você me enviou a sinopse do livro, fiquei encantada. E com as outras pessoas elas comentaram com você a reação delas? Como foi?

Obrigada 🙂 Fiquei bem surpresa (positivamente). Não imaginei que as pessoas fossem gostar tanto. Todo mundo que lê adora. Meu jeito de escrever é simples, direto, escrevo o que as pessoas sentem. E o sentimento é a coisa mais bonita do mundo, né?

4 – Você pretende escrever mais livros?

Claro, claro. Se tudo der certo (tomara que dê!), ainda este ano sai um infantil. Tenho um outro projeto para o ano que vem e mais outro para quando der (e vai dar!).

5 – Qual é seu livro preferido de cabeçeira?

“A insustentável leveza do ser”, do Milan Kundera, é um livro que me faz viajar demais. O romance aborda amor, política, filosofia e compaixão. É uma história que me marcou, já reli duas vezes. Mas amo o “Cartas”, do Caio Fernando Abreu. Releio demais. “Para Francisco”, da Cristiana Guerra, foi um livro que li, sofri do início ao fim, sorri, reli não sei quantas vezes. Perder um amor deve doer. É uma história triste e linda. Acho que meus preferidos são esses três. Era pra falar um só, né? Impossível escolher um livro. 🙂

6 – E qual é seu escritor favorito?

Caio Fernando Abreu, sem dúvida. Ele tinha uma paixão pelas coisas, uma vontade de entender melhor o mundo, as pessoas, as emoções. Acho isso encantador e delicado.

7 – Uma frase ou uma parte do seu livro que você mais gosta de ler?

“Se eu não gostar de você é bem provável que tenha medo do meu olhar. E eu posso simplesmente não gostar de você de graça. Se eu gostar de você aviso de antemão que você é uma pessoa de sorte. Eu me entrego. Quem vive comigo sabe. Quem convive comigo sente. Eu amo poucos. Mas esses poucos, pode apostar, amo muito.”

8 – @Diadebrilho agradece pela oportunidade de divulga-la e pela entrevista dada.

Obrigada, eu é que agradeço. Tu é um amor.

E aí meninas gostaram da Clarissa e do livro?!

Clarissa Corrêa se encontra:

Blog

Twitter

Por: Wanessa Oliveira

Bom, a novidade dessa segunda é sobre a loja da Tatiana carioca bijuteria e prata que entrou em contato comigo e simplesmente achei uma graça às peças e claro vim aqui compartilhar com vocês.

A carioca tem uma linha exclusivamente feminina. Têm peças delicadas e arrojadas. Como pérolas, cristais, resina, couro, corrente e prata. Tudo com garantia!

Além disso, as peças são enviadas pelo correio, em embalagens lindas! Outra coisa também é que a Tati envia para o endereço que você quiser.

 Gostou?! Corre lá pra ver!!!

Carioca bijuteria e prata se encontram:

Blog

Twitter

Site

PS: @Diadebrilho virou esmalte, saiba mais sobre a novidade aqui.

Dia dos Pais

Por: Wanessa Oliveira

Sim, agosto chegou e claro com uma grande data a comemorar “O dia dos pais. Muitos filhos e até mesmo esposas querem presentear seus maridões com alguma lembrançinha e quando chega perto dessa data, pinta a dúvida do que dá para eles. Infelizmente, confesso que acho difícil dar presente para meu pai, geralmente diz que não precisava e às vezes não gosta muito do que eu dou, então fico no esquema de um grande abraço e que você seja esse pai maravilhoso que é!

Bem, mais não é assim como todo mundo, certo? Muitos pais adoram ganhar presentes e claro trouxe algumas dicas de presentes que podem ajudar na hora da compra tornando assim, a data muito especial. Quer ver só:

Imagens: Google

Já escolheu o presente certo para seu pai?!

Beijinho e bom domingo!

Crie sua Fashiolista

Por: Wanessa Oliveira

Há pouco tempo descobri esse site maravilhoso fashiolista, ele é parecido com o “we heart it” só que, em vez de adicionarmos fotos, adicionamos roupas, calçados, eletrônicos. Isso mesmo que você acabou de ler, legal né?! Além disso, é fácil de mexer, para entrar nesse mundo totalmente fashion basta criar sua conta, encontrar seus amigos, adicionar todos os pertences de desejo que você adora na sua fashiolista. Gostou?! Corre e divirta-se!

Meu Perfil

Beijos e bom sábado! 😀

Como disfarçar pés grandes

Por: Natália Dias

Oi meninas, hoje vou falar de um assunto que pode ser importante para algumas e nem tanto para outras. Como disfarçar o tamanho dos pés. Para muitas garotas o tamanho dos pés incomoda, mas é algo que não se pode modificar, afinal, o tamanho deles corresponde com a sua altura. Imagina uma menina muito alta com pés muito pequeno, não combinam. Porém, como sempre, há as exceções e o tamanho dos pés pode ser desproporcional com o resto do corpo. Muita gente não gosta dos próprios pés, acham feio, mas é uma parte muito importante do corpo e devemos cuidar deles. Então, chega de conversa e vamos às dicas:

pes

Para disfarçar pés grandes:

– Use sapatos e sandálias com salto alto e fino;

– Se você for muito alta e não gostar de saltos procure usar sapatos mais fechados, mas que não apertem muito;

– Evite sapatos com bico fino, com salto ou sem, e use sapatos com bico arredondado;

– Não use (essa é para todas as meninas), sandálias que deixem seus dedos escapando para fora dela, como se estivesse sobrando;

sapatos_salto

– Prefira cores escuras, mas sapatos em tom de pele ajudam a disfarçar o pé inteiro e a atenção vai para outras partes do corpo;

– Use calças longas e com a boca larga, que esconda o calcanhar;

– Sapatos grandes, com salto alto e adereços podem inverter a situação, ou seja, vai aparentar que o sapato que é grande e não o seu pé, mas cuidado com o modelo que irá usar ou pode deixar sua produção toda desproporcional;

– Use roupas que chamem mais atenção que o sapato;

Pés pequenos estão ligados à delicadeza e feminilidade, mas nem por isso deixa de ser incômodo para algumas pessoas, principalmente para as baixinhas que muitas vezes só encontram sapatos com números infantis. Para as mulheres com pés grandes é uma dificuldade encontrar sapatos bonitos e femininos a partir do número 39. Uma boa pesquisa pelas lojas, encomendar com sapateiros ou lojas pela internet podem ser uma boa solução.

sapatos_baixos

Para todas as meninas e todos os pés, a dica é cuidar bem deles. Faça hidratação, cuide da limpeza das unhas, vá à pedicure, evite sapatos muito apertados, não repita os mesmos sapatos por vários dias seguidos, deixe o “respirar” em locais abertos. Desse modo estará evitando aquelas doenças incomodas como micose e frieiras.

Cuidem-se, tenham muito juízo e um ótimo fim de semana para todas!!

Luxo Ecológico: Ecobags

Por: Oficial_Barbie

Olá amadas! Tudo rosa com glitter? Hoje estou aqui para falar sobre um assunto muito importante, além de fashion: Ecobags.

As sacolas plásticas, que usamos comumente, demoram cerca de 100 anos para serem decompostas na natureza, então algo deveria ser feito para que elas fossem substituídas. Assim foram criadas as Ecobags. Várias lojas do Brasil já estão substituindo suas sacolas, produzindo assim suas próprias ecobags.

Com essa variedade de sacolas ecológicas, podemos usá-las em diferentes ocasiões, compondo vários looks. E você pode customizá-las tornando mais parecidas com o seu estilo.

Imagens: Personalstylist/ vilamulher/colunas.crescer/ecoshopper/artereciclagem/expressodamoda

Amadas, nesses sites você pode encontrar Ecobags e encomendar a sua:

Santa Clara Ecobag

Artecologia

Ecobag

Então, conte-nos se você já  for adepta das sacolas ecológicas e o que acha delas. Não se esqueçam: chique mesmo é preservar o meio ambiente! 

Beijos Swarovski!!

Siga-me no Twitter @Oficial_Barbie