Olá pessoal, como estão? Vamos falar sobre esse frio? AMO/SOU esse clima maravilhoso, mas é tão difícil ter que sair da cama de manhã cedo. Sério, todo dia é uma vitória. E essa época gostosa de festas juninas? Aí senhor, será que a gente pode ficar em Junho/Julho para sempre? Enfim, vamos logo ao que interessa, ao filme da semana. Gente, já vou começar falando que eu estava mega ansiosa para a estreia de Divertida Mente (Inside Out, 2015), a mais nova animação dos estúdios Pixar. Desde o ano passado, quando saiu o primeiro trailer eu já tinha uma certeza quase absoluta que eu iria amar o filme e olha, amei mesmo. Saí do cinema apaixonada.

divertida mente 1_

Riley é uma garotinha de 11 anos que vive uma vida bem agradável em Minessota, nos Estados Unidos. Quando seus pais decidem se mudar para São Francisco, a menina começa passar por alguns problemas emocionais. Dentro da cabeça de Riley, vivem os cinco principais sentimentos que ajudam na formação de personalidade dela: a Alegria, a Tristeza, a Nojinho, a Raiva e o Medo. A líder da “sala de comando” é a Alegria, que tem como objetivo fazer com que a vida de Riley seja sempre feliz, fazendo o possível para que a Tristeza não interfira nos seus planos ou que a Raiva extrapole os limites.

Quando as “memórias base” de Riley se perdem, Alegria e Tristeza acabam sendo sugadas e expelidas para o local onde ficam todas as memórias de longo prazo da menina. Elas então começam a percorrer as ilhas de personalidade de Riley para que consigam voltar a sala de comando, onde o Medo, a Nojinho e a Raiva tentam manter o controle, enquanto a vida da garotinha vai mudando radicalmente.

divertida mente 2_

Gente, Divertida Mente é com certeza a coisa mais fofa que vocês vão assistir por um bom tempo. É impossível não se apaixonar pelas cinco emoções e como não se identificar com Riley passando por mudanças tão drásticas no início da adolescência? E olha os estudantes de Psicologia vão pirar! O filme trás tantas possibilidades de análise! Vai desde a formação de sonhos até a depressão. Sem contar que mostra como momentos de tristeza são importante na nossa vida e que ás vezes tudo que a gente precisa fazer é chorar, porque faz sim muito bem, é bom colocar tudo pra fora.

Divertida Mente é um filme para todas as idades, mas os adultos podem curtir um pouco mais, já que a gente entende a sagacidade da história um pouco mais rápido. Porém isso não quer dizer que as crianças não vão gostar e amar igualmente. Com certeza é um filme que vale a pena assistir diversas vezes, porque é desses que a gente sempre vai descobrir algo novo a cada assistida.

Alguém já foi conferir Divertida Mente? O que achou?

Espero que gostem. Semana que vem tem mais!

Beijos

Olá pessoal, como estão? Gente, alguém vai ou foi em algum show do Backstreet Boys aqui no Brasil? Eu não vou em nenhum e devo dizer que estou chateadíssima. Saudades deles aqui em Brasília. Para alimentar essa doença eu passei a semana escutando só eles e até botei uns amigos do meu irmão pra cantar junto. Enfim, vamos logo ao assunto, como hoje é dia dos namorados eu escolhi uma comédia que dá pra assistir com o boy ou a girl. Two Night Stand (não tem tradução, pois o filme nem foi lançado no Brasil) é uma comédia romântica lançada ano passado.

two night stand 1_

Megan (Analeigh Tipton) é uma jovem recém formada e desempregada que mora com a amiga Faiza (Jessica Szohr) em um apartamento em Nova York. A garota acabou de sair de um relacionamento e não sabe que rumo dar para a sua vida. Uma noite ao perceber que amiga está mais perdida que tudo, Faiza sugere que Megan saia mais de casa e entre em algum site de relacionamento para conseguir uma noite de sexo sem compromisso. Ela que já está meio derrotada na vida aceita a dica e assim ela conhece Alec (Miles Teller). Após uma noite desastrosa, Megan e Alec brigam e quando ela vai embora da casa do rapaz, eles descobrem que uma nevasca parou a cidade e que a porta de saída está completamente bloqueada pela neve. Forçados pelo clima, eles permanecem mais um dia juntos e acabam conversando e se conhecendo melhor.

two night stand 2_

Eu assisti Two Night Stand há alguns meses e gostei bastante. Como eu ri com esse filme. Eu confesso que de início eu estava com um pé atrás porque não conseguia imaginar o Miles Teller como par romântico de ninguém. Puro preconceito. Mas chegou um ponto que eu já estava torcendo muito pelo casal. E bem legal ver a evolução da relação deles em um dia. Eles passam de completos desconhecidos que tiveram uma noite de sexo casual para amigos.

O Miles Teller todo mundo conhece e vai enjoar da cara dele esse ano, já que ele além de estar na franquia Divergente, o moço é o Senhor Fantástico no filme do Quarteto Fantástico que vai estrear no próximo semestre. A Analeigh Tipton é uma atriz mais nova, ela fez parte da finada série Manhattan Love Story e que durou um total de quatro episódios até ser cancelada. Eu achei os dois juntos bem fofos, acho que combinou. Eu consegui acreditar neles como um casal.

Antes de terminar, para quem não sabe o nome do filme é variado da expressão em inglês “one-night stand“, que significa ter uma relação sexual dura apenas uma noite.

Alguém já assistiu Two Night Stand? O que achou?

Semana que vem tem mais!

Beijos

Olá pessoal, como estão? Alguém aqui assiste The Flash? Tudo bem eu dar uma leve surtada aqui pela season finale que passou semana passada? Gente, o que foi aquilo? Que episódio! Duro saber que vou ter que esperar até outubro para saber o que aconteceu. Enfim, não vou ficar enchendo ninguém, até porque deve ter gente que não aguenta mais ouvir falar sobre essas séries de super heróis. Hoje eu estou aqui para indicar o filme que assisti também semana passada e adorei. Mad Max – Estrada da Fúria (Mad Max – Fury Road, 2015) é um filme de ação e ficção pós-apocalíptica estreou a pouco nos cinemas e é a continuação da trilogia original dos anos 1980.

mad max 1_

Em um futuro distante quando todos estão guerreando por combustível e água, Max Rockatansky (Tom Hardy) está fugindo de sua antiga vida quando é capturado por um grupo de uma pequena cidade no meio do nada dominada pelo tirano Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne). Max então passa a ser usado – literalmente – como uma bolsa de sangue para soldados feridos. Quando a Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) se rebela contra a tirania do pai e foge com as mães de seus filhos, para levá-las a um lugar melhor, o Senhor da Guerra reúne seu exército para ir atrás da moça e recuperar sua “carga” valiosa. Sem querer, Max vai parar no meio dessa perseguição por ser o “doador” de sangue do jovem Nux (Nicholas Hoult), um dos soldados. No meio da busca por Furiosa, Max consegue fugir e se junta a rebelde para fugir de Immortan Joe.

mad max 2_

Quando Mad Max terminou a única palavra que eu conseguia usar para definir o filme era insano. Gente é insano! Eu assisti o filme em 3D então isso meio que aumentou o meu grau de loucura quanto ao filme. Chegou um ponto em que eu achei que minha cabeça fosse explodir. É muita coisa acontecendo. A ação não para por um segundo, não dá tempo de superar alguma coisa que aconteceu porque outra já está acontecendo. Tem umas coisas bem loucas, como um cara preso na frente de um carro tocando guitarra a todo momento.

O que dizer desse elenco maravilhoso? Bom, eu tenho uma queda pelo Tom Hardy então meio que confesso que ele foi a minha maior motivação para assistir, mas devo dizer que quem chutou muitas bundas mesmo foi a rainha da Charlize Theron. A personagem dela praticamente rouba todo o protagonismo para si e isso é maravilhoso. Sério, que mulher. Eu inclusive agradeço a existência dela sempre que posso, já que ela me ajudou bastante quando eu estava me formando na faculdade. Um dos filmes dela foi o tema da minha monografia. E Nicholas Hoult querido, quando ele apareceu eu nem reconheci, mas depois eu quase gritei dentro do cinema. O papel dele é maravilhoso e importante para a trama.

FURY ROAD

Como eu disse lá em cima esse é o quarto filme da franquia Mad Max, mas isso não quer dizer que é totalmente necessário você assistir aos outros três para entender a história. Eu não assisti e achei bem tranquilo, mas agora já estou procurando um tempo para poder conferir a trilogia.

Mad Max – Estrada da Fúria está nos cinemas e vale muito a pena conferir.

Alguém já assistiu algum filme da franquia? Já assistiu ao mais novo? O que achou?

Espero que gostem. Semana que vem tem mais!

Beijos

Olá pessoal, como estão? Parece que tem uma vida desde a última vez que eu apareci por aqui, mas tem só um mês. Ainda da tempo de comentar os feriados? Como foram? E o dia das mães? Enfim, hoje eu estou aqui para indicar um filme que eu assisti há pouco tempo. Deixa Rolar (Playing It Cool, 2015) é uma comédia romântica estrelada por Chris Evans.

AMST-2174.cr2

O Narrador (Chris Evans) é um escritor de ação, mas seu agente decide que agora é o momento dele escrever uma comédia romântica para ficar mais conhecido, porém ele é completamente desiludido e não acredita no amor e só teve experiências fracassadas. Até que um dia, durante um jantar de caridade, ele conhece Ela (Michelle Monaghan), aquela que dentre todas as mulheres que ele já conheceu consegue tirar o seu fôlego. Ele então fica meio obcecado pela moça e começa a procurá-la em todas as festas de caridade da cidade fingindo ser um grande filantropo. Quando finalmente a encontra ele descobre que ela está noiva e para não se separar dela, ele aceita ser apenas o amigo.

playing it cool 2_

Deixa Rolar tem o Chris Evans gente. Não é mistério pra ninguém que ele é benção, então aí tá o primeiro motivo para conferir e dar uma chance para o filme.  Sem brincadeira agora, é bom ver algo recente do moço onde ele é uma pessoal normal e usando roupa comuns e não só o uniforme de vingador. E aqui ele está um querido. É fofo ver ele todo desesperado para achar a moça e tendo diversos sonhos com a mesma. E nós conhecemos também o “coração partido” dele, que nada mais é do que um Chris Evans sofrido quase em preto e branco que sempre aparece para mostrar como ele fica pior toda vez que a moça o lembra que eles são apenas amigos.

Outra coisa legal em Deixa Rolar são os amigos do Narrador, que o conhecem bem e sabem que ele não é o mais experiente no assunto amor e o ajudam a perceber que de fato ele está gostando da moça mais do que ele já gostou de alguém na vida e que eles serem amigos não é a melhor ideia que ele já teve. E alguns dos amigos dele também servem como uma consciência sempre o incentivando a tentar conseguir a garota.

Se não adiarem a estreia, o filme chega no Brasil no dia 11 de Junho. Mas se não quiserem esperar já sabem…

Alguém já assistiu Deixa Rolar? O que achou?

Semana que vem tem mais!

Beijos

Uma das coisas mais legais de assinar o Netflix é a possibilidade de encontrar filmes atuais e antigos também. Ás vezes perdemos a estreia de algum filme por conta da vida corrida e só depois percebemos que ainda não assistimos e quando abrimos a cartela de filmes do aplicativo lá está ele. Foi durante essas buscas por um filme legal em uma sexta-feira chuvosa que eu assisti A arte da conquista.

aartedaconquista

Uma comédia não tão romântica assim e muito dramática, digamos que é um filme fofinho sim, tá? A história se passa na vida de George (Freddie Highmore) um adolescente que não fala muito e vive desenhando, ele está prestes a se formar e possui uma visão pessimista sobre as coisas. Ele não acredita que vale a pena estudar e acha uma bobagem todos aquelas tarefas de escola, detesta desperdiçar os dias investindo num relacionamento, pois todos morremos sozinhos no final da vida. Até quem em um belo dia ele conhece Sally (Emma Roberts) uma adolescente que não se apega ás pessoas.

Ambos carregam seus problemas, George foi abandonado quando criança e Sally tem uma mãe sem noção quando o assunto é sexo. Aos poucos eles vão se aproximando e revelam uma relação diferente um com outro. Ela vê o garoto como um amigo, mas não dispensa a ideia de dormir com ele. E George acaba se apaixonando, embora não assuma o sentimento, porém, acaba caindo na contradição de não acreditar no valor de passar o tempo à procura de alguém para amar.

filmeartedaconquista

O filme traz outros temas como saudades da infância, medo, dores internas, a importância das distrações em meio aos problemas e a mudança do ser humano em sociedade. Na verdade a gente nunca sabe ao certo como as coisas vão acontecer amanhã e muitas vezes somos surpreendidos no meio do caminho, por mais que não seja a direção certa, precisamos seguir em frente, não é mesmo?

Confira o trailer:

Pode ser que o filme não chame tanto a sua atenção de primeira mão. Mas, garanto à você que a história é boa, pois trata de temas reais e profundos que acabam nos tirando uma reflexão bacana sobre a nossa própria vida.

E vocês, já assistiram?

Minhas horas de descanso se resumem basicamente em assistir bons filmes e compartilhar com vocês. Tenho visto muita gente elogiando as dicas que postamos por aqui e fico feliz que vocês estão gostando.  A indicação de hoje eu assisti têm alguns dias e o motivo principal foi por ter JLO atuando.

ogarotodacasaaolado

A professora Claire (Jennifer Lopez) havia mandado o marido sair de casa, após descobrir que ele a traía nas viagens a trabalho. O processo de separação foi doloroso tanto para ela, como para Kevin (Ian Nelson) seu filho. Claire vive sozinha com o filho adolescente e trabalha em uma escola, até perceber que um jovem acaba de se mudar para a casa ao lado. Noah (Ryan Guzman) é sobrinho de seu vizinho, um garoto inteligente e sedutor, rapidamente ele oferece ajuda nas tarefas de casa e acaba fazendo amizade com Kevin.

boynextdoormovie

Noah começa a frequentar diariamente a casa de Claire e aos poucos deixa a intimidade tomar conta dos dois. Em um dia que Kevin não estava em casa Noah seduziu Claire e a levou para a cama. No dia seguinte, Claire está decidida que aquilo foi um erro e não deve acontecer novamente. Mas, Noah não pretende abandonar esta relação assim tão cedo. A partir disso, o garoto ameaça Claire tentando prejudicá-la em seu trabalho com fotografias dos dois juntos e na relação do seu ex-marido e de seu filho.

O filme possui uma perseguição eletrizante com direito a terror psicológico e mortes. O final do filme me surpreendeu, não imaginava que terminaria daquele jeito (deixando vocês curiosas para assistirem, hehehe) Afinal, como protegermos aquelas pessoas que amamos do perigo que criamos?

Confira o trailer:


E vocês, já assistiram este filme?