Para assistir: Os Suspeitos

Bom dia, gente! Voltei ao meu dia habitual de post. Hoje eu trouxe uma resenha de um filme que eu assisti com a Fernanda e a Wanessa ontem, o título em inglês é ‘The Prisioners’ e em português ‘Os Suspeitos’.  Sabe quando você assiste a um filme tão bom que quando acaba você fica refletindo por uns minutos? E você se pergunta: o que foi isso? É exatamente o que eu senti quando os créditos vieram de repente. Os Suspeitos é uma trama desafiadora, intrigante e muito, muito intensa. Não sou nenhuma crítica de cinema, mas eu posso dizer que meu julgamento para filmes é razoavelmente bom, e minhas companheiras de blog estão aí para não me deixar mentir: o filme é sensacional. Enfim, mas vamos as vias de fato.

prisoners_1

Os Suspeitos é um suspense da Warner Bros, protagonizado por Hugh Jackman e Jake Gyllenhaal.  A história inicia-se no dia de ação de graças, dia em que as filhas de Keller Dover (Hugh Jackman) – um carpinteiro e dedicado pai de família – e Franklin (Terrence Howard), são sequestradas sem deixar qualquer sinal. O único suspeito Alex (Paul Dano) é um rapaz de 26 anos com idade mental de uma criança de 10 que mora num trailer no quintal da sua tia. O detetive Loki (Jake Gyllenhaal <3) responsável pelo caso, não consegue manter Alex preso por falta de provas, apesar do empenho dos investigadores, nada pode acusá-lo, não existem provas suficientes. Sem saída e desesperados, Keller Dover e Franklin, passam a agir com as próprias mãos.

14649484

Poderia ser um filme qualquer sobre seqüestros, mas este roteiro te leva ao ápice do desespero mental, intrigando cada passo, instigando cada cena como se você pudesse descobrir o segredo dessa trama. (Fernanda que o diga, não é? Haha)

Você consegue ver nos olhos de um pai o desespero que o leva a fazer qualquer coisa para encontrar sua filha, passando do limites da razão de um ser humano. Então você se vê julgando as atitudes de Dover, mas quem garante que a mais digna das pessoas poderia agir diferente quando se trata de um filho? São discussões complicadas que o filme te faz refletir durante as cenas de tortura. Enquanto isso, o detetive se vê perdido em um labirinto de intrigas, seguindo seu código de ética sem encontrar nenhuma saída. Esse é definitivamente um filme que coloca os valores familiares, sociais e religiosos em jogo. A atuação de Hugh e Jake está impecável, eles interpretaram cenas muito emocionantes transmitindo bem aqueles sentimentos.  O final é inesperado, já aviso, mas vale a pena!

Os_Suspeitos_Destacado

Se você, assim como eu, gosta de filmes que lhe fazem pensar, sofrer de tanta agonia na cadeira tentando descobrir uma solução, assista!

Confira o trailer abaixo:

Espero que tenham gostado da dica :). Já assistiram?

A Entrevista Com O Vampiro

Em homenagem ao Halloween que se aproxima, o post de hoje eu dedico ao meu filme de vampiro preferido. Antes de vampiros virarem sonhos de consumo de adolescentes como acontece em Crepúsculo Os diários do vampiro, eles eram usados como personagens de terror. Anne Rice escreveu uma série de livros e escreveu o roteiro adaptando um deles para o cinema. Você já deve ter ouvido falar de A Entrevista Com O Vampiro, certo? Caso a resposta seja não, se você for uma fã de elementos sobrenaturais tanto quanto eu vai querer assistir depois desse post!

Entrevista_com_o_vampiro

A história é sobre um vampiro, Louis (Brad Pitt), que conta sua longa vida de vampiro para um repórter (Christian Slater). Um pouco óbvio… Na verdade, ele  não conta toda a sua vida, mas a partir do momento em que foi transformado. O início de tudo é em 1700, logo após a morte de sua mulher e filha. Louis se encontra em tamanho desespero que faz qualquer besteira que possa o levar à morte. Ao invés disso, ele encontra o vampiro Lestat (Tom Cruise).

Lestat lhe faz uma proposta simples: ou Louis aceita se transformar em um vampiro e lhe fazer companhia, ou Lestat dará a morte que ele tanto deseja. Claro que Louis se transforma em um vampiro e os dois ficam passeando e se alimentando pelas principais cidades da época.

Vampiro

Existe uma coisa nesse filme que o diferencia dos demais. Não há glamour no fato de ser um vampiro. O personagem Louis é melancólico. Ele sempre se arrepende de ter se transformado no que se transformou. Duas pessoas no filme vão lhe pedir para virarem vampiros, e ele não tem a menor intenção de transformar nenhuma delas. Ao mesmo tempo, o filme desmistifica muito coisa sobre os vampiros. Os vampiros aqui não morrem com estacas no coração, não temem símbolos religiosos ou coisas do gênero. Fica um ar de realidade no ar. Algo do tipo: como seria se um vampiro realmente existisse? O que torna tudo muito interessante, em minha opinião.

Há uma sedução no ar, mesmo quando Lestat vai morder Louis. Não acho que chegue a ser homossexual, na verdade os vampiros não parecem ter apenas uma preferência sexual. Eles não estão matando apenas por sobrevivência, eles estão realizando uma caça, existe todo um ritual. Inclusive, por isso acontece a parte mais assustadora do filme: eles transformam uma criança de 12 anos em uma vampira. Ela tem um rosto angelical e uma veia assassina que se transformam numa mistura impressionante. Vale ressaltar que ela não é uma má pessoa, na maioria das vezes a garota sequer tem noção do que faz a princípio. É apenas uma criança que mata, e com passar dos anos sua aparência não muda. Nem nunca mudará.

normal_interview-with-the-vampire-promo-002

Tom Cruise foi criticado pela sua escolha, mas fez um ótimo trabalho. Há algo em sua maquiagem que tira a aura de astro de Hollywood misturado com uma atuação contida. O melhor do filme, sem dúvida. A única coisa que deixa um pouco a desejar é a ação, que praticamente não existe nesse filme. É como uma vida normal de alguém, uma vida longa demais que foi relatada a alguém.

Espero que vocês tenham gostado da dica de  hoje, que veio mais cedo caso vocês não tenham percebido. Bom dia!

Beijinhos!

Filme do dia: O Corvo

Olá gente linda, como estão?  Hoje eu não vou enrolar, porque a Fall Season finalmente começou e bom, o que não falta é série pra assistir, sem contar o monte de coisas para fazer. Preciso de um dia com umas 30 horas, por favor. Hoje eu escolhi outro filme relacionado ao Halloween. A história desse não é nem um pouco fofa igual ao de semana passada. Espero que gostem.

o corvo__

O Corvo (The Crow, 1994) começa sua história na noite do dia 30 de outubro, na Noite dos Demônios, noite anterior ao Halloween, durante uma onda de crimes na cidade de Detroid, o Sargento Albrecht (Ernie Hudson) está na cena do crime, onde Shelly Webster (Sofia Shinas) foi espancada e violentada, e seu noivo, o guitarrista Eric Draven (Brandon Lee) foi assassinado.

Um ano após os acontecimentos, um corvo aparece nas lápides de Eric e Shelly e começa a bicar a sepultura do guitarrista com o propósito de acordá-lo. Eric desperta da morte e passa a seguir o corvo pelas ruas da cidade até o seu antigo apartamento, que está abandonado. Lá ele encontra com Gabriel, seu gato que ainda está vivo e se lembra do seu antigo dono. No apartamento, Eric começa a ter flashbacks da sua própria morte e se lembra que ele e Shelly foram assassinados pelos bandidos locais T-Bird (David Patrick Kelly), Tin-Tin (Laurence Mason), Funboy (Michael Massee) e Skank (Angel David), que trabalham para um chefe de gangue chamado Top Dollar (Michael Wincott). Eric se joga pela janela e ao ver que todos os seus ferimentos se regeneraram rapidamente, descobre que está morto e imune a danos físicos. Ele substitui sua roupa do enterro por trajes completamente pretos e pinta o rosto em uma paródia de uma máscara de Arlequim.  Guiado pelo corvo, ele decide vingar sua morte e a de Shelly.

o corvo 2__

Eric descobre que pode ver tudo o que o corvo vê telepaticamente. Com a ajuda do pássaro ele localiza Tin-Tin e o mata com suas próprias facas. Eric rouba o casaco de Tin-Tin e deixa uma grande marca de sangue em forma de um corvo na parede do beco como uma assinatura pelo assassinato.  Ele então vai para a loja de penhores de Gideon onde Tin-Tin penhorou o anel de noivado de Shelly no ano anterior. Eric força a sua entrada na loja e o dono da mesma atira em seu peito e fica chocado ao ver a ferida cicatrizando tão rápido. Eric força Gideon (Jon Polito) a devolver o anel e o interroga para saber mais sobre os parceiros de Tin-Tin.  O homem conta que eles frequentam um bar chamado The Pit e que Funboy mora em cima do estabelecimento. Gideon implora por sua vida, e Eric o manda entregar um aviso para o resto da gangue. Quando ele sai, Eric explode a loja de penhores.

Após a explosão, Eric se encontra com Albrecht, que não se lembra do guitarrista. Ele pergunta se o sargento sabe algo sobre Shelly Webster, e ele responde que a jovem está morta. Eric encontra Funboy e o tortura telepaticamente, mostrando toda a dor física e emocional de seu ataque contra o casal no ano anterior. Ao perceber algo de errado, Grange (Tony Todd), um dos guarda-costas de Top Dollar, sobe para o apartamento de Funboy e o encontra morto com várias seringas o peito.

Mais tarde, Eric visita Albrecht em seu apartamento. O sargento conta para o rapaz que ficou ao lado de Shelly e que observou como a moça sofreu durante 30 horas antes de morrer. Enquanto isso, Gideon se reúne com Top Dollar e passar o recado de Eric. Não acreditando na história, ele o mata.

o corvo 3__

O guitarrista se encontra com os outros dois bandidos, T-Bird e Skank, e mata apenas o primeiro. No dia seguinte Top Dollar e sua meia irmã/amante Myca (Bai Ling) passam a acreditar na existência de Eric e em suas ações e se reúnem com os seus parceiros para discutirem novos planos para a Noite dos Demônios daquele ano. Eric aparece na reunião á procura de Skank. Após um grande tiroteio, em que Top Dollar e Myca escapam, o rapaz mata todos na sala e atira Skank pela janela, acabando assim com a sua busca por todos os seus assassinos.

Através de sua ligação telepática com o corvo, Eric descobre o paradeiro de Top Dollar e Myca e vai ao encontro deles. Porém a dupla descobre a ligação do guitarrista com o pássaro e tentam matar a criatura para acabar com a imortalidade de Eric.

Eu sei que O Corvo não é nenhum romance cheio de glitter e muitas flores coloridas. Pode não parecer, mas o filme é bem interessante. A ligação de Eric com o pássaro é uma das coisas mais legais de todo o filme. E olha, pra quem curte suspense e até um pouco de terror, corre, porque esse é o filme ideal. E não me julguem, novamente, não tem como falar de filmes de Halloween e não falar desse.

Não sei se vocês já ouviram essa história, mas para título de curiosidade o ator que faz o papel de Eric, o Brandon Lee, morreu durante as gravações do filme. Após a realização de uma cena que requeria o uso de uma arma, o assistente de armeiro a limpou e, acidentalmente, derrubou um dos projéteis no cano. A cena seguinte que envolvia novamente aquela arma era a do ataque contra Shelly, só que ela estava carregada com festim. No roteiro constava que Funboy deveria atirar em Eric quando ele entrasse na sala, estourando um saco de sangue cenográfico. O projétil que estava no cano foi disparado, matando Brandon Lee.

Espero que tenham gostado. Semana que vem tem mais e eu prometo que o próximo é um filme mais levinho. Haha.

Beijos.

Bom dia, galera!

Há alguns dias eu assisti o novo filme da série do Percy Jackson – Percy Jackson e o Mar de Monstros – com o queridinho Logan Lerman e lembrei de um filme muito especial que eu assisti nas férias de verão. Vocês já devem ter lido/assistido/ouvido falar de As Vantagens de Ser Invisível, certo? Caso a resposta seja não, agora você vai ficar conhecendo! As Vantagens de ser Invisível, uma das adaptações mais esperadas do ano, foi publicado em 1999. No entanto, apenas uma década depois anunciaram a produção de seu filme, o que despertou o interesse do público, principalmente por causa do elenco.

O drama acompanha um garoto de 15 anos, Charlie (Logan Lerman) no momento de sua entrada no colegial em Pittsburgh. Charlie é um garoto muito solitário, sensível e ao mesmo tempo muito observador. Ele escreve cartas para um amigo que se foi, seu único amigo a quem podia confiar. Ele próprio narra sua história de uma forma muito parecida com um diário e é como se ele estivesse contando a quem assiste o que tem acontecido em sua vida, apesar do falecido amigo ser o “ouvinte”. Ele compartilha apenas seus pensamentos, sentimentos e os acontecimentos mais importantes da história.


Charlie começa contando o que ele pensa sobre a escola, o que aconteceu com seus antigos amigos e em alguns momentos relembra sua infância.  O garoto é do tipo que vê o significado das coisas, ele observa, analisa, questiona e apesar disso ainda é inteiramente inocente. Ele tenta participar, fazer amizades e ser um garoto normal, mas apesar de seus avanços durante toda a história ele não chega a mudar muito neste sentido e continua preso a suas lembranças e sentimentos do passado.Permanece um tempo solitário até que faz amizade com Sam (Emma Watson) e Patrick (Ezra Miller) que são veteranos da escola, não muito populares mas que o aceitam e o acolhem em seu grupo. É ai que toda a sua realidade muda, ele sai daquele torpor e começa a realmente viver todas as experiências da adolescência. Quando sua vida social começa a melhorar, Charlie vai a festas e se diverte com seus amigos, inclusive fica com uma garota, apesar de ser apaixonado por Sam.


Essa é uma sensível história de amizade, descobertas e romance. A frase “Nós aceitamos o amor que pensamos merecer” rendeu boas reflexões. As Vantagens de Ser Invisível emociona, encanta, nos faz relembrar o passado e almejar novas amizades como as que acompanhamos ali. Você se identifica imediatamente com Charlie e faz dele seu melhor amigo durante aquelas duas horas. Não importa a idade, todos podem encontrar um pouco de si em Charlie.

Se você ainda não leu/assistiu, não perca tempo! Caso já conheça, nos conte o que achou!

Beijinhos!

Dessa vez deixei os livros de lado, para contar um pouquinho pra vocês sobre filmes que eu gosto bastante. Vamos conferir?

large

The Secret Garden (1993)

O filme é baseado na obra de Frances Hodgson Burnett e dirigido por Agnieszka Holland.

Após um surto de cólera mortal, Mary acaba sozinha no mundo, esquecida na casa após a morte de seus pais e de todos os empregados da propriedade. Ela é levada para Yorkshire, no interior da Inglaterra, para uma mansão imensa, repleta de jardins, junto a uma enorme charneca¹. Inicialmente, Mary continua sendo uma menininha estranha e emburrada. Ao contrário da Índia, ela não tem muitas pessoas para cuidar dela na Inglaterra. Ao respirar o ar da Charneca e explorar as centenas de cômodos da propriedade, Mary começa a ficar um pouco mais saudável, chegando até a fazer amizade com um jardineiro e uma das criadas da mansão, mas de quem ela mais gostava era de um pássaro de peito vermelho. A curiosidade sobre os mistérios da mansão e um jardim onde ninguém entra, começam a despertar a curiosidade de Mary. Um dia, ao seguir o pássaro, Mary encontra a chave enterrada do jardim onde ninguém entra, e nos próximos dias encontra escondida sob trepadeiras, a porta do jardim.

the_secret_garden_still_0

Um trecho do livro:

“O sol brilhou durante quase uma semana inteira no jardim secreto. Jardim Secreto era como Mary o chamava, quando pensava nele. Ela gostava do nome e gostava mais ainda da sensação de que, quando estava cercada daqueles velhos e lindos muros, ninguém sabia onde ela estava. Era quase como estar fora do mundo e numa espécie de lugar encantado”.

Mary é apresentada a Dickon, irmão da criada responsável pelo quarto dela. O jovem parece encantar os animais e tudo a sua volta com seus modos, inclusive Mary. A amizade entre os dois ocorre de imediato e Mary passa a gostar de mais alguém.

Em uma noite de tempestade, Mary volta a ouvir os uivos e choros que todos na mansão negam existir. Ao explorar uma das alas proibidas, ela descobre um garotinho enfermiço, a fonte do choro, e herdeiro da mansão. Colin Craven é um garotinho tão insuportável quanto Mary um dia fora. Ele fora abandonado pelo pai, que culpava o garoto pela morte da esposa durante o parto, e que também temia que o garoto fosse um inválido. Colin era constantemente mimado pelos criados da mansão para que não ficasse histérico.

The-Secret-Garden-Screencaps-

Mary também faz amizade com Colin, mas inicialmente teme revelar o segredo do Jardim Secreto para ele. A garota parece ser a única que consegue controlar as crises dele e começa a se sentir responsável para ajudá-lo em sua recuperação. Então, com a ajuda de Dickon, passam a levar o garoto às escondidas para o jardim secreto.

Eu imagino que o livro seja tão bom quanto o filme, apesar de que provavelmente possua mais detalhes. Esse foi sem dúvida um dos meus filmes preferidos na infância. Eu lembro que uma das minhas partes favoritas é quando Mary e Dickon levam Colin pela primeira vez ao Jardim e como ele apresenta visível melhora devido ao ar puro e a beleza do lugar. A forma como representaram o Jardim foi perfeita, ficou realmente incrível.

Atores principais:

  • Kate Marberly (Mary Lennox)
  • Heydon Prowse (Colin Craven)
  • Andrew Knott (Dickon)

Charneca¹ – Terreno inculto e árido onde há apenas vegetação rasteira.

The Little Princess (1995)

A Princesinha tem roteiro baseado no conto infantil de Frances Hodgson Burnett e dirigido por Alfonso Cuáron.

O filme conta a história de Sara Crewe, uma menina rica que perde tudo quando lhe acontece uma terrível tragédia. Obrigada a trabalhar como empregada, a passar frio e fome, ela continua a preservar sua nobreza, e assim consegue manter seu orgulho e sua generosidade.
tumblr_ldxoslDBJa1qzu6rfo1_500
Sara Crewe foi trazida da Índia por seu pai, o Capitão Crewe, para estudar em uma escola de moças. O Capitão Crewe é muito rico e compra para Sara tudo o que ela deseja do bom e do melhor e tem uma relação de grande amizade e amor com a filha.
Sara com certeza deveria ser uma garota mimada e arrogante pela quantidade de mimos que recebia do pai e de empregados e por conta de sua riqueza. Muito pelo contrário, Sara é uma garota boa, generosa, imaginativa e muito inteligente. Na escola para moças em que o pai a matricula, a diretora, Miss Minchin, não gosta nenhum pouco de Sara logo que a vê, mas finge gostar por conta do dinheiro de seu pai.
tumblr_lu3p3eOY2F1qd81gbo1_400
As meninas do colégio reverenciam Sara no início, mas ela acaba fazendo amizade com Ermengarde, uma garota feliz, gordinha, tímida e que não se dá muito bem nos estudos; com Lottie, a menininha que sempre fazia manha por tudo, é “adotada” por Sara e passa a se comportar divinamente e Beckie a escrava empregada da cozinha que é responsável por limpar os quartos de todas as meninas.
Até que uma tragédia se abate sobre Sara e tudo desmorona de uma vez em sua vida. As únicas coisas que a salvam de se entregar é sua imaginação, sempre capaz de criar mundos fantásticos e conquistar a todos, e suas amigas que não a abandonam apesar de tudo! Mas tudo está para mudar novamente quando um indiano muito doente chega à cidade procurando uma menina perdida.
A Princesinha, apesar de ser um filme infantil, passa valores importantes que até mesmo um adulto deveria dar atenção. E não sei se perceberam, mas ambas as histórias possuem elementos parecidos, um deles é o local de origem das garotas (Mary e Sara), a Índia.
Trecho do livro:
“Talvez eu não tenha bom gênio, mas como posso saber, se eu tenho tudo que eu quero e todos me tratam bem? Pode ser que eu seja um horror, insuportável, mas ninguém saiba, porque nunca passei por nada que me fizesse sofrer.” – Sara.
Atores principais:
  • Liesel Matthews …. Sara
  • Liam Cunningham …. Capitão Crewe

Vocês já assistiram algum desses filmes?

 

Boa tarde, meninas! Ficaram sabendo da última?! Dia 04/junho estréia o novo filme do Jim Carrey chamado O golpista do ano, por sinal um dos atores que eu mais gosto de assistir filmes de comédia, adoro ver as caretas malucas que ele faz, me deixa tonta de tanto rir.

o_golpista_do_ano_2009_g

O filme conta a história de Steven Russel, um ex-oficial e pai de família, foge constantemente da prisão. Em uma das fugas conhece Phillip Morris, colega de cela. Quando este é liberto, Russel tenta de todas as maneiras encontrar Morris fora da prisão e passa por situações inusitadas, como tornar-se diretor financeiro de uma companhia.

Só quero ver no que vai dar esse final, além do Jim Carrey fazer um papel de homossexual, Rodrigo Santoro e Ewan McGregor também estará na telinha. Estou contanto os dias pra assistir.

Confira o trailer:

Curtiram?