Tenho intercalado minha sessão pipoca aqui em casa entre filmes de ação e comédia romântica, mas gosto bastante de gêneros como drama e suspense aquele de leve sem sustos e que não te dão medo, sabe? Ainda quero explorar melhor filmes que seguem este estilo e compartilhar com vocês. Escolhi Lugares Escuros um drama cheio de mistérios e que envolve histórias do passado. O longa é uma adaptação do livro da autora Gillian Flynn a mesma que escreveu Garota Exemplar.

lugares-escuros-3

O filme narra o drama familiar de Libby Day (Charlize Theron) quando ela era uma criança de sete anos e viu sua família ser assassinada. A garotinha estava presente no momento do crime e conseguiu escapar, mas não sem esquecer tudo aquilo. Libby acusou seu irmão mais velho Ben (Tye Sheridan) pelos crimes e ele foi preso pelo assassinato da mãe e das duas irmãs, na época Ben mantinha um relacionamento com Diondra (Chloe Grace Moretz). Por conviver com este passado caótico Libby nunca conseguiu estabelecer uma relação de confiança com ninguém, permaneceu isolada dos familiares e amigos.

lugaresescurosfilme

Passado alguns anos, Libby estava com os dias contados, pois o dinheiro que ela havia recebido na época dos assassinatos por doadores comovidos pela tragédia estava chegando ao fim. Ela tornou-se uma mulher apática, seca por dentro e difícil de conviver. Até que um grupo chamado Kill Club procurou Libby com o interesse de a contratar para dar mais detalhes daquele trauma que abalou muitas pessoas.

É procurando por mais informações sobre o crime e com a ajuda de Lyle (Nicholas Hoult) é que ela começa a cavar o passado. Libby nunca havia entendido a intensidade dos fatos que a cercaram quando criança, e é aí que as pistas começam aparecer. Há muitas informações no ar e algumas estão soltas e confusas. Aos poucos Libby e Lyle conseguem desvendar os culpados daquele crime que levaram as pessoas que ela mais amava.

Confira o trailer:

O filme possui muitos detalhes e as cenas variam numa sequência entre o presente e o passado é como um quebra cabeça, as peças começam a surgir na medida em que Libby dá mais atenção aos fatos e as pessoas que estavam próximas de sua família. Gosto bastante da atuação da Charlize ela é impecável em todos aspectos assim como Nicholas Hoult. Não li o livro, mas gostei bastante do filme espero que tenha seguido fiel a história!

Quem já leu o livro ou viu o filme?

Olá pessoal, como estão? Alguém aqui assiste The Flash? Tudo bem eu dar uma leve surtada aqui pela season finale que passou semana passada? Gente, o que foi aquilo? Que episódio! Duro saber que vou ter que esperar até outubro para saber o que aconteceu. Enfim, não vou ficar enchendo ninguém, até porque deve ter gente que não aguenta mais ouvir falar sobre essas séries de super heróis. Hoje eu estou aqui para indicar o filme que assisti também semana passada e adorei. Mad Max – Estrada da Fúria (Mad Max – Fury Road, 2015) é um filme de ação e ficção pós-apocalíptica estreou a pouco nos cinemas e é a continuação da trilogia original dos anos 1980.

mad max 1_

Em um futuro distante quando todos estão guerreando por combustível e água, Max Rockatansky (Tom Hardy) está fugindo de sua antiga vida quando é capturado por um grupo de uma pequena cidade no meio do nada dominada pelo tirano Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne). Max então passa a ser usado – literalmente – como uma bolsa de sangue para soldados feridos. Quando a Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) se rebela contra a tirania do pai e foge com as mães de seus filhos, para levá-las a um lugar melhor, o Senhor da Guerra reúne seu exército para ir atrás da moça e recuperar sua “carga” valiosa. Sem querer, Max vai parar no meio dessa perseguição por ser o “doador” de sangue do jovem Nux (Nicholas Hoult), um dos soldados. No meio da busca por Furiosa, Max consegue fugir e se junta a rebelde para fugir de Immortan Joe.

mad max 2_

Quando Mad Max terminou a única palavra que eu conseguia usar para definir o filme era insano. Gente é insano! Eu assisti o filme em 3D então isso meio que aumentou o meu grau de loucura quanto ao filme. Chegou um ponto em que eu achei que minha cabeça fosse explodir. É muita coisa acontecendo. A ação não para por um segundo, não dá tempo de superar alguma coisa que aconteceu porque outra já está acontecendo. Tem umas coisas bem loucas, como um cara preso na frente de um carro tocando guitarra a todo momento.

O que dizer desse elenco maravilhoso? Bom, eu tenho uma queda pelo Tom Hardy então meio que confesso que ele foi a minha maior motivação para assistir, mas devo dizer que quem chutou muitas bundas mesmo foi a rainha da Charlize Theron. A personagem dela praticamente rouba todo o protagonismo para si e isso é maravilhoso. Sério, que mulher. Eu inclusive agradeço a existência dela sempre que posso, já que ela me ajudou bastante quando eu estava me formando na faculdade. Um dos filmes dela foi o tema da minha monografia. E Nicholas Hoult querido, quando ele apareceu eu nem reconheci, mas depois eu quase gritei dentro do cinema. O papel dele é maravilhoso e importante para a trama.

FURY ROAD

Como eu disse lá em cima esse é o quarto filme da franquia Mad Max, mas isso não quer dizer que é totalmente necessário você assistir aos outros três para entender a história. Eu não assisti e achei bem tranquilo, mas agora já estou procurando um tempo para poder conferir a trilogia.

Mad Max – Estrada da Fúria está nos cinemas e vale muito a pena conferir.

Alguém já assistiu algum filme da franquia? Já assistiu ao mais novo? O que achou?

Espero que gostem. Semana que vem tem mais!

Beijos