Faz tempo que eu não faço resenha completa de um filme aqui no blog, né? É que não tenho encontrado tantos filmes bons por aí, como sempre digo com bom roteiro, atuações boas, trilha sonora e fotografia o conjunto da obra como um todo. Estamos no meio do ano e ainda tem muito filme bom para acompanharmos, assim que eu ver compartilho aqui no blog com vocês. 😉

fundamentals-of-caring

O filme de hoje é The Fundamentals of Caring que recentemente estreiou no Netflix. É um drama levemente com cenas de comédia e tem carinhas conhecidas como Paul Rudd, Craig Roberts e Selena Gomez. No longa, Benjamin (Paul Rudd) é um escritor que encerra seu trabalho temporariamente depois de sofrer uma tragédia pessoal. Recluso, ele decide ocupar seu tempo em um curso para cuidar de pessoas com deficiência física. Logo, ele se torna o cuidador de Trevor Conklin (Craig Roberts), um jovem de 18 anos que sofre de distrofia muscular, condição que causa atrofia rápida dos músculos e que o impossibilita de andar e movimentar seu corpo.

Por causa das dificuldades que a distrofia causa, Trevor tem uma rotina estabelecida e se protege com um humor ácido e irônico. Com o tempo, Benjamin se incomoda com o tédio que Trevor se impõe e o convence a fazer uma road trip, visitando lugares como o curral da maior vaca  do mundo e o poço mais profundo do mundo. No caminho encontram Dot (Selena Gomez), por quem Trevor se apaixona, ambos acabam resgatando ela da estrada e a carregam junto para sua aventura. Podemos perceber no decorrer da história o quanto as experiências trágicas de ca um são importantes para amadurecerem.

selena-gomez-the-fundamentals-of-caring-imagens

O filme trata das relações de paternidade dos três personagens principais. E mostra que mesmo convivendo com uma doença irreversível é possível correr atrás dos seus sonhos e corrigir os erros do passado. Os personagens conseguiram manter uma ótima conexão nas cenas, a fotografia é bonita e lembra filmes antigos, sabe? O longa é leve e cheio de reflexões pra você pensar a respeito de como você leva a vida e trata as pessoas. 🙂

Confira o trailer:


E aí, você já assistiu?

Faz tempo que eu queria trazer mudanças para o blog e como a tag Sessão Pipoca agrada muitas pessoas, resolvi expandir o assunto. Pelo menos uma vez no mês vou compartilhar 3 filmes que eu assisti no Netflix, sei que tem gente que adora ficar horas por lá e não consegue baixar filmes pela internet, problema resolvido, certo? Mas ó a resenha de um único filme como faço de costume vai permanecer, achei legal trazer este tipo de post porque podemos trocar ideia de variados gêneros de filmes, beleza?

1) Tirando o Atraso 

tirandooatrasofilme

Se você adora Zac Efron o filme é pra você assistir. Um dia após o funeral de sua avó, Jason (Zac Efron) fica responsável de levar seu avô, Dick Kelly (Robert De Niro), até Boca Ratón, na Flórida. Faltando poucos dias para ele se casar com a controladora Meredith (Julianne Hough), a viagem não o agrada nenhum pouco. Com a proximidade do evento, há várias pendências a resolver acontece que Jason e Dick estão se divertindo em outro lugar. É uma comédia bagunçada como as das antigas que já acompanhamos e conhecemos. Vai te garantir boas risadas! 😛

2) Linha de Ação 

linhadeacao

Gosta de ação e investigação? Vai curtir este filme! Nicholas Hostetler (Russell Crowe) é o prefeito de Nova York, ambicioso e arrogante, ele se prepara para a reeleição dentro de alguns dias. Ele contrata Billy Taggart (Mark Walberg), um ex-policial que caiu em desgraça na corporação, para investigar quem é o amante de sua esposa. Billy aceita a tarefa pelo dinheiro prometido. Porém, ele descobre que Nicholas tem outras intenções por trás da investigação encomendada. Atuações muito boas é um ótimo filme!

3) Já Estou com Saudades 

jaestoucomsaudades

É um filme bonito de ser assistido porque tem uma história legal e emocionante, fiz resenha aqui. Jess (Drew Barrymore) e Milly (Toni Collete) são melhores amigas desde a infância. Milly se casou, teve 2 filhos e construiu uma carreira de sucesso, Jess decidiu levar uma vida tranquila ao lado do marido. Após se submeter a um tratamento, Jess enfim consegue engravidar. A notícia vem justamente quando Milly descobre ter câncer de mama e precisa passar pela quimioterapia, é nessas horas que apoio da super amiga e da família aparecem.

E aí, qual você já assistiu? Recomenda algum outro filme parecido com os citados acima?

Na última semana não assisti nenhum filme novo, daí relembrei dos filmes que já assisti e não comentei aqui e um deles é Joy – O Nome do Sucesso. O filme é com os atores queridinhos Jennifer Lawrence e Bradley Cooper, a conexão dos 2 como sempre é muito boa. O longa tem uma história bonita e interessante, mas não assistiria ao filme de novo, algumas partes achei bem monótonas, sabe? Como sei que muitas pessoas ainda não assistiram, resolvi compartilhar porque vai que você gosta! 😉

joytop

O filme conta a história de Joy (Jennifer Lawrence) desde criança foi muito criativa, mas uma briga familiar a fez repreender suas habilidades. Alguns anos se passam e Joy se vê amargurada pela sua vida comum, com um casamento acabado, dois filhos e tendo que ajudar a limpar a bagunça que sua família faz. Até que um dia, após se cortar limpando um vidro quebrado, ela tem a ideia de inventar um esfregão diferente, para evitar que as pessoas toquem os panos de chão, e assim ela resolve mudar de vida, se aventura nos mundos dos negócios e tenta levar sua invenção para frente.

Joy é intensa e encara os fatos da vida com veracidade e entusiasmo. Tanto é que durante o seu projeto do esfregão ela passou por poucas e boas até que as pessoas entendessem o que ela realmente queria vender. Na história temos todos os problemas comuns e incomuns, que podem ocorrer com um novo projeto e quando achamos que isso acabou.

Joy-o-nome-do-sucesso

Por mais que a família de Joy seja uma bagunça, o apoio é fundamental nos momentos em que as coisas ficam complicadas no caminho. A sintonia de Jennifer Lawrence e Bradley Cooper é ótima, assim como em outros filmes que eles já fizeram. Particularmente, acho a atuação da JLaw sempre igual, por mais que os papéis sejam diferentes. A fotografia lembra bastante filmes antigos, o que é bem bonito de se ver.

Confira o trailer:

Você já assistiu?

Eu não sei vocês, mas tem dias que eu gosto de procurar filmes antigos que eu ainda não assisti para ver, joguei no google mesmo nome de filmes com histórias marcantes e encontrei Oranges and Sunshine (2010), fui ler a sinopse e achei interessante!

oranges-and-sunshine

O longa conta a história de Margaret Humphreys (Emily Watson) uma assistente social dedicada funcionária do governo em Nottingham, é procurada por uma moça australiana que alega ter nascido na Inglaterra e sido ilegalmente transportada de navio, junto com outras centenas de crianças desacompanhadas para a Austrália. Disposta a investigar o caso, Margaret acaba descobrindo um terrível esquema de tráfico “consentido” praticado no passado por autoridades de seu país, quando crianças órfãs, pobre e geralmente filhos de prostitutas e mendigos eram deportadas para os países colônias do Reino Unido, onde estavam predestinadas a conviver com rotinas de abusos físicos e psicológicos.

filmeorangeandsunsh

Quando o escândalo vem à tona, um grupo de adultos que fazia parte das crianças traficadas formam uma organização para apoiar e financiar a busca por suas famílias perdidas. A exposição do escândalo e a pressão da opinião pública sobre os governos da Inglaterra e Austrália começam a incomodar e colocam a vida de Margaret em risco, já que ambos começam a desacreditar em seu trabalho.

Confira o trailer:

O filme apresenta histórias emocionantes de luta e coragem, além de belas atuações e comoventes relatos dos maus-tratos sofridos pelas crianças, é um drama cativante sobre um tema polêmico e pouco conhecido do grande público. Destaque para atuação do ator Hugo Weaving, na cena em que pede ajuda a Margaret para reencontrar a mãe que nunca conheceu e descobre que ela faleceu um ano antes. Impossível não se emocionar (caiu algumas lágrimas aqui, snif)

A boa notícia é o que filme está no Netflix! 😀

Já assistiram?

A premiação do Oscar já está quase batendo na porta (28 de fevereiro) e ainda temos 2 filmes para resenhar, o de amanhã e semana que vem tem o último (tá rolando Maratona Oscar hoje para adiantarmos os trabalhos, ok?) Se você ainda não assistiu os outros filmes que falamos aqui, vale dá uma pausa no final de semana e conferir, tem muito filme bom e entre eles é o de hoje Spotlight: Segredos Revelados, ao ler esse título e a sinopse não me chamou tanta atenção, mas ao ver o filme mudou completamente e eu te conto o porque.

spotlightsegredosrevelados

Spotlight: Segredos Revelados é um drama baseado em fatos reais e com uma crítica social importante atualmente: a verdade por trás dos escândalos sexuais envolvendo padres católicos. Ainda que aborde um tema tão delicado e cheio de polêmica, o filme consegue retratar fielmente a história real. Um renomado jornal dos EUA, o Boston Globe junto a um grupo de jornalistas investiga um escândalo de pedofilia na Igreja Católica em Boston.

spotlightfilme

Aos poucos a equipe de jornalistas encontram pistas e informações sobre os abusos de padres em crianças, um ponto forte do filme é que mostra como a sociedade prefere ignorar fatos inaceitáveis por causa do poder de quem as realiza. Os padres foram acobertados pela Igreja Católica e advogados jamais acusados formalmente e continuaram exercendo suas funções após serem realocados e mantendo o sistema de pedofilia vivo. O drama nos mostra todas as dificuldades, barreiras, resistência dos próprios colegas de trabalho e determinação da equipe do Boston Globe em ir atrás do tema, passando até pelo 11 de setembro que aconteceu no meio da investigação.

filmespotlight

Spotligh é um ótimo filme e vale a pena ser assistido por todos independente de sua religião, o filme alcança verdadeiros momentos de drama, sensibilidade diante de histórias tristes e emocionantes, mas consegue manter a crítica de encarar os fatos sem sensacionalismo e hipocrisia. O elenco do filme é incrível e tem nomes de peso: Rachel McAdams, Michael Keaton e Mark Ruffalo e suas belíssimas atuações!

Confira o trailer:

O filme concorre as categorias de Melhor FilmeMelhor Roteiro Original e Melhor Diretor (Tom McCarthy)

Tô na torcida para que o filme vença! Já assistiram?

Maratona Oscar: O Regresso

Olá pessoal, como estão? Minhas últimas semanas tem sido puxadas, mas nada que não dê para aguentar. Enfim, continuando a maratona do Oscar, para hoje o filme escolhido é o queridinho das críticas e olha, com razão. O Regresso (The Revenant, 2015) é um drama baseado no livro homônimo de Michael Punke que é inspirado na história real de Hugh Glass.

o regresso 1_

Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) é um comerciante e explorador que ganha a vida vendendo peles de animais. Querendo ganhar mais dinheiro aceita ser guia de uma viagem junto com seu filho Hawk (Forrest Goodluck). Ao ser atacado por um urso, Glass fica seriamente ferido e sem condições de seguir viagem sem ajuda, ele então é abandonado no meio do nada por seu parceiro John Fiztgerald (Tom Hardy). Porém mesmo com tudo apontando para a sua morte, Glass sobrevive e inicia uma viagem em busca de vingança contra Fitzgerald.

o regresso 2_

Antes de tudo: LEO, AGORA VAI!!!! Enfim, O Regresso é um filme maravilhoso, com uma história pesada e passada de força muito eficiente. Eu achei ele um pouco cansativo por ser muito longo, mas isso não interfere em nada na apreciação do longa. O filme mostra o que o amor e o desejo de vingança não fazem com uma pessoa. O cara driblou a morte umas mil vezes só para poder honrar o filho. A atuação de Leonardo DiCaprio foi perfeita. Se esse homem não ganhar o Oscar esse ano, eu vou ficar bem chateada.

Tenho que destacar também a fotografia deslumbrante do filme. A locação de O Regresso é um postal por si só. Mas o diretor de fotografia está de parabéns. A indicação na categoria não foi a toa. Eu li em alguns sites sobre as gravações e descobri que o longa foi todo rodado em luz natural, sem o uso de qualquer equipamento. E olha, que trabalho perfeito. Emmanuel Lubezki merece muito ganhar.

o regresso 3_

O Regresso bateu o recorde de indicações ao Oscar, totalizando 12. Além do Leonardo DiCaprio ter sido indicado a Melhor Ator e o Emmanuel Lubezki a Melhor Fotografia, Alejandro Iñárritu recebeu a de Melhor Diretor. O trabalho tá lindo, mas acho que, infelizmente, esse ano ele não ganha, já que ano passado ele levou o prêmio com Birdman (2015). Porém nunca dá pra saber o que se passa na cabeça da Academia. Vamos aguardar o dia 28!

Confira o trailer!

Alguém já assistiu O Regresso? O que achou?

Espero que tenham gostado. Semana que vem tem mais!

Voltamos na quinta-feira com os posts, tá? Bom Carnaval!