Algumas semanas atrás eu fiz uma pesquisa de público aqui no blog, perguntando quais assuntos gostariam de ler e viagem ✈😃 foi bem votado. Contei na semana passada que viria novidades e é o post de hoje. Vamos conhecer a cultura de várias cidades brasileiras e de outros países também. Convidei a Thayse do blog Brilho de Aluguel que mora em Florianópolis – SC pra contar pra gente quais lugares visitar na cidade, como ir, onde se hospedar entre outras perguntas.

Leia também:

3 sites e aplicativos para organizar sua viagem

Intercâmbio: New Orleans

1- Porque visitar Florianópolis?

Florianópolis é uma cidade com natureza exuberante, praias para todos os gostos (Daniela é uma ótima praia no Norte para famílias, enquanto para quem quer pegar umas ondas é melhor ir pra Joaquina ou Campeche. Na Barra da Lagoa é possível ter um pouco dos dois: na praia principal dá pra ter boas ondas, mas atravessando o canal, dá pra chegar até a prainha mais calma e isolada). Mas a cidade também conta com uma riqueza cultural e histórica inestimável.

Pontos como Ribeirão da Ilha, no Sul, ou mesmo Santo Antônio de Lisboa, no Norte, são perfeitos pra apreciar uma viagem no tempo (em alguns pontos desses bairros se conserva muito da arquitetura e moldes de cidade açorianos – o povo responsável pela maior colonização da cidade). Se tiver mais tempo por aqui, recomendo ir no Parque da Luz, caminhar pela área histórica no centro durante o dia (Mercado Público, Alfândega, Praça XV), visitar o Museu no Palácio Cruz e Sousa, ver uma exposição no CIC/MASC, passear pela via Gastronômica de Coqueiros (no Continente), passear a noite pelo Centrinho da Lagoa da Conceição (pubs, barzinhos, restaurantes, casas de show, casas de dança dos mais variados ritmos).

2- Onde se hospedar?

Depende do que você procura, e já vou avisando: o trânsito na cidade é péssimo, então não tente fazer muitas coisas em
pontos diferentes da cidade, no mesmo dia, ou você vai ficar bem estressado. Um lugar legal pra se hospedar é a Lagoa da Conceição, porque tem o centrinho que é legal pra passear durante a noite, ir nos pubs ou restaurantes, mas também fica perto das praias (Barra, Praia Mole, Joaquina). A região da Lagoa é bem cosmopolita, sempre tem muita gente falando as mais diversas línguas, parece um mundo à parte, o que é bem interessante.

3- Culinária e pratos famosos da cidade?

As comidas típicas são basicamente à base de frutos do mar! Claro que temos influência de muitas outras culturas pela mistura que é essa cidade, mas tradicional mesmo é pastel de berbigão ou mesmo berbigão ensopado, o famoso pirão d’água com caldo de peixe, ostras, mariscos. Se puder, visite os restaurantes em Santo Antônio de Lisboa e no Ribeirão (eu amo o Ostradamus, é muito bom e tem mesas no deck com vista pra Baía Sul). Tem muita produção de cachaça e cerveja artesanal (ou produções em indústrias pequenas) em Santa Catarina, disponível nos cardápios dos mais diversos bares e restaurantes, e com certeza vale a pena experimentar.

4- Quais locais você recomenda em Florianópolis para as pessoas se divertirem?

Boa parte dos locais pra se divertir podem ser encontrados na Lagoa da Conceição, como falei anteriormente (tanto no centrinho como na Avenida das Rendeiras, que tem muitos restaurantes, cafés, casas noturnas, pubs e bares reunidos). Dá pra fazer passeios de barco pra Costa da Lagoa ou mesmo uma trilha por lá, também. No Sul da Ilha, tem o Parque da Lagoa do Peri, que é um ótimo lugar para famílias, pra fazer um picnic e nadar na Lagoa (sabe aquele parque que aparece no começo da série The Sinner? Então, muito parecido!).

Se estiver ali pela região da UFSC, vale a pena passar no Parque Ecológico do Córrego Grande, é ótimo pra dar uma caminhada, praticar exercícios, ou mesmo fazer um picnic em família. Tem a via gastronômica de Coqueiros, no Continente, com várias opções diferentes de restaurantes e botecos gourmet, já em Santo Antônio, além dos restaurantes, tem a Fairyland Cupcakes que é uma delícia de lugar.

Se quiser ir no cinema mais alternativo – saindo dos shoppings – tem no MASC (CIC), na Agronômica ou em Santo Antônio, no Paradigma (lá pertinho tem o Café François que é muito bom também, com boas opções pra almoço e café). Trilhas são perfeitas pra fazer no verão ou na primavera, mas vá cedo pra não pegar o sol muito quente. As vistas e as praias recompensam o esforço. Recomendo demais a da Lagoinha do Leste e a de Naufragados. Para shows, geralmente tem algo acontecendo na Fields (no Centro) ou no P12 (Jurerê).

5- Quais looks levar na mala para conhecer Florianópolis?

O tempo aqui é bem louco, mesmo que você venha no verão intenso, pode fazer mil estações no mesmo dia. Então, traga um casaquinho na mala, porque é capaz de fazer um dia (ou semana) frio e tempestuoso do nada. Mas no geral, é uma cidade que faz mais calor do que frio, é bem úmido, então é aquele calor que a atmosfera fica pesada (tem que se manter sempre hidratado e protegido pra pressão não baixar e cuidar muito – use protetor solar, chapéu e evite aquele solzão do meio dia – nas praias pra não ter queimaduras sérias!).

O inverno mais frio dura umas duas semanas, mas dá pra usar um casaquinho aqui ou ali durante o outono. Chove bastante aqui, mas também dá muita ventania doida do nada, então nem sempre sombrinha ajuda. O jeito é aceitar e ser feliz!

Sites que podem ajudar na sua viagem:

http://www.guiafloripa.com.br/

http://www.vivendofloripa.com.br/home/

https://www.nsctotal.com.br/florianopolis

http://destinoflorianopolis.com.br/

Floripa é uma cidade que eu tenho muita vontade de ir. Alguns pontos turísticos que a Thayse mencionou, fiquei curiosa para ver de perto. 🤓

E você, conhece Florianópolis?