Sessão Pipoca: Nocaute

Entre o vai e vem das minhas escolhas não tão exclusivas na hora de selecionar um filme legal para compartilhar aqui o desta semana pode agradar ou não muita gente. Isso porque o filme envolve drama e ação e tem Jake Gyllenhaal como boxeador no elenco o que faz muita mulheres deixar outros filmes de lado para ver o gato na telinha.

Nocautefilme

Nocaute acompanha a história do boxeador Billy Hope (Jake Gyllenhaal) ele foi criado em um orfanato em Nova York e conseguiu tudo através do esporte, inclusive sua carreira de boxeador. No auge da carreira, ele nunca perdeu uma luta, sua esposa Maureen (Rachel McAdams) não tem certeza de quanto tempo ele vai aguentar essa vida. O casal tem uma filha de 13 anos a pequena Leila (Oona Laurence) eles moram numa mansão enorme e cheia de carros de luxo.

Nocaute - Jake Gyllenhaal

De repente tudo vira de cabeça pra baixo, Billy se encontra com um boxeador rival e os dois começam uma briga, Maureen tenta separar os dois com ajuda de outros homens e acaba levando um tiro. Billy sem nenhum dinheiro no bolso acaba se envolvendo com álcool, após um acidente de carro ele perde a custódia de sua filha. Sem saber o que fazer ele corre atrás de um emprego para tentar reerguer sua vida e a confiança de sua filha novamente. Ele procura emprego em uma academia e por lá encontra o treinador Tick Will (Forest Whitaker) um homem que valoriza as qualidades e fraquezas, principalmente de seus alunos por estarem na luta.

Confira o trailer:

Não é preciso mencionar que a atuação de Jake está impecável, aparência de um boxeador profissional, porte físico condizente e expressões realistas e marcantes. As poucas cenas feitas com Rachel demonstram uma ótima conexão entre os dois. Achei algumas cenas do filme bem entediantes, mas gostei do filme.

Assisti o filme aqui.

E vocês, já assistiram? Gostam de filme neste estilo?

Tenho intercalado minha sessão pipoca aqui em casa entre filmes de ação e comédia romântica, mas gosto bastante de gêneros como drama e suspense aquele de leve sem sustos e que não te dão medo, sabe? Ainda quero explorar melhor filmes que seguem este estilo e compartilhar com vocês. Escolhi Lugares Escuros um drama cheio de mistérios e que envolve histórias do passado. O longa é uma adaptação do livro da autora Gillian Flynn a mesma que escreveu Garota Exemplar.

lugares-escuros-3

O filme narra o drama familiar de Libby Day (Charlize Theron) quando ela era uma criança de sete anos e viu sua família ser assassinada. A garotinha estava presente no momento do crime e conseguiu escapar, mas não sem esquecer tudo aquilo. Libby acusou seu irmão mais velho Ben (Tye Sheridan) pelos crimes e ele foi preso pelo assassinato da mãe e das duas irmãs, na época Ben mantinha um relacionamento com Diondra (Chloe Grace Moretz). Por conviver com este passado caótico Libby nunca conseguiu estabelecer uma relação de confiança com ninguém, permaneceu isolada dos familiares e amigos.

lugaresescurosfilme

Passado alguns anos, Libby estava com os dias contados, pois o dinheiro que ela havia recebido na época dos assassinatos por doadores comovidos pela tragédia estava chegando ao fim. Ela tornou-se uma mulher apática, seca por dentro e difícil de conviver. Até que um grupo chamado Kill Club procurou Libby com o interesse de a contratar para dar mais detalhes daquele trauma que abalou muitas pessoas.

É procurando por mais informações sobre o crime e com a ajuda de Lyle (Nicholas Hoult) é que ela começa a cavar o passado. Libby nunca havia entendido a intensidade dos fatos que a cercaram quando criança, e é aí que as pistas começam aparecer. Há muitas informações no ar e algumas estão soltas e confusas. Aos poucos Libby e Lyle conseguem desvendar os culpados daquele crime que levaram as pessoas que ela mais amava.

Confira o trailer:

O filme possui muitos detalhes e as cenas variam numa sequência entre o presente e o passado é como um quebra cabeça, as peças começam a surgir na medida em que Libby dá mais atenção aos fatos e as pessoas que estavam próximas de sua família. Gosto bastante da atuação da Charlize ela é impecável em todos aspectos assim como Nicholas Hoult. Não li o livro, mas gostei bastante do filme espero que tenha seguido fiel a história!

Quem já leu o livro ou viu o filme?

Semana começou bem com feriado pra gente curtir mais um pouquinho a nossa preguiça, atualizar as leituras e os filmes também. Assisti alguns filmes durante o fim de semana + feriado e foram poucos que eu quis compartilhar com vocês. Sou exigente quanto à filmes se ele não possui um enredo interessante, atores com uma conexão boa e trilha sonora eu passo e não compartilho com vocês, In Your Eyes não dei muitos créditos quando comecei a ver mas acabou me surpreendendo bastante! 😀

zoekazan

A história do filme gira em torno de Rebecca (Zoe Kazan), esposa de um médico renomado em Connecticut. Eles são ricos e frequentam jantares de gala todos os dias. No entanto, Becca carrega uma vida vazia sem muitos planos é como se ela esperasse por algo novo acontecer e tudo permanece igual. Dylan (Michael Stahl-David) mora em um trailer, trabalha em um lava jato, é um ex presidiário pegou 2 anos de prisão e agora está tentando levar a vida no Novo México, porém esta tarefa é um pouco complicada de ser seguida, visto que seus ex parceiros de crime estão o tempo todo incentivando o roubo.

inyoureyes

A vida de Becca não é nada parecida com a de Dylan, mas eles estão conectados desde a infância por pensamento. Eles estiveram juntos nos piores momentos de suas vidas, sem saber o certo o que era aquilo, aquela conexão de ver e sentir tudo ao mesmo tempo. Até que um dia os dois se “descobrem” e a comunicação entre os dois flui como se eles se conhecessem pessoalmente. O mais interessante é que a relação entre os dois é pura e verdadeira é como se o destino estivesse escrito aquele romance metafísico.

O começo do filme é morno, sem muitas cenas e diálogos acontecendo quando os dois se descobrem é que a história fica mais emocionante e você não vê a hora de saber o que acontece até o final. 😛

Confira o trailer:

Tem no Netflix e eu Assisti legendado aqui ó. E vocês, já assistiram este filme?

2015 realmente está trazendo filmes muito bons, sorte a minha que estou conseguindo acompanhar grandes estreias e o melhor de tudo isso é poder compartilhar com vocês. Depois de ler várias resenhas em blogs e sites sendo a maioria delas positiva a minha curiosidade só aumentou para assistir A Incrível História de Adaline, um filme super gostoso de ver neste inverno maravilhoso e com uma atriz que eu adoro bastante Blake Lively.

aincrivelhistoriadeadaline

O filme retrata a história de Adaline Bowman (Blake Lively) uma jovem nascida no século XX que ao sofrer um acidente de carro foi marcada por um fenômeno sobrenatural que fez com que ela parasse de envelhecer e aparentar 29 anos, a partir disso sua existência a tornou solitária. Várias décadas se passou e Adaline conhece o carismático e charmoso Ellis Jones (Michiel Huisman) em uma festa de ano novo. Ellis se encanta com Adaline e faz de tudo para conquistá-la acontece que ela não se permite criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado.

Porém, ao passar um final de semana com os pais de Ellis (Harrison Ford e Kathy Baker) Adaline se reencontra com o grande amor de épocas passadas, o pai de Ellis foi seu namorado no passado. Quando os dois se reencontram toda história que eles viveram retornam em suas memórias. William, pai de Ellis não consegue tirar os olhos de Adaline porque sabe que ela é a mesma pessoa que ele se apaixonou anos atrás.

IncrivelHistoriaAdaline3

Ao passar o final de semana na casas dos pais de Ellis, a família se reúne para um jogo com vários fatos históricos. E Adaline responde na ponta da língua todos os fatos que ela viveu da época. Em um dia chuvoso, Adaline sai para caminhar e William vai atrás dela para tirar a dúvida de sua cabeça quando ele a encontra não há mais o que esconder.

Confira o trailer:

A escolha de Blake Lively para interpretar Adaline foi sensacional, o figurino é incrível. A fotografia do filme é outro ponto que não posso deixar de mencionar é um brilho a mais pra quem é apaixonado por este universo.

E aí, você já assistiu?

A sexta oficial nem chegou mais nós fizemos questão de adiantar os trabalhos aqui no blog. Pelo jeito, esta semana vai passar voando, afinal sempre quando tem feriado parece que o tempo voa, não é mesmo? Inclusive, resolvemos tirar os dias de folga e adiantar o post que costuma ir ao ar toda sexta-feira e trazê-lo para hoje, assim dá tempo de você pesquisar e baixar o filme para curtir no feriadão.

HomensMulhereseF

Tem alguns meses que eu assisti este filme e me fez refletir tanto que eu achei justo compartilhar com vocês também. A história do filme trata sobre questões sociais como a cultura dos videogames, infidelidade, anorexia, busca pela fama e pornografia no qual envolve crianças, jovens e adultos. Tudo começa com a história de um grupo de adolescentes do ensino médio e de seus pais enquanto tentam lidar com as diversas maneiras nas quais a internet mudou suas formas de se relacionar, comunicar, mostrando como as relações amorosas e a auto-imagem podem ser destruídas à qualquer custo.

Na medida em que cada personagem aparece fatos são relatados de modo natural, dramático e verdadeiro, são situações comuns do dia a dia. Podemos perceber a variedade de caminhos que as pessoas escolhem, alguns são dolorosos outros cheios de esperança e fica evidente que ninguém está imune a esta enorme mudança de comportamento social que acontece a todo momento através de nossos telefones, tablets e computadores.

MEN, WOMEN & CHILDREN

Homens, Mulheres e Filhos me fez perceber que é preciso manter o contato olho no olho e dar atenção aos pequenos detalhes da vida. O tempo passa muito rápido e ás vezes não valorizamos quem está do nosso lado querendo atenção, precisando de um abraço, de um beijo carinhoso, de uma palavra de conforto. Desconectar é essencial para manter a vida conectada com as pessoas que você ama e que estão ao seu lado!

Confira o trailer:

E vocês, já assistiram?

*Amanhã sai o resultado do Concurso Cultural – Ensaio Fotográfico! 😉

Uma das coisas mais legais de assinar o Netflix é a possibilidade de encontrar filmes atuais e antigos também. Ás vezes perdemos a estreia de algum filme por conta da vida corrida e só depois percebemos que ainda não assistimos e quando abrimos a cartela de filmes do aplicativo lá está ele. Foi durante essas buscas por um filme legal em uma sexta-feira chuvosa que eu assisti A arte da conquista.

aartedaconquista

Uma comédia não tão romântica assim e muito dramática, digamos que é um filme fofinho sim, tá? A história se passa na vida de George (Freddie Highmore) um adolescente que não fala muito e vive desenhando, ele está prestes a se formar e possui uma visão pessimista sobre as coisas. Ele não acredita que vale a pena estudar e acha uma bobagem todos aquelas tarefas de escola, detesta desperdiçar os dias investindo num relacionamento, pois todos morremos sozinhos no final da vida. Até quem em um belo dia ele conhece Sally (Emma Roberts) uma adolescente que não se apega ás pessoas.

Ambos carregam seus problemas, George foi abandonado quando criança e Sally tem uma mãe sem noção quando o assunto é sexo. Aos poucos eles vão se aproximando e revelam uma relação diferente um com outro. Ela vê o garoto como um amigo, mas não dispensa a ideia de dormir com ele. E George acaba se apaixonando, embora não assuma o sentimento, porém, acaba caindo na contradição de não acreditar no valor de passar o tempo à procura de alguém para amar.

filmeartedaconquista

O filme traz outros temas como saudades da infância, medo, dores internas, a importância das distrações em meio aos problemas e a mudança do ser humano em sociedade. Na verdade a gente nunca sabe ao certo como as coisas vão acontecer amanhã e muitas vezes somos surpreendidos no meio do caminho, por mais que não seja a direção certa, precisamos seguir em frente, não é mesmo?

Confira o trailer:

Pode ser que o filme não chame tanto a sua atenção de primeira mão. Mas, garanto à você que a história é boa, pois trata de temas reais e profundos que acabam nos tirando uma reflexão bacana sobre a nossa própria vida.

E vocês, já assistiram?