Olá pessoal, como estão? Eu estou ótima e hoje vou direto ao assunto, estou aqui para indicar mais um filme para vocês.  O filme de hoje é a Invenção de Hugo Cabret (Hugo, 2011) de Martin Scorsese e a história é baseada no livro homônimo de Brian Selznick. Quem gosta da história do cinema vai, com certeza, gostar da indicação do dia.

a invenção de hugo cabret 1_

Na Paris de 1930, Hugo Cabret (Asa Butterfield) é um menino de 12 anos que vive com o pai (Jude Law), um viúvo que trabalha em um museu e sempre mostra para o filho suas paixões: cinema e relógios. Ele ensina tudo o que pode para o garoto e antes de morrer num incêndio ele e Hugo trabalham em uma relíquia encontrada nos porões do museu, um autômato (um homem mecânico), o boneco que supostamente poderia escrever uma mensagem. Com a morte do pai, o menino é levado pelo tio alcoólatra. Claude (Ray Winstone) o ensina a cuidar e consertar os relógios da estação ferroviária Gare Montparnasse. Quando o tio desaparece, Hugo continua arrumando os relógios enquanto tenta sobreviver roubando comida e passando despercebido pelo inspetor da estação (Sacha Baron Cohen), que se o descobrir pode enviá-lo para um orfanato.

a invenção de hugo cabret 2_

Para tentar consertar o autômato do pai, Hugo começa a roubar algumas peças e ferramentas necessárias da loja de brinquedos da estação. Um dia o dono da loja, Papa Georges (Ben Kingsley), o pega no flagra. O senhor então pega para si o caderno do pai do garoto, onde estão todas as anotações que ele fez sobre o autômato, fazendo Hugo segui-lo até em casa na tentativa de conseguir de volta o pequeno caderno. Lá ele conhece a jovem Isabelle (Chloë Grace Moretz), a afilhada de Georges, que promete ajudá-lo. Uns dias se passam e Papa Georges decide devolver o caderno para o garoto desde que ele trabalhe na loja todos os dias para pagar pelos itens roubados.

A amizade entre Hugo e Isabelle cresce a cada dia e o menino a leva ao cinema, algo que Georges nunca permitiu que a menina fizesse, enquanto ela o leva para a livraria. Por fim, Hugo mostra o autômato para Isabelle e enquanto conversam ele descobre que ela tem a última peça necessária para fazer o boneco funcionar: uma chave em forma de coração. O robô logo volta a funcionar, fazendo a dupla tentar resolver o mistério por trás das mensagens e desenhos que ele começa a fazer.

Confira o trailer abaixo!

A Invenção de Hugo Cabret se tornou um dos meus filmes favoritos. Tudo no filme é um bom atrativo, a fotografia, a trilha sonora, o elenco, a homenagem ao cinema, a história do garoto da estação, enfim, tudo. Ele tem de tudo um pouco, vai de ação e fantasia para drama, romance e até um pouco de documentário. Sim, documentário, já que nos conta um pouco sobre a invenção do cinema e os seus primeiros e clássicos filmes como o Viagem à Lua (1902) de Georges Méliès e o A Chegada do Trem na Estação (1896) dos irmãos Lumière.

Martin Scorsese fez um trabalho maravilhoso com a história apaixonante de Brian Selznick. O filme fica também como uma homenagem e agradecimento a todos os pioneiros da sétima arte.

Espero que gostem da indicação. Semana que vem tem mais!

Beijos.