No final do ano passado tentei ler pelo menos um romance policial, mas acabou que não deu tempo. Daí, no início de janeiro olhei minha pastinha de livros digitais e encontrei Fantasma do meu autor favorito nacional Luiz Garcia. Já li alguns livros do autor e cada vez mais me apaixono pela narrativa cativante e misteriosa. O melhor de tudo é que a história se passa no Rio de Janeiro, assim fica mais fácil de se aventurar nos casos de assassinatos em que Espinosa precisa investigar.

Em uma noite que parecia tranquila nas ruas de Copacabana um estrangeiro desce de um táxi com uma mala de viagem e assim que dá alguns passos é assassinado. E pelo visto, ninguém sabe o que realmente aconteceu e o porque da morte daquele homem. Na rua do crime, uma mulher gorda sentada à beira da calçada na avenida se sente confortável vivendo em pedaços de papelão, por ser uma pessoa fina e educada todos a chamam de Princesa. Apesar de viver nestas condições, Princesa não descuida da aparência, cuida dos cabelos, passa batom e arruma seu vestido sempre que recebe a visita do delegado Espinosa.

fantasmalivropdf

Fantasma – 216 páginas – Luiz Alfredo Garcia

O delegado começa a frequentar diariamente o local em que Princesa vive levando café da manhã para ela, afim de descobrir pistas e quem levou a mala do estrangeiro e porque houve aquele assassinato. Aos poucos Princesa vai revelando os fatos, por outra hora misturados com sonhos reais e momentos íntimos de sua vida. Isaías é um grande amigo de Princesa e ele sabe que a amiga viu alguma coisa, porém, ela não se lembra. Assim que o corpo do estrangeiro vai para o necrotério a delegacia em que Espinosa trabalha divulga uma nota sobre a morte do homem para encontrar os familiares da vítima. Uma mulher chamada Laura comparece a delegacia afirmando ser irmã da vítima e o corpo é levado por ela.

Após isso, novos fatos surgem e Espinosa descobre que Laura não é a irmã verdadeira do estrangeiro. O delegado corre atrás de informações para descobrir quem é esta mulher e qual é o verdadeiro interesse dela com o morto e a mala dele. Depois do aparecimento de Laura, os cachorros de Isaías são envenenados e muitos outros acontecimentos ocorrem deixando Espinosa cada vez mais preocupado, pois precisa proteger Princesa já que agora corre risco de vida também.

E aí, quem você acha que matou o estrangeiro? Seria Princesa ou Isaías? E o que tem dentro da mala? Deixo essas indagações para vocês ficarem curiosos para ler o livro. Impossível não se envolver com a história para saber quem realmente matou o estrangeiro. Particularmente, eu não gostei do final do livro, mas a história em si é envolvente e cheia de reviravoltas.

Mesmo não sendo o meu livro favorito do Luiz Garcia quero continuar a ler outras obras do autor. Afinal, cada romance policial possui um enredo cheio de mistérios e faz com que nós viramos investigadores, não é mesmo?

E vocês, já leram Fantasma? Gostam de ler romance policial?

Responde a pesquisa do blog, pra mim? Aqui ó