Eu li: Montanha Russa

No ano passado comprei muitos livros e acabei não lendo todos mais no meio dessa seleção não pude deixar uma leitura de fora, o livro da vez foi Montanha Russa da escritora Martha Medeiros. O que posso dizer do livro? Realista, simples e cheio de reflexões pra você carregar pra vida inteira. Mais uma vez Martha nos relata sobre vários assuntos como relacionamento, cultura, amor, decepções e ensinamentos de uma forma clara e objetiva, sem preconceitos e como as coisas devem ser.

“Livro nos dá conhecimento, uma visão aberta da vida e nos ensina a escrever melhor. Não nos torna chatos nem nos salva de sê-los. Chato é quem não nos faz rir.”(pg 37)

MontanhaRussa

“Crescer requer esforço mental. Obriga a tomadas de consciência. Exige mudanças. Crescer é a antirrepetição de ideias, é a predisposição para o deslumbramento, é assumir as responsabilidades por todos os nossos atos, os bem pensados e os insanos. Crescer dá uma fisgada diária no peito, embrulha o estômago, tem efeitos colaterais. Machuca” (pg 184)

Sou suspeita para falar das obras de Martha, pra mim todas são excelentes! Gosto muito do jeito que ela escreve, sem medo, provocando um olhar diferente sob todas as coisas e desbravando nossas expectativas e desejos. Quem gosta de ler crônicas a escritora é um prato cheio para devorar na medida certa, eu recomendo ♥. Dessa vez, li o livro com um marca texto do lado, fui marcando tudo o que eu precisava ler no momento. Simplesmente uma leitura incrível para o começo de ano 😉 .

“O tempo só será generoso na medida em que você usá-lo para fazer coisas mais produtivas: procurar amigos sumidos, praticar um esporte, retomar um projeto adiado, viajar. As atenções têm que estar voltadas para os lados e para a frente”. (pg 109)

Eu li: A culpa é das estrelas

Ano passado ganhei A culpa é das Estrelas como presente de amigo-oculto e tive oportunidade de conhecer a história fantástica do escritor John Green apresentou para o mundo inteiro. A leitura é surpreende, recomendo! Acredito que muitas pessoas já leram o livro. E não se esqueçam, este ano temos o lançamento do filme, não vejo a hora de assistir 😀 .

SDC13340

O livro conta a história de Hazel de 16 anos que luta há 3 anos com câncer terminal. Apesar de saber que não há recuperação, a garota aproveita cada momento da vida, principalmente com seus pais. Por conta da doença, Hazel abandonou a escola e passa as tardes assistindo America’s Next Top Model. As coisas começam a melhorar quando sua mãe insiste para que Hazel participe de um grupo de apoio para jovens com câncer. No meio desse grupo ela conhece Gus, um garoto que perdeu a perna por conta do câncer. Ele é amigo de Isaac, um menino cego com quem Hazel sentia uma atração e pouco tempo depois o garoto acaba se aproximando da menina.

Hazel gosta bastante de leitura e o seu livro favorito é “Uma Aflição Imperial” no qual, compartilha e discute a história do livro com Gus. O livro que ela lê deixa uma curiosidade infinita em Hazel por conta das questões em aberto escritas no livro, ou seja, não definindo um final certo. Fã incondicional do autor, Hazel escreve várias cartas para Peter Van Houten mais não obteve respostas em nenhuma delas. Até que Gus e Hazel viajam ao encontro de Peter Van Houten até a Holanda onde o escritor mora para descobrir se existe um final para o livro que ela tanto ama.

Agora é com vocês, ainda tem muitos detalhes, prefiro não contar para vocês terem a curiosidade de descobrir. O livro é fofo e emocionante 🙂 . Quando comecei a leitura, achei que não choraria em nenhum momento. Algumas partes do livro deixaram meu coração apertado. Mas, eu sabia que uma hora ou outra algum personagem morreria. É a vida, não é? Infelizmente o câncer leva as pessoas que mais amamos.

Durante a leitura favoritei minhas frases preferidas que encontrei no livro.

frasesaculpaedasestrelas

E aí, vocês já leram o livro? Encontraram alguma frase que mexeram com vocês?

O que rolou: Retrospectiva 2013

E a retrospectiva de 2013 chegou e vamos dar uma recaptulada e lembrarmos de tudo que rolou este ano. Pedi ajuda das amigas na hora de fazer esse post, pois queria colocar tudo o que vimos e não aguentamos mais falar/ouvir/ver por aí. Bora lá?

retro2013

Começando pelos livros que a galera não parava de comentar em resenhas de blogs e redes sociais o famoso 50 tons de cinza que gerou/gera polêmica e diversas opiniões a respeito. Algumas pessoas  amam a história do livro outras detestam, vamos aguardar o filme e ver no que dá né? 2015 ta aí gente. Outro livro que não saiu da boca do povo foi A culpa é das estrelas (ano que vem tem filme), ainda não tive a oportunidade de ler, mais quero muito até porque ano que vem tem o filme #játonocinema

Falando das minis fashionistas tivemos o nascimento de North West (filha de Kim Kardashian e Kanye West) que logo mais nos trará tendências e inspirar o guarda-roupa de muitas fofoletes por aí. Haper a filha linda do jogador David Beckham por onde passa a garotinha está toda trabalhada no glamour e nisso temos também Blue Ivy (filha da nossa Diva Master Beyoncé) que não fica atrás.

O Seriado do ano foi Breaking Bad (não vi, mais verei) mesmo após o fim da série o pessoal não parava de comentar no Twitter. Aproveitando o vício por seriados deixo a minha dica para acompanharem Arrow tem ação, tem suspense e tem boy magya, haha!

O filme do ano tivemos muitos lançamentos bons este ano. Acabei escolhendo três filmes, dois deles eram bastante aguardados pelo público.  Quem viu Gravidade em 3D viu, quem não viu perdeu! Os efeitos fizeram com que a gente sentisse emoção e entrasse na história, estrelado por Sandra Bullock e George Clooney o filme conta com uma história cheia de suspense e agonia. Tivemos Thor: O mundo sombrio com sua sequência de aventuras e mistérios que não acabam mais. E o filme mais esperado do ano Jogos Vorazes – Em Chamas que estreou em primeiro lugar nas bilheterias brasileiras, ainda não vi :(.

E a tendência saturada deste ano vai para a moda Beetlejuice mais conhecida como a calça listrada, calça de zebra ou p&b muita gente usou e muita gente odiou. A saia assimétrica foi outra peça que fez muita gente gostar e odiar já que não é uma peça favorável pra todos usarem. E por último o óculo espelhado que virou febre e ganhou como o acessório mais usado deste ano!

retro2013img

Esse ano tivemos vários lançamentos musicais e o melhor deles foi ver a volta de Justin Timberlake que voltou com tudo trazendo dois álbuns cheio de inéditas e performances pra lá de sensuais #WeloveJT. Música do ano foi Daft Punk – Get Lucky que gruda na cabeça e não sai mais. Vídeo babado do ano deu Miley Cyrus com Wrecking Ball né gente? A lambida no martelo deu o que falar hahah. Em relação a álbuns favoritos o meu é o Salute da girlband Little Mix lembra bastante os sucessos de Destiny Child, fica a dica pra quem não ouviu aqui 😉 ae!

O romance está no ar e adoramos ver que Katy Perry e John Mayer estão mais juntos do que nunca, inclusive gravando novo clipe da música “Who You Love”. Noivado fofo do ano vai para Blair gente, ela vai casar!!! Opa, calma hehe, quer dizer Leighton Meester e Adam Brody hahaha. E o melhor casal de volta foi para Ryan Gosling e Rachel Mc Adams pegou todo mundo de surpresa, adorei!!

Enquanto o ano novo não chega já podemos selecionar as tendências de 2014 que mais usaremos. As alpargatas descolada e confortável, acredito que não vai sair do pé de muita gente. O cropped que vem aparecendo em muitos looks das famosas e conquistando as fashionistas de plantão. E pra quem é fã da Disco Pants pode apostar, a calça vai virar hit do próximo inverno!

Tarefa difícil escolher o gato do ano, escolho Jamie Dornan que vai roubar a cena e arrancar suspiros em muitas mulheres interpretando Grey no cinema. Agora meu voto vai para Stephen Amell pouco conhecido no Brasil, mais atua no seriado Arrow, assistam gente, vai valer a pena! 😀

Celebridades que marcaram o ano de cara foi Jennifer Lawrence que esteve presente em diversas premiações e looks baphônicos e conquistou milhares de fãs com seu carisma. Taylor Swift não me agrada em quesitos musicais mais ganhou muitos likes por estar sempre impecável em diversas premiações que aconteceu este ano. Cara Delevigne a modelo queridinha de UK, só deu ela em todas capas de revistas de moda e propagandas de beleza. E pra fechar com chave de ouro Miley Cyrus causadora de polêmicas (mostrando a língua pra todo mundo, cabelo arrepiado, looks no Red Carpet e apresentações bizarras).

E aí, o que marcou esse ano de 2013 pra você? Esqueci de alguma coisa?

Cinco livros para começar a ler!

Toda vez que eu quero falar de um livro aqui no blog. Lembro: minha leitura não está em dia :(, principalmente quando você fica presa lendo sagas que parecem nunca terminar (estou lendo a saga Cidade dos Ossos). Acontece que eu enrolo demais para ler os livros e vou perdendo muitos lançamentos que acontecem durante o ano inteiro. E como podemos ver o final do ano tá quase na nossa porta e a meta de leitura, pelo menos a minha não foi cumprida e a de vocês?

large (7)

Inclusive, alguns meses atrás fiz esse post aqui contando os livros que gostaria de ler esse ano. Os únicos que foram lidos foi Eu Sou o Mensageiro uma história confusa, com muito suspense, porém, interessante. E Um Lugar Na Janela da incrível Martha Medeiros leitura deliciosa e cheia de reflexões pra gente guardar no coração e praticar.

Aproveitei e dei uma olhada nos sites de livros (Submarino, Americanas, Leitura, Cultura, Skoob) para comprar e adicionar mais livros para as leituras futuras e acabei encontrando livros com histórias super legais. Pra quem estiver entrando de férias e vai ficar parado em casa de bobeira esse post é pra você!

a menina que fazia nevar

A Menina que Fazia Nevar

Judith não tem amigos na escola, onde é alvo de gozações, e para encontrar consolo se refugia no mundo de sucata que construiu em seu quarto. Lá, cada dia é um dia, e a vida pode ser incrivelmente feliz graças a sua imaginação. O que nem Judith poderia imaginar é que talvez seu brinquedo seja mais do que uma simples maquete. Pelo menos é o que parece quando ela cobre a Terra Gloriosa de espuma de barbear e a cidade aparece coberta de neve na manhã seguinte.

aIMG_7030

A Seleção

Eu comprarei esse livro simplesmente pela capa, acho linda demais! Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. Além disso, significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa e viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.

IMG_7809

Entre o Agora e o Nunca

Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Entre O Agora e o Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.

01-resenha-de-livro-a-graca-da-coisa

A Graça da Coisa

Desde que a Martha lançou esse último livro eu não vejo a hora de ler! Que estamos cada vez trabalhando mais, ficando mais tempo no celular e no trânsito, nem se fala. Então como sobreviver, ou melhor, como viver em meio a este caos que se transformou a nossa vida?  É deixar ideias pré-concebidas de lado, saber rir de si mesmo, se reinventar; estar aberto para encontrar o amor onde menos se espera, é transformar a ansiedade em sabedoria, é saber ouvir, é um conjunto de pequenas atitudes que, se colocadas em prática, vão nos ajudar a levar uma vida mais desestressada e, de quebra, nos surpreender.

01-resenha-de-livro-como-eu-era-antes-de-você

Como Eu Era Antes de Você

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico.

E aí, qual desses livros te interessou mais?

Resenha: O melhor de mim

Ei, pessoal! Cá estou eu em mais uma quinta-feira, indício de que o fim de semana está chegando (graças a Deus)!

Bom, hoje eu escolhi falar um pouquinho sobre um livro mais recente do Nicholas Sparks. Essa é uma história muito bonita que dá ênfase a um amor de juventude que apesar dos anos nunca enfraqueceu. Eu não sei vocês, mas eu sou uma grande fã do amor verdadeiro (mais do que gostaria de admitir), daquelas que bem lá no fundo acredita em uma alma gêmea escondida por esse mundo afora. O título do livro é O Melhor De Mim, um romance que nos afirma que o primeiro amor deixa marcas para a vida inteira.

O romance se passa em uma cidade pequena, Oriental, onde Amanda Collier e Dawson Cole moraram a vida inteira. Apesar de já terem se visto, foi aos 17 anos que começaram um convívio forte o suficiente para se transformar em uma beleza amizade, que mais tarde viria a se tornar amor.

o-melhor-de-mim-nicholas-sparks-livro-novo_MLB-F-4495880363_062013

Amanda, parte de uma família rica e tradicional, via em Dawson um porto seguro calmo e tranquilo, ao qual podia recorrer sempre que precisava fugir da pressão de seus pais – que não escondiam ser contra o relacionamento deles. Dawson era quieto e solitário, fez de tudo para ser diferente da família de mafiosos e sem caráter na qual nasceu. A garota por quem se apaixonara era a pessoa para quem dava o melhor de si, sem esperar nada em troca. Pressionada pela família, Amanda sugere uma fuga para que os dois possam, enfim, viver em paz. No entanto, Dawson não quer estragar o futuro dela e, acreditando estar fazendo o que é certo, rompe o namoro e decide seguir sua vida sozinho.

 ” – (…)- Ele chutou o chão. – Quando você ama uma pessoa, você precisa libertá-la, não é? Pela primeira vez, um brilho surgiu nos olhos de Amanda. – E, se ela voltar, é porque o destino quis assim ? É isso que você acha que está acontecendo ? Que a nossa vida virou um clichê ? – Ela agarrou o braço de Dawson, fincanco os dedos em sua pele.- Nós não somos um clichê – (…) Vamos encontrar uma maneira.(…)”

Aproximadamente vinte anos depois eles voltam à cidade onde tudo começou. Isso porque o melhor amigo que os dois já tiveram, Tuck Hostetler (um grande destaque no livro), acaba de morrer. O velório do velho amigo os une novamente e desperta sentimentos adormecidos no casal. Diferentes dos adolescentes que costumavam ser, Dawson começa a trabalhar em uma plataforma de petróleo e Amanda se casa e tem três filhos. Ambos ficam surpresos e felizes com o reencontro. Trocam histórias, confidencias, lembranças… Mas nem tudo é felicidade nesse fim de semana. Os primos de Dawson ainda querem vingança, Dawson começou a ver a imagem de um homem que o segue, a mãe de Amanda ainda a controla, e a própria Amanda está infeliz com o grave problema que enfrenta em seu casamento e que irá piorar ainda mais quando o fim de semana chegar ao fim.

 “Dawson era uma dessas raras pessoas que só conseguem amar uma vez – e única coisa que a separação podia fazer com esse sentimento era torná-lo mais forte. (…) Afinal de contas, o amor sempre diz mais sobre quem o sente do que sobre a pessoa amada.”

Dawson é um personagem extremamente apaixonante, em todos os aspectos. A narração é revesada entre os personagens, fazendo com que a leitura flua ainda mais facilmente. Nicholas Sparks tem um dom divino de fazer obras únicas, tocantes, envolventes, e impactantes na medida certa; Obras que exploram até o mais profundo aspecto do amor, através de palavras que se tornam inesquecíveis em nossas mentes e em nossos corações.

Convenhamos, parece uma história clichê… E é de certa forma, o que torna interessante é o modo que Nicholas Sparks coloca a história, o envolvimento dos personagens, os diálogos. Além do romance, há uma pitada de drama, sobrenatural e ação por conta da família criminosa de Dawson. O final desperta um misto de sentimentos no leitor, até hoje não consegui me decidir se gostei ou não, mas posso dizer que não poderia ter sido de outra forma melhor a não ser a que Nicholas Sparks escreveu:

“Porque você não é só alguém que amei no passado. Você era minha melhor amiga, a melhor parte de quem eu sou, e não consigo me imaginar desistindo disso outra vez. – Ele hesitou, buscando as palavras certas. – Eu lhe dei o melhor de mim e, depois que você foi embora, nada jamais voltou a ser o mesmo” – Dawson.

Observação: Um filme baseado no romance está vindo por aí! Aguardando ansiosa 😀

Até a próxima, gente!

Beijinhos!

Bom dia, galera!

Há alguns dias eu assisti o novo filme da série do Percy Jackson – Percy Jackson e o Mar de Monstros – com o queridinho Logan Lerman e lembrei de um filme muito especial que eu assisti nas férias de verão. Vocês já devem ter lido/assistido/ouvido falar de As Vantagens de Ser Invisível, certo? Caso a resposta seja não, agora você vai ficar conhecendo! As Vantagens de ser Invisível, uma das adaptações mais esperadas do ano, foi publicado em 1999. No entanto, apenas uma década depois anunciaram a produção de seu filme, o que despertou o interesse do público, principalmente por causa do elenco.

O drama acompanha um garoto de 15 anos, Charlie (Logan Lerman) no momento de sua entrada no colegial em Pittsburgh. Charlie é um garoto muito solitário, sensível e ao mesmo tempo muito observador. Ele escreve cartas para um amigo que se foi, seu único amigo a quem podia confiar. Ele próprio narra sua história de uma forma muito parecida com um diário e é como se ele estivesse contando a quem assiste o que tem acontecido em sua vida, apesar do falecido amigo ser o “ouvinte”. Ele compartilha apenas seus pensamentos, sentimentos e os acontecimentos mais importantes da história.


Charlie começa contando o que ele pensa sobre a escola, o que aconteceu com seus antigos amigos e em alguns momentos relembra sua infância.  O garoto é do tipo que vê o significado das coisas, ele observa, analisa, questiona e apesar disso ainda é inteiramente inocente. Ele tenta participar, fazer amizades e ser um garoto normal, mas apesar de seus avanços durante toda a história ele não chega a mudar muito neste sentido e continua preso a suas lembranças e sentimentos do passado.Permanece um tempo solitário até que faz amizade com Sam (Emma Watson) e Patrick (Ezra Miller) que são veteranos da escola, não muito populares mas que o aceitam e o acolhem em seu grupo. É ai que toda a sua realidade muda, ele sai daquele torpor e começa a realmente viver todas as experiências da adolescência. Quando sua vida social começa a melhorar, Charlie vai a festas e se diverte com seus amigos, inclusive fica com uma garota, apesar de ser apaixonado por Sam.


Essa é uma sensível história de amizade, descobertas e romance. A frase “Nós aceitamos o amor que pensamos merecer” rendeu boas reflexões. As Vantagens de Ser Invisível emociona, encanta, nos faz relembrar o passado e almejar novas amizades como as que acompanhamos ali. Você se identifica imediatamente com Charlie e faz dele seu melhor amigo durante aquelas duas horas. Não importa a idade, todos podem encontrar um pouco de si em Charlie.

Se você ainda não leu/assistiu, não perca tempo! Caso já conheça, nos conte o que achou!

Beijinhos!