Para ler: Billy e Eu

Olá pessoal, como estão? Semana passada eu estava doente e a Carol teve um probleminha com o computador dela, por isso não aparecemos na sexta. Como foi a Páscoa de vocês? Muito chocolate? A minha teve livro novo, serve? Aí aproveitando o ensejo do presente e resolvi mudar o assunto um pouco, para hoje eu escolhi um livro que li há algumas semanas e adorei. Billy e Eu (Billy and Me) é o primeiro trabalho como escritora de Giovanna Fletcher que foi lançado no Brasil no final do ano passado pela Editora Phorte.

billy e eu 1

Sophie May é uma jovem que vive com a mãe na pequena cidade de Rosefont Hill e trabalha na casa de chás da cidade. Um dia ao chegar para trabalhar Sophie percebe que todas as senhorinhas frequentadoras da loja estão mais animadas que o normal. O motivo? Rosefont Hill seria cenário para uma produção Hollywoodiana de Orgulho e Preconceito. Todos na cidade ficaram empolgados com a notícia, afinal nada acontecia por ali. Quando toda a produção do filme começa a chegar na cidade, Sophie conhece Billy Buskin, o jovem ator em ascensão escalado para o papel de Mr. Darcy. Primeiro ela não gosta muito da escolha, já que ele não é Jude Law, mas ao conhecer melhor o rapaz ela começa a aceitar a ideia.

Sophie e Billy então iniciam um romance fofinho e perfeito de dar inveja em todas as senhorinhas e causar a fúria de algumas fãs. Quando a produção do filme termina, Billy a convida para ir morar com ele em Londres, o que ela faz sem pensar muito nas consequências e achando que tudo seria igual. Mas quando o assédio em cima do relacionamento deles começa a afetar Sophie, ela não sabe se pode continuar com tudo.

Antes de falar o que achei do livro preciso explicar como conheci a história. Giovanna Fletcher é a esposa do Tom Fletcher, vocalista e guitarrista de uma das minhas bandas favoritas, McFLY. Eu a conheço há bastante tempo por causa do Tom, leio o blog dela e assisto aos vídeos que ela posta no YouTube. Então o maior motivo por eu ter me interessado por Billy e Eu foi esse. Eu inclusive recomendo o blog dela (em inglês) para quem é mãe de primeira viagem assim como ela, lá a Gio (sou muito íntima haha) compartilha as experiências dela como pequeno Buzz.

Mesmo tendo me interessado pelo livro da Giovanna eu confesso que comecei ele com um pé atrás. Eu não sabia do potencial dela como escritora, mas todo o meu receio foi embora no prefácio. É impossível não entender e se identificar com a confusão de sentimentos e pensamentos que é Sophie May. A jovem passou por muitas coisas quando criança, então as atitudes dela são justificáveis. Billy também é um amor, e não falo isso só porque ele fez o Mr. Darcy, ele realmente se importa com a Sophie e tenta tornar tudo o mais fácil para ela.  Os personagens secundários são ótimos também. Amo a Molly, a dona da casa de chás e derrubei algumas lágrimas graças a ela.

billy e eu 2

Como gostei bastante de Billy e Eu estou bem ansiosa para o próximos lançamentos da Giovanna. Editora Phorte agiliza aí para lançar o Christmas With Billy and Me – um especial de natal lançado no final do ano passado – e o You’re The One That I Want, lançado no início de 2014. Só não peço agilidade no Dream A Little Dream porque esse nem ela terminou de escrever ainda.

Alguém já leu Billy e Eu? O que achou?

Semana que vem tem mais!

Beijos

 

Olá pessoal, como estão? Eu estou ótima e gostaria de declarar o meu amor por Minas Gerais. Socorro, como é bom passar pelo menos uma semana por lá. Enfim, vou logo ao assunto, hoje eu continuo falando de uma das minhas séries favoritas da Meg Cabot, Os Mistérios de Heather Wells. Que bom que gostaram da indicação. Semana passada eu falei sobre os dois primeiros livros o Tamanho 42 não é gorda e o Tamanho 44 também não é gorda. (Para quem perdeu é só clicar aqui!)

Heather Wells_livro 3

3 – Tamanho não importa

Aqui no terceiro livro a vida de Heather parece finalmente estar entrando nos eixos, seu pai finalmente irá se mudar do apartamento que ela divide com Cooper e Ted Tocco, seu professor de matemática, é o seu novo namorado que quer ajudá-la a emagrecer e seu trabalho na Faculdade de Nova York continua na mesma. Em um dia comum de trabalho o não tão agradável Dr. Owen Broucho – diretor interino do Alojamento da Morte (apelido mais que carinhoso que o Conjunto Residencial Fisher ganhou após os últimos eventos) e terceiro chefe de Heather em menos de um ano – é assassinado dentro de sua sala com um tiro na cabeça. A polícia de Nova York tem certeza que o assassino é o líder estudantil Sebastian, possível namorado de sua amiga e assistente Sarah. A ex-popstar tem que usar o seu faro investigativo para livrar o rapaz das acusações, enquanto tenta descobrir o que Ted tem de tão importante para perguntar e pensa na proposta irrecusável que seu pai tem para trazê-la de volta ao mundo da fama. Sem contar que agora Cooper anda mais charmoso que o normal e ele parece pensar a mesma coisa da companheira que mora no andar de cima.

Heather Wells_livro 4

4 – Tamanho 42 e pronta para arrasar

No quarto livro Heather finalmente está amando a sua vida. Ela agora é a namorada de Cooper Cartwright seu antigo senhorio no prédio de tijolinhos e ex-cunhado. Mas não é dessa vez que os dois vão se livrar de qualquer ligação com a família Cartwright. Tania Trace, a atual esposa de Jordan Cartwright – ex-namorado de Heather e irmão mais novo de Cooper – é a mais nova estrela do rock. Ela e Jordan são os queridinhos da América e até ganharam um reality show para mostrar a todos o seu amor. Mas depois que diversos acidentes estranhos começam a acontecer a pessoas próximas a Tania, a estrela do reality show decide mudar a locação do “Acampamento de Rock Tania Trace” para o Conjunto Residencial Fisher, já que Heather é a única pessoa na qual ela confia sua vida no momento. Apesar de nem ela e Cooper quererem algum contato com os Cartwright ou com a fama dos “queridinhos da América”, eles tentam desvendar o misterioso caso que envolve uma das protagonistas do programa.

Eu comecei a ler esses livros há 7 anos, eu ainda estava no ensino médio, e como eu disse semana passada eu amo a série da Heather Wells e ela é definitivamente uma das minhas personagens favoritas da Meg Cabot. Ela é uma fofa que só quer o bem dos alunos do conjunto residencial, é super determinada, corajosa e uma sonhadora pés no chão. Sem contar que ela é hilária e não consegue evitar sempre falar de comida em algum momento.

Eu sou uma fã assumida da Meg Cabot então sou bem suspeita para falar do quanto eu gosto da escrita dela. Nessa série ela se supera e consegue transformar uma mulher comum em uma heroína. Os livros são cheios de comédia, suspense e até alguns dramas. Os finais são inesperados. Nada de já saber o que vai acontecer faltando três capítulos para acabar. Vale muito à pena dar uma conferida em todos. E para esse ano está previsto o lançamento no Brasil – pela Galera Record – do quinto livro, The Bride Wore Size 12, ainda sem tradução do título. Nem preciso dizer que dei alguns gritinhos de felicidade.

Espero que tenham gostado das indicações. Alguém já conhecia a série? Semana que vem tem mais.

Beijos