12 livros para ler este ano!

Ta aí uma meta que eu desejo cumprir durante este ano: ler mais! No ano passado, consegui concluir a lista com 14 livros lidos. Porém, este ano aumentei a meta para pelo menos 20 livros (espero ler muito mais!). Já que o ano é longo e muitos meses pela frente, nada melhor do que selecionar 12 livros para você ler este ano. Aproveitando que ainda estamos no finalzinho de Janeiro, (férias!) ou seja, dá pra começar uma nova leitura sim. Abaixo você confere 12 sugestões de leitura, vem comigo!

livroJFM

Um Lugar Na Janela – Martha Medeiros

Que tal começar com um livro de crônicas? E melhor, falar de um assunto que todo mundo ama: viajar! Martha Medeiros compartilha suas viagens feitas em várias épocas da vida, dos vinte poucos anos e sem grana, depois já mais estruturada ela continua a saga em busca de colecionar recordações e muitas experiências. Com um espírito aventureiro, a autora não deixa de viajar para lugar nenhum, seja com as amigas, o marido, as filhas ou até mesmo sozinha. Na época que eu li este livro desejei viajar para todos os lugares que ela conheceu, apaixonante! 

Divergente – Veronica Roth 

Gosta de trilogias? Gosto bastante de Divergente e aposto que você também. O livro se passa no futuro, mais precisamente em Chicago Futurista, a sociedade se divide em 5 facções – Abnegação, Audácia, Franqueza, Erudição e Amizade e se você não pertence a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão revela que ela é, na verdade, uma divergente, pois não responde às simulações conforme os testes são realizados. A história é inteligente e faz com que a gente se envolva mesmo. Adorei o primeiro e já estou em Insurgente. Aliás, o filme estreia em março né? Bora correr com a leitura!

Damas de Honra – Jane Costello 

Afim de boas risadas e muita confusão? É o que você vai encontrar nesta leitura! O livro conta a história de Evie Hart que aceita ser dama de honra de sua melhor amiga, ela percebe que isso é o mais perto de chegar ao altar. Até porque aos 27 anos, Evie nunca viveu um grande amor. Mas, parece que todos ao seu redor resolveram se casar, inclusive sua mãe. E só de pensar nisso, Evie treme com os inúmeros casamentos que tem pela frente e o medo de viver relacionamentos intensos. A leitura é muito divertida e a narrativa segue na linha de grandes autoras como Meg Cabot, Marian Keyes e Sophie Kinsella 😉

LivroAMJ

Não Há Silêncio Que Não Termine – Íngrid Betancourt

Procurando uma leitura intensa e em fatos reais? O livro conta a história de Ingrid Betancourt que relata seus anos como prisioneira na selva colombiana, sequestrada pelas FARC. Com uma descrição extremamente realista e rica em detalhes, a autora conta como foi pega e como foi viver durante anos em cativeiro, onde não conseguia mais ter forças e muito menos esperanças de ser resgatada. Impossível não se emocionar com as atrocidades vividas por Ingrid e pelos outros reféns. Chorei em vários momentos do livro ao ler o sofrimento de Ingrid e recomendo a leitura para quem gosta de história e reflexões.

Malas, Memórias e Marshmallows – Fernanda França

Seu sonho é fazer intercâmbio? Então, esta leitura é pra você! O livro narra a história de Melissa Moya uma jornalista, apaixonada por Lady Gaga (sua gata), sua família e amigos. Após ser despedida do trabalho no dia de seu aniversário ao chegar em casa ela conhece no elevador de seu prédio Theodoro Brasil, seu vizinho. Dando início a uma nova amizade, aos poucos os dois começam a revelar seus sonhos e um deles é o da jovem jornalista: viajar pelo mundo afora. Com uma mala na mão e seu amigo fotógrafo Theodoro topa embarcar no projeto “América sobre rodas”, uma aventura por diversas regiões dos Estados Unidos. Eu fiquei apaixonada pela história e me envolvi em cada lugar que a Melissa visitou. Foi como se eu estivesse vivendo a história da personagem, hehe!

O Silêncio da Chuva – Luiz Alfredo Garcia-Roza

Gosta de romance policial nacional? Senta aí, que a leitura é boa! Um executivo é encontrado morto com um tiro, sentado ao volante de seu carro no centro do Rio de Janeiro. Além do tiro, há outros sinais de violência. Ninguém viu e ninguém sabe de nada. O policial encarregado do caso, inspetor Espinosa, reflete sobre a vida (os casos e mortes). Ao desenrolar da história o inspetor encontra várias pistas até chegar ao culpado do crime. As narrativas do Luiz Garcia são despretensiosas e cheia de detalhes, sempre que eu leio um livro do autor fico louca pra saber o final.

LivroJAS

Sushi – Marian Keyes 

Está a procura da felicidade? É basicamente isto que a leitura se trata. Lisa Edwards é editora de revistas, acha que sua vida acabou, quando descobre que o seu novo emprego não passa de uma ordem de deportação para a Irlanda, com a missão de lançar a revista Garota. Ao chegar lá, Lisa conhece Ashling Kennedy, a editora assistente da revista e cheia de problemas, sendo um deles a ansiedade. E mais a frente, temos Clodagh, casada e com 2 filhos lindos, mas não se sente a melhor pessoa do mundo. Ao decorrer do livro, você descobre os motivos de insatisfação e diversão dos personagens mencionados. É um dos meus livros favoritos da Marian, divertido e ainda se passa na Irlanda. 

O Diário de Anne Frank – Anne Frank 

No ano de 1942 a 1944, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão em que ela e sua família sofreu durante o período da Segunda Guerra Mundial. A narrativa é intensa e triste e há detalhes do medo aterrorizante e quando eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para os campos de concentração. Não tem como se envolver com uma história tão emocionante e realista como esta, chorei litros em várias partes do livro.

O Diário de V, o caso de amor – Debra Kent

Procurando um romance com boas doses de ensinamento? Pois no diário de V é possível. A narrativa começa interrogando: Qual seria sua reação ao constatar que seu casamento, estável começa a desmoronar? E se o seu marido sinalizasse que não deseja mais? Afinal, o que é mais importante? A felicidade pessoal ou o bem-estar da família? O livro envolve várias questões sobre angústias e medos comuns de qualquer mulher que vê seu mundo ameaçado. Uma leitura fantástica pra quem quer dar a volta por cima!

LivroOND

O Livreiro de Cabul – Âsne Seierstad

Eu adoro leituras com esta proposta e recomendo o livro para quem curte este estilo também. A jornalista norueguesa Asne Seierstad, produziu esta narrativa mostrando os aspectos do país que poucos estrangeiros testemunhariam a queda do regime talibã. O livro mostra a história de Sultan Khan, um livreiro de Cabul, que obteve o privilégio de transitar entre o universo feminino e masculino de uma sociedade islâmica fundamentalista. Preso e torturado durante o regime comunista, Sultan Khan teve sua livraria invadida e parte dos livros queimados, mas alimentava o sonho de ver seu acervo de 10 mil volumes sobre história e literatura afegã transformar-se no núcleo de uma nova Biblioteca Nacional.

Nada Dura Para Sempre – Sidney Sheldon

Foi o meu primeiro livro lido do autor e é um dos meus preferidos. O livro conta a história de Kat Hunter, Betty Taft (Honey) e Paige Taylor as únicas mulheres em um grupo de médicos residentes de um hospital em São Francisco. As 3 dividem o mesmo apartamento e protagonizam situações inusitadas, a primeira por pouco não provoca a interdição do hospital; a segunda mata um doente em troca de 1 milhão de dólares; e a terceira é assassinada. Carregado de mistérios e suspense, a trama circula sobre assuntos como medicina, mafiosos, pacientes e viciados em drogas.

O Futuro da Humanidade – Augusto Cury

Uma revelação: eu tinha muito preconceito com livros de auto ajuda, mas depois de ler Augusto Cury os pensamentos mudaram (ainda bem!). Marco Polo, ao entrar na faculdade cheio de sonhos e expectativas, se depara com uma realidade dura: a falta de respeito e sensibilidade dos professores em relação aos pacientes com transtornos psíquicos, que são marginalizados e tratados como se não tivessem identidade. Ao decorrer do livro o jovem desafia profissionais internacionais para provar que os pacientes com problemas merecem atenção, respeito, dedicação e menos remédios. Tirei boas lições e guardei pra vida as reflexões do seu Cury.

Se você quiser conferir a resenha completa destes livros acima. Basta, clicar ali em cima no menu principal “Livros” e ler todas as resenhas dos livros mencionados no post. 😉

Aproveito e deixo o desafio #leituradebrilho insira esta tag no livro que estiver lendo na sua foto do Instagram. Quem sabe sua foto não aparece aqui no blog? Valendo hein! Segue a gente ó @Diadebrilho

E aí, qual livro você quer ler este ano desta lista?

Olá pessoal, como estão? Eu estou ótima e gostaria de declarar o meu amor por Minas Gerais. Socorro, como é bom passar pelo menos uma semana por lá. Enfim, vou logo ao assunto, hoje eu continuo falando de uma das minhas séries favoritas da Meg Cabot, Os Mistérios de Heather Wells. Que bom que gostaram da indicação. Semana passada eu falei sobre os dois primeiros livros o Tamanho 42 não é gorda e o Tamanho 44 também não é gorda. (Para quem perdeu é só clicar aqui!)

Heather Wells_livro 3

3 – Tamanho não importa

Aqui no terceiro livro a vida de Heather parece finalmente estar entrando nos eixos, seu pai finalmente irá se mudar do apartamento que ela divide com Cooper e Ted Tocco, seu professor de matemática, é o seu novo namorado que quer ajudá-la a emagrecer e seu trabalho na Faculdade de Nova York continua na mesma. Em um dia comum de trabalho o não tão agradável Dr. Owen Broucho – diretor interino do Alojamento da Morte (apelido mais que carinhoso que o Conjunto Residencial Fisher ganhou após os últimos eventos) e terceiro chefe de Heather em menos de um ano – é assassinado dentro de sua sala com um tiro na cabeça. A polícia de Nova York tem certeza que o assassino é o líder estudantil Sebastian, possível namorado de sua amiga e assistente Sarah. A ex-popstar tem que usar o seu faro investigativo para livrar o rapaz das acusações, enquanto tenta descobrir o que Ted tem de tão importante para perguntar e pensa na proposta irrecusável que seu pai tem para trazê-la de volta ao mundo da fama. Sem contar que agora Cooper anda mais charmoso que o normal e ele parece pensar a mesma coisa da companheira que mora no andar de cima.

Heather Wells_livro 4

4 – Tamanho 42 e pronta para arrasar

No quarto livro Heather finalmente está amando a sua vida. Ela agora é a namorada de Cooper Cartwright seu antigo senhorio no prédio de tijolinhos e ex-cunhado. Mas não é dessa vez que os dois vão se livrar de qualquer ligação com a família Cartwright. Tania Trace, a atual esposa de Jordan Cartwright – ex-namorado de Heather e irmão mais novo de Cooper – é a mais nova estrela do rock. Ela e Jordan são os queridinhos da América e até ganharam um reality show para mostrar a todos o seu amor. Mas depois que diversos acidentes estranhos começam a acontecer a pessoas próximas a Tania, a estrela do reality show decide mudar a locação do “Acampamento de Rock Tania Trace” para o Conjunto Residencial Fisher, já que Heather é a única pessoa na qual ela confia sua vida no momento. Apesar de nem ela e Cooper quererem algum contato com os Cartwright ou com a fama dos “queridinhos da América”, eles tentam desvendar o misterioso caso que envolve uma das protagonistas do programa.

Eu comecei a ler esses livros há 7 anos, eu ainda estava no ensino médio, e como eu disse semana passada eu amo a série da Heather Wells e ela é definitivamente uma das minhas personagens favoritas da Meg Cabot. Ela é uma fofa que só quer o bem dos alunos do conjunto residencial, é super determinada, corajosa e uma sonhadora pés no chão. Sem contar que ela é hilária e não consegue evitar sempre falar de comida em algum momento.

Eu sou uma fã assumida da Meg Cabot então sou bem suspeita para falar do quanto eu gosto da escrita dela. Nessa série ela se supera e consegue transformar uma mulher comum em uma heroína. Os livros são cheios de comédia, suspense e até alguns dramas. Os finais são inesperados. Nada de já saber o que vai acontecer faltando três capítulos para acabar. Vale muito à pena dar uma conferida em todos. E para esse ano está previsto o lançamento no Brasil – pela Galera Record – do quinto livro, The Bride Wore Size 12, ainda sem tradução do título. Nem preciso dizer que dei alguns gritinhos de felicidade.

Espero que tenham gostado das indicações. Alguém já conhecia a série? Semana que vem tem mais.

Beijos

Olá pessoal, como estão? Copa acabou, festa acabou, mas eu estou feliz já que semana que vem irei tirar uma folguinha e dar uma fugida rápida de Brasília. Enfim, como eu não estou aqui para falar das minhas férias, vou logo ao assunto, eu to aqui para indicar uma das minhas séries de livro favorita da Meg Cabot, Os Mistérios de Heather Wells. Hoje eu vou falar sobre os dois primeiros livros. Espero que gostem!

Antes de tudo vou apresentar a maravilhosa protagonista, Heather Wells é uma ex-estrela do pop que chegou ao fundo do poço. Não faz mais shows em shoppings, perdeu o namorado, a gravadora, ganhou dois números no manequim, o pai está preso e a mãe fugiu para Argentina com todo o seu dinheiro e seu agente; e agora a cantora trabalha como inspetora do Conjunto Residencial Fisher na Faculdade de Nova York.

Heather Wells_livro 1

1 – Tamanho 42 não é gorda

No primeiro livro da série Heather Wells está começando a se acostumar com a sua nova vida de ex-popstar e atual inspetora. Quando a moça acha que tudo está entrando nos eixos, uma estudante do conjunto residencial é encontrada morta no poço do elevador do campus. Todos acreditam que a morte da jovem foi acidental, mas Heather acredita que aquilo possa ter sido um assassinato. Mesmo assim ninguém quer escutá-la – nem a polícia, nem seus colegas de trabalho e nem Cooper Cartwright, o maravilhoso investigador particular que é dono do prédio de tijolinhos onde ela mora -, e eles continuam a ignorá-la quando outras alunas começam a aparecer mortas da mesma forma que a primeira fora encontrada. Heather então decide iniciar uma nova carreira: a de detetive. Ela então começa a trabalhar para descobrir a verdade por trás das diversas mortes.

**Foto do livro com a capa antiga. 

Heather Wells_livro 2

2 – Tamanho 44 também não é gorda

Na continuação Heather já está mais do que acostumada com a sua nova vida, agora ela é diretora-assistente do conjunto residencial e começou a estudar de graça na faculdade. Ela agora está tendo que lidar com casamento do seu ex-namorado mega famoso, que toda a imprensa está chamando de “O Casamento de Celebridade da Década”. Após ajudar a polícia a descobrir quem era o responsável pelos crimes do poço do elevador, Heather agora tem que lidar com algo mais sério do que o casamento da década. A cabeça de uma líder de torcida foi encontrada dentro de uma panela de sopa no refeitório da faculdade e o corpo da jovem está desaparecido. Além de ter que cuidar de vários alunos desesperados, o pai ex-presidiário resolveu fazer uma visita inesperada pedindo um abrigo temporário no prédio de tijolinhos. Heather então entra de cabeça em uma nova investigação, que a ajuda um pouco a esquecer os problemas familiares e faz com que ela trabalhe ao lado do maravilhoso Cooper Cartwright.

Devo dizer que eu amo a série da Heather Wells e ela é uma das minhas personagens favoritas da Meg Cabot. Ela é uma pessoa comum completamente determinada a ajudar e salvar os alunos do Conjunto Residencial. E eu acho muito legal que em cada livro nós percebemos como a Heather vem amadurecendo e começa a superar o que aconteceu com ela no passado, tudo isso sem deixar o humor de lado.

Os livros são recheados de muita comédia, suspense e alguns dramas, tudo na medida certa. A Meg Cabot tem o dom de fazer tudo isso dar certo em um livro sem perder o jeito. Mas eu sou uma fã dela, então posso ser suspeita na hora de elogiar a escritora.

Espero que gostem da indicação. Alguém já conhecia? Semana que vem tem a continuação com os dois últimos livros da série.

Beijos

Olá pessoal, como estão? Curtiram bastante o carnaval? Descansaram? O meu carnaval não foi o mais agitado da história, porém foi ótimo. Nenhuma das comidas que eu comprei no sábado sobrou então isso deve ser uma coisa boa. O Bloco da Gordice encerrou as atividades com 100% de aproveitamento. HAHA

O livro de hoje é O Futuro de Nós Dois do Jay Asher e da Carolyn Mackler. O livro se passa em 1996 e conta a história de Emma e Josh que são amigos desde a infância ou eram até antes uma sessão de cinema de Toy Story, onde as coisas começaram a ficar estranhas entre eles. Até que um dia Emma ganha um computador de seu pai e Josh dá a ela o CD da AOL para que a menina tenha algumas horas grátis de navegação.

o futuro de nós dois

Quando Emma instala o CD da internet e se registra na AOL, ela automaticamente consegue acessar ao Facebook. Sim, ao Facebook! Site que ainda nem havia sido criado em 1996. Ela abre a página de Emma Nelson, uma mulher que é muito parecida com ela, não só de aparência, mas em todas as informações fornecidas no perfil. Ela fica desesperada e chama Josh para ajudá-la, afinal foi ele que deu o CD a ela. De início eles acham que o site é uma pegadinha de algum gênio da computação.

Ao perceberem que aquele de fato é o futuro deles, eles começam a buscar por novas informações. A vida deles está completamente exposta através de fotos, relacionamentos e alguns textos postados e curtidos por amigos que eles ainda nem conheceram. Emma a princípio não gosta do futuro que encontra e Josh fica super animado com o que irá acontecer daqui a 15 anos, então eles percebem que suas ações no presente interferem completamente no futuro. O problema é que eles podem ver como essas mudanças os afetam.

Já tem um tempo que eu li O Futuro de Nós Dois, porém lembro de que estava muito ansiosa para ler porque a premissa da história me parecia bem interessante. Dois amigos através de um CD-ROM tem acesso ao futuro deles, mais exatamente ao que aconteceria em 15 anos. A ideia do livro é muito boa, mas eu acho que se fosse eu no lugar da Emma e do Josh eu não ia gostar de saber do meu futuro, ainda mais pelo meu Facebook. Acho que nem se eu tivesse acesso a uma TARDIS ou a um DeLorean eu iria querer ir até lá para saber. Claro que eu visitaria o futuro com o maior prazer, mas não o meu.

A narrativa do livro é intercalada entre a Emma e o Josh, então nós temos acesso aos dois pontos de vista e como aquela situação está afetando ambos. Eu simpatizo mais com o Josh, mas entendo o lado da Emma. O futuro dele está do jeito que ele sempre quis, então obviamente ele não quer mexer naquilo, já o de Emma tá uma confusão, então faz sentido ela querer mudar algumas coisas, o problema é que ela nunca gosta de nada e isso realmente irrita.

Alguém já leu O Futuro de Nós Dois? Vocês gostariam de saber o futuro de vocês através de alguma ferramenta?

Espero que gostem. Até semana que vem.

Beijos.

Livro do dia: Destrua Este Diário

Olá pessoal, como estão? Eu estou bem feliz porque a cada dia que passa está mais perto de uma data em especial que eu estou aguardando desde o ano passado, mas enfim, ninguém quer saber a minha agenda, então vamos ao que interessa.

O livro dessa semana é diferente de todos os outros. Vocês provavelmente já ouviram falar do “Destrua Este Diário” da Keri Smith e bom, ele não é igual ao outros com suas várias histórias que nos deixam dias e dias imersos no mundinho particular que eles nos proporcionam. Ele como o próprio nome diz é um diário, porém não é para colocar os nossos pensamentos, sentimentos ou o que fizemos durante o dia, ele é um diário com várias propostas diferentes que no fim resultarão na destruição do mesmo.

destrua este diário 5

A intenção da Keri Smith ao criar este livro ilustrado e com diversas “atividades” é encorajar todo mundo a ser mais ousado e não encarar tudo com muita seriedade. Ela faz isso quando nos pede para rasgar algumas páginas, colorir fora das linhas e até escrever vários palavrões. O objetivo do livro é mesmo experimentar um novo processo criativo, visto que cada um pode interpretar as atividades da forma que quiser. Você pode destruir o livro de forma bem cruel, fazendo tudo ao pé da letra ou você pode destruí-lo de uma forma mais delicada, criativa e artística. Ao abri o “Destrua Este Diário” você já recebe um aviso alertando que você pode se sujar durante a execução de algumas coisas e que talvez questione algumas das atividades, mas pode ser de depois desse livro você comece a viver a vida de uma forma diferente.

destrua este diário 6__

Eu sou uma pessoa com TOC quando diz respeito aos meus livros, ou seja, comprar o “Destrua Este Diário” e aceitar destruir ele está sendo muito difícil e confesso que estou com muita dó de fazer algumas das coisas e meio que já decidi que irei ignorá-las, apenas porque eu me recuso e não tenho coragem. Eu gosto dos meus livros bonitinhos e arrumadinhos na minha estante. Mas olha, tem sido uma experiência bem divertida e engraçada. Ele só chegou semana passada eu ainda não tive muito tempo para destruí-lo, então ele ainda parece novo visto de longe. As fotos ali em cima são algumas das coisas que eu já fiz e acredite, ainda falta muita coisa.

Alguém tem o “Destrua Este Diário” e está amando destruir ou está sofrendo igual a mim?

Beijos.

Livro do dia: A Lua de Mel

Olá pessoal, como estão? Gostaria muito que alguém me explicasse qual a necessidade desse calor. Sério, não está fazendo o menor sentido isso, mas enfim, eu não vim aqui para reclamar do calor, mesmo que eu tenha uma lista de coisas sobre o assunto. As férias de todo mundo já acabaram? Será que ainda dá tempo de indicar mais um livro? Porque olha, é para isso que eu estou aqui hoje. Espero que gostem.

O livro dessa semana é o “A Lua de Mel” da Sophie Kinsella. O livro conta a história de Lottie, uma moça com mais de 30 anos que visivelmente acha que está pronta para subir ao altar, porém seu namorado não tem esse mesmo pensamento. No dia em que acha que vai escutar a grande pergunta, acaba por descobrir que Richard, o atual namorado, queria apenas convidá-la para uma viagem. Decepcionada com isso, ela da um basta e decide terminar a relação.

a lua de mel

A irmã mais velha de Lottie, Fliss,  sempre soube que a irmã era meio sem noção e impulsiva e que sempre faz escolhas infelizes quando termina um relacionamento, porém dessa vez ela não esperava que Lottie fosse longe demais e aceitasse a proposta absurda de Ben, um ex-namorado da irmã. A proposta nada mais é do que uma promessa que eles fizeram ainda adolescentes, que se casariam caso estivessem solteiros depois dos 30 anos. Lottie que está desesperada agarra a oportunidade na hora e desiste de tudo que sempre sonhou para o seu casamento. Porém para saber se Ben está realmente apaixonado como ele diz, ela faz uma greve de sexo que só acabará no dia da lua de mel. Ambos desesperados marcam a cerimônia no civil para apenas duas semanas após o reencontro e partem rapidamente para lua de mel em Ikonos, a ilha grega onde se conheceram na adolescência.

Fliss que está passando por um divórcio conturbado, sabe que Lottie logo se arrependerá desse casamento às pressas. Ela então junto com Lorcan – que trabalha na mesma empresa que Ben, e que acha que essa união irá atrapalhar a carreira do amigo – decidem impedir que os dois se casem.  Fliss com a ajudinha de um amigo em Ikonos traça um plano para sabotar a lua de mel da irmã, pois ela descobriu que se não houver sexo o casamento poderá ser anulado.

Eu ainda não terminei de ler “A Lua de Mel”, mas já passei da metade e estou amando o livro. Em alguns momentos Sophie Kinsella me lembra a Meg Cabot no modo sagaz de escrever e em como algumas de suas personagens se parecem. Eu já dei boas gargalhadas com a história, porque afinal tem coisa mais absurda do que tentar destruir a noite de núpcias de alguém? Eu como uma boa leitora sem graça andei dando uma olhada nas páginas finais e sei que alguma coisa bem tensa vai acontecer (não sei o que!), e olha, parece ser bem surpreendente.

Eu super recomendo a leitura para quem gosta de uma história de amor diferente, com momentos bem engraçados e nada clichês. Mentira, tem vários clichês, mas o que seria da vida sem eles?

Espero que gostem da dica, pois eu estou amando. Já leram esse? Gostaram? Recomendam outros livros da Sophie Kinsella?

Beijos.