Continuando nossa Maratona Oscar o filme da vez é Brooklyn, um romance lindo e dramático escrito por Nick Hornby (autor de “Alta Fidelidade”, “Era uma vez um rapaz”) com base no best seller de Colm Tóibin e com excelente interpretação de Saoirse Ronan. Se você adora momentos de transição, aprendizados é praticamente o que você vai assistir no filme, pois narra os passos da protagonista.

banner-brooklyn-Brooklyn_Film_844x476

Eillis (Saoirse Ronan) não consegue ver futuro no conforto de casa, ainda mais na Irlanda nos anos 50 com pouca estrutura e crescimento no país, sendo sua vontade maior de ajudar sua família a melhorar de vida. Sua irmã dá força para que Eillis corra atrás de seus sonhos, tendo o apoio de sua irmã e com ajuda de um padre amigo da família a jovem decide tentar algo a mais em Nova Iorque.

Sozinha em um navio não muito aconchegante, Eillis tem ali seu primeiro contato com o mundo, e com o que há de mais desagradável nele, muitos problemas que ela jamais imaginaria lidar e poucas pessoas dispostas a ajudá-la. Aos poucos ela percebe que tudo mudou e ela precisa correr atrás dos seus sonhos sozinha para garantir uma vida melhor para si mesma.

brooklyn

Perdida no meio de desconhecidos, Eillis vive em estado de timidez, guarda tudo para si e compartilha através de cartas que envia à irmã. A rotina de Eillis se modifica completamente ao mudar para o Brooklyn, em adaptação com o novo emprego e morando em uma de pensão e tem que encarar uma série de situações e comportamentos que diferem bastante de sua vida na Irlanda, como a liberdade sexual mesmo das mulheres e a presença de negros conquistando espaço maior na sociedade.

O filme é carregado de detalhes que vão se desenrolando ao longo do filme. Impossível não se apaixonar pelo figurino impecável da década de 50. Saoirse Ronan dá vida a personagem de um jeito simples e delicado! É um dos meus favoritos pra vencer na categoria de melhor filme, torcendo desde já. 😉

Confira o trailer:

Lembrando que o filme concorre nas categorias de melhor filme, melhor atriz (Saoirse Ronan) e melhor roteiro adaptado (Nick Hornby)

Já assistiram?