Desacelera seu tempo, vai!

Vocês tem notado que o blog está cada vez mais pessoal? Era uma ideia antiga que eu gostaria de trazer por aqui e acho que funciona muito bem atualmente. O post de hoje é um alerta de amiga, durante este mês tive um estresse bem incomodo no pescoço e achei necessário compartilhar aqui, justamente para terem um cuidado maior com a vida e a saúde de vocês.

03ee67a0e2c58abc69efe0cccfad3f6f

Minhas atividades é trabalhar com o blog e estudar para concurso, algo que a gente se cobra demais e ás vezes esquece de relaxar por conta do tempo. O tempo é precioso e um dia que você não estuda, perde um tempo precioso. Eu estava me cobrando excessivamente, para entender alguns conteúdos e pensava sobre o futuro, aqueles pensamentos que a gente não deve pensar agora. O estresse foi acumulando e um dia acordei com uma dor intensa na lateral direita do pescoço e atrás da cabeça, ao movimentar doía bastante. Fui parar no hospital por conta disso, porque achei que fosse algo mais grave. O médico disse que era tensão muscular e estresse.

Eu sou uma pessoa calma, mas também tenho ansiedade e isso acabou levando ao estresse. O que eu fiz? Tentei relaxar, fazer atividades que eu gosto como sair, ouvir música, ler um livro, textos reflexivos e inclusive trocar ideia com pessoas que já passaram por esse nível de estresse. Tomei medicação, fiz compressas quentes e gelol para aliviar a dor também. Hoje estou melhor e com menos dores.

Quis compartilhar com vocês este problema, porque qualquer uma de nós pode passar por isso. Penso que a gente como ser humano se cobra o tempo todo, de não ter tempo para si e muito menos para os outros. Falta respeito, paciência e compaixão para ambos os lados. O que acaba nos afetando em algum momento de nossa vida. Durante esse tempo falei para mim mesma, está na hora de desacelerar, refletir e ver o que é prioridade para agora e não exigir tanto de si. Como um amigo disse é preciso equilíbrio porque se não você não consegue dar conta de tudo. Conselhos assim fazem a gente se sentir melhor e ter a certeza de que lá na frente ás coisas aparecem na hora certa. 🙂

E aí, vocês estão tendo equilíbrio na vida? Aceito dicas 😉

Semana passada resolvi dar um tempo para mim, andava muito cansada mentalmente para fazer posts. Mais não deixei de atualizar a fan page do blog e inclusive respondi todos os e-mails que recebi. Hoje o post é diferente dos temas expostos aqui no blog. É um desabafo de marcas que desejam ser divulgadas no blog, sem retorno nenhum para quem escreve e posta.

Há 2 anos atrás criei o blog, no intuito de informar e compartilhar informações de interesse feminino. O principal foco foi sempre ajudar todas as mulheres a saberem se vestir sem precisar gastar muito. E durante esses 2 anos muita coisa mudou em relação ao mundo dos blogs. Sem deixar de lado a competição que alguns insistem em ter, em razão de ser melhor que os outros e menosprezar aqueles que já fazem sucesso há muito tempo na rede. Deixando bem claro, eu acho que o campo da blogosfera é enorme e tem espaço pra todo mundo, basta você acreditar naquilo que escreve e trabalhar bem com isso, tendo em dia organização, disciplina e criatividade.

Me lembro que quando criei o blog o mundo de esmaltes não fazia tanto sucesso como tem feito ultimamente. As marcas viram que a mulher estava ficando ainda mais vaidosa e consumista, não perdeu tempo e criaram milhões de esmaltes com efeitos mágicos e diferentes que deixasse as unhas da brasileira ainda mais estilosa. O mundo da maquiagem sempre foi bem queridinho por aqui, as marcas internacionais sempre souberam conquistar as mulheres e as marcas brasileiras seguiram no mesmo estilo e cada vez crescem mais com isso. E as marcas de roupa e sapatos, não ficaram atrás, apostaram em tendências que bombam lá fora e estão sabendo bem lidar com o comércio eletrônico, já que promete ser a grande ferramenta de vendas para o futuro.

Mais e as marcas com divulgação, aonde entram nesse conjunto? Depois desse breve resumo de tudo o que mudou durante esse período na rede. As marcas ainda insistem em mandar material e informações para postarmos no blog, sem que aja um reconhecimento para o blogueiro e inclusive para o leitor. Algumas ainda insistem em mandar e-mail novamente, pedindo ou melhor, implorando para que a notícia seja postada. Já recebi várias propostas e muitas delas com propagandas nada a ver com o conteúdo do blog. No começo cheguei a postar assuntos essas propagandas, pois não entendia tanto desta questão de divulgação em blogs e o retorno que isso poderia dar.

Atualmente, eu deixei de lado os interesses das marcas, algumas ainda insistem em mandar e-mail para que a notícia venha a ser postada no blog. Mas quando você olha o conteúdo e vê que não combina com os assuntos do seu blog, você deixa de lado ou ignora. Eu venho mudando esse costume e tenho respondido as marcas que ainda entram em contato comigo. Prefiro dizer que não me interesso pelo conteúdo.

E vocês, como lidam com as marcas?

Beijokas!