Para assistir: Forever

Olá pessoal, como estão? Eu estou derretendo, cansei desse calor. Mas tirando as condições climáticas horrorosas, eu estou bem. Hoje eu estou para indicar uma série novata da Fall-Season que eu comecei assistir. Forever – Uma Vida Eterna (Forever, 2014) é uma série de drama exibida toda terça-feira na ABC (nos Estados Unidos) e na Warner Channel.

forever 1_

O Doutor Henry Morgan (Ioan Gruffudd) é um médico legista que trabalha para a polícia de Nova York e que estuda a morte através dos diversos e curiosos casos que aparecem em seu laboratório. Um dos grandes segredos que Henry esconde de todos é a sua imortalidade. A primeira morte dele foi à cerca de 200 anos, quando atuava como médico na época do comércio de escravos africanos. Toda vez que morre, Morgan desaparece quase que imediatamente e volta à vida completamente nu dentro de um lago ou rio mais próximo. Tendo vivido tanto tempo ele adquiriu um amplo conhecimento e habilidades de observação que impressionam a todos, inclusive sua nova “parceira” e Detetive Jo Martinez (Alana de La Garza).

forever 2_

Através de flashbacks a vida passada de Henry em apresentada, como o período em que foi casado com Abigail (MacKenzie Mauzy), as guerras, quando foi dissecado e enforcado por heresia e quando sua imortalidade acabou sendo exposta, o obrigando a fugir para outro lugar no mundo. Apenas Abe (Judd Hirsch) – que Morgan e Abigail encontraram em um campo de concentração da Segunda Guerra Mundial quando era um recém nascido e o adotaram – sabe do seu segredo. Além dos crimes que tenta resolver, o médico ainda tem que lidar com a ameaça de “Adão”, um homem que diz saber de sua imortalidade e alega ter a mesma “maldição”, tendo vivido por mais de 2000 anos.

forever 3_

Com apenas quatro episódio exibidos até o momento, Forever já entrou na minha lista de séries queridinhas. A alma de Sherlock Holmes do Doutor Morgan realmente me cativou. Adoro quando ele fala das causas da morte antes mesmo de abrir o corpo e fazer a autópsia. O estilo policial e procedural da série não é nenhuma novidade, até porque o que mais tem hoje em dia na TV é série assim, como Castle, Elementary e The Mentalist, citando só algumas. Mas acho que o fato dele ser imortal dá para explorar bastante o passado dele e com certeza dá para ter bastante futuro para o personagem, mesmo que ele esteja procurando formas de acabar com a “maldição”.

Outra coisa bem legal é a química entre os personagens. No primeiro episódio a relação de Morgan com a Detetive Jo ainda era meio estranha, mas nos seguintes deu uma melhorada ótima para a série. Mas a melhor relação é entre ele e Abe. Impossível não adorar o querido dono do antiquário, que é o filho dele, mas age e tem o papel de pai, sempre dando conselhos e o ajudando a tomar as melhores decisões.

Alguém já assistiu Forever? O que achou?

Espero que gostem da indicação, semana que vem tem mais!

Beijos

Olá pessoal, como estão? Espero que estejam ótimos! Semana passada rolou uns probleminhas e por isso não teve post novo, mas já está tudo resolvido. Estão curtindo a Copa do Mundo? Confesso que estou adorando, mesmo que mais da metade dos jogos eu só assista até o hino nacional, mas tem algumas seleções que eu faço questão de assistir. Enfim, não estou aqui pra falar da Copa ou dos jogadores maravilhosos que estão desfilando pelo Brasil, estou aqui hoje para a última parte dos lançamentos de séries da Fall-Season 2014/2015.

Para hoje eu escolhi duas séries de emissoras diferentes. A primeira será exibida pela FOX, que transmite alguns sucessos como GLEE, Family Guy e The Following. E o outro drama é da CBS, que tem em sua grade The Big Bang Theory, Two and a Half Man e Criminal Minds.

1 – Red Band Society

red band society_

Esse novo drama da FOX contará a história de Charlie (Griffin Gluck), Jordi (Nolan Sotillo), Leo (Charlie Rowe), Dash (Briam Bradley), Kara (Zoe Levin) e Emma (Ciara Bravo) um grupo de jovens com doenças terminais que se conhecem no centro pediátrico de um hospital em Los Angeles, onde são pacientes e acabam tendo que morar lá. Red Band Society mostrará a rotina desses adolescentes que tentam viver normalmente e criam como se fosse uma “sociedade secreta” dentro do hospital, onde eles compartilham seus medos e sonhos uns com os outros.

Confira aqui o vídeo promocional da série!

Eu amei o primeiro promo da série e acho que tem muito potencial. Uma temporada completa certeza que ela ganha. O elenco também é outro que eu estou quase batendo palmas, porque só por ele já basta para Red Band Society engrenar. Além dos seis jovens atores, teremos a maravilhosa da Octavia Spencer, que ganhou o Oscar de Atriz Coadjuvante com História Cruzadas (2011) e Dave Annable que tem em seu currículo o drama da ABC Brothers & Sisters (2006 – 2011). A série está prevista para outubro e ela com certeza está na minha lista.

2 – Stalker

stalker_

O novo thriller psicológico da CBS mostrará a rotina de dois detetives de Los Angeles que trabalham na Threat Management Unit, algo como Unidade de Gerenciamento de Ameaças. A dupla é formada por Beth Davis (Maggie Q.) uma mulher com foco em seu trabalho e com bastante experiência como agente em campo e Jack Larsen (Dylan McDermott), um policial recém transferido de Nova York que já teve alguns problemas no passado graças ao seu comportamento e personalidade forte, e eles são responsáveis por solucionar casos relacionados à stalkers.

Confira o primeiro trailer da série!

A série é criada por Kevin Williamson, que é o responsável por The Following e pela época de ouro de The Vampire Diaries. Ele definitivamente sabe como prender o expectador nas histórias, então eu meio que confio no trabalho dele e isso serve como uma motivação para acompanhar Stalker. Além disso, devo dizer que fiquei tensa com o primeiro vídeo promocional, então isso é uma coisa boa, porque se o trailer conseguiu me prender quer dizer que há muitas chances da série fazer isso por 24 episódios (Sim, 24! Já estou apostando que ganha uma temporada completa, sem problemas!). Já estou no aguardo para a estréia, porque Stalker é quase uma certeza na minha lista desse ano.

Gostaram das séries de hoje? Pretendem dar uma conferida? Para quem perdeu os outros dois posts sobre as estréias da Fall-Season 2014/2014 aqui está o da ABC e o da CW.

Até semana que vem.

Beijos.

Olá pessoal como estão? Espero que estejam ótimas. Chegou aquela época do ano em que bate um desespero em quem assiste muitas séries como eu: a temporada de hiatus, em que quase todas as séries ficam sem episódios novos até a próxima Fall-Season. E com esses finais de temporadas vêm os Upfronts, que são os eventos que todas as emissoras realizam para apresentar a nova grade de programação e isso incluí as séries antigas que estão em exibição e o anúncio das novas séries que vão estrear em setembro/outubro.

Eu como uma pessoa sem limites para séries, já escolhi um monte dessas novas séries para pelo menos ver o primeiro episódio e pensar se vale à pena continuar assistindo. Essa semana eu trouxe duas séries da ABC, que é a emissora que exibe Grey’s Anatony e Once Upon a Time.

1 – Selfie

selfie_

Selfie mostrará a história de Eliza Dooley (Karen Gillan) uma jovem obcecada por seus perfis nas redes sociais e mais preocupada em ganhar “likes” no mundo virtual do que em se relacionar com as pessoas no mundo real. Quando um vídeo humilhante de Eliza cai na internet e se torna um viral, ela percebe que não tem muitos amigos verdadeiros e decide contratar Henry Higenbottam (John Cho), o especialista em marketing da empresa em que trabalha, para ajudá-la a se relacionar com as pessoas e a restaurar sua imagem.

Confira o primeiro trailer da nova comédia da ABC!

O principal motivo pelo qual eu vou assistir Selfie é a Karen Gillan. Ela fez Doctor Who e que me acompanha aqui no blog sabe da minha pequena obsessão pela série (SDDS AMY POND <3). Mas tirando a Karen eu acho que a série tem potencial para engrenar pelo menos uma temporada completa. O tema é legal e recente e pode render boas histórias.

2 – Manhattan Love Story

manhattan love story_

Manhattan Love Story contará a história do casal Dana (Analeigh Tipton) e Peter (Jake McDorman). Ela é nova da cidade e está à procura do seu espaço no mundo publicitário de Nova Iorque e acaba marcando um encontro as escuras com ele, através de um amigo em comum. No decorrer da série acompanharemos o início do relacionamento dos dois, porém com um diferencial, nós sempre saberemos os que eles estão pensando.

Confira o primeiro vídeo promocional da série!

Principal motivo para assistir Manhattan Love Story: é uma comédia romântica bem fofinha, do jeito que eu gosto, e eu estava precisando de uma série levinha assim na minha lista. Eu acredito que tem potencial porque, sinceramente, quem nunca, uma vez na vida, quis saber o que o seu amigo/namorado/rolo/peguete/marido/amante estava pensando? A série vai destacar bem essas diferenças do que eles pensam para o que eles falam quando estão em um relacionamento.

** Me desculpem pelos trailers sem legenda, como as séries são novas é bem difícil achar legendado.

A ABC anunciou outras nove séries para setembro/outubro. Quem quiser dar uma conferida nos trailers é só clicar em cima dos nomes a seguir: How to Get Away With Murder, Secret and Lies, Galavant, Forever, The Whispers, American Crime, Fresh Off The Boat, Cristela e Black-Ish.

Espero que gostem das séries, semana que vem tem mais.

Beijos

Para assistir: Switched at Birth

Oi, pessoinhas! Depois de uma semana longe, não vou enrolar hoje. Vamos direto ao que interessa: Switched at Birth.

Switched-at-Birth-wallpaper

O assunto de hoje é uma das minhas séries favoritas pelo fato dela ser diferente de outras que abordam um cenário mais teen. Switched at Birth conta a história de duas adolescentes que foram trocadas na maternidade. Bay Kennish cresceu em uma família rica, com seus pais e um irmão. Tudo começa quando, durante uma aula de biologia, Bay Kennish (Vanessa Marano) faz seu teste de tipologia sanguínea e “sem querer” descobre que seu sangue é totalmente incompatível com o de seus pais. Ao questioná-los sobre o ocorrido, John Kennish (D.W.Moffet) e Kathryn Kennish (Lea Thompson), pais de Bay, vão a um laboratório fazer o teste de DNA e descobrem que a filha foi trocada na maternidade.

Switched-at-Birth-Wallpaper-switched-at-birth-32201560-1280-1024

Enquanto isso, Daphne Vasquez (Katie Leclerc), a outra garota, cresceu filha de mãe solteira. Além disso, Daphne contraiu meningite quando criança e como seqüela perdeu a audição. A situação se torna dramática quando as famílias se encontram e precisam aprender a viver juntas, para o bem das garotas. Para complicar mais a situação, temos a diferença econômica entre as duas famílias. Com a surdez de Daphne e de mais alguns personagens ligados a ela, Switched at Birth mostra o preconceito que os surdos sofrem no “mundo dos ouvintes” e também revela a realidade deles de uma maneira tocante e verdadeira.

Há vários atores de renome no elenco, como Lea Thompson, de De Volta Para o Futuro, Lucas Grabeel, de High School Musical  e a atriz Marlee Matlin, que já ganhou vários prêmios. A atriz que dá vida a Daphne e mais alguns outros atores possuem problemas reais de audição, o que faz tudo ser mais realista.

Switched-at-Birth-Season-2-switched-at-birth-33692668-960-639

Essa série foi criada pela rede de TV americana ABC Family e nasceu em junho de 2011 com seis episódios. Sucesso garantido, a série tem trinta episódios na primeira temporada e há pouco finalizou a segunda, a terceira temporada já está confirmada para janeiro de 2014. Eu acompanho a série desde a primeira temporada e posso dizer que vale muito à pena. É impossível não se envolver com a história e seus personagens, tanto os principais quanto os secundários (destaque para Emmett, personagem interpretado pelo ator Sean). Esse é o tipo de série que retrata problemas e alegrias reais, então se você gosta de One Tree Hill ou Dawson’s Creek, acho que você gostará de Switched at Birth!

Abaixo vocês podem conferir o trailer!

É isso, pessoal, espero que tenham gostado!

Beijinhos!