Dicas: Aposte e Fuja

Por: Natália Dias

Oi meninas, hoje volto com mais dicas, para alguns detalhes do corpo que muitas vezes incomodam e atrapalham. Semana passada, mostrei dicas para ombros, seios e falta de cintura. Prontas para mais algumas? Dicas para: 

– Barriga saliente: aquela gordurinha que marca sob a roupa, muitas vezes fica difícil escolher uma roupa legal que consiga escondê-la e essa é uma situação de muitas garotas.

Aposte em: saias e calças sem detalhes na área da barriga, vestidos e camisetas que não marquem na cintura, batas e camisas folgadas e longas, cintura império (marca bem abaixo dos seios).

Fuja de: tops e miniblusas, calça de cintura baixa com blusa curta, calças e saias com pregas, camisetas justas. 

– Bumbum grande: quando é muito volumosa passa a impressão de que é um tamanho exagerado, não marque muito o bumbum, tente sugerir sua forma.

Aposte em: blusas, camisetas e casacos um pouco mais curtos e que não fiquem em cima do bumbum, calças sem detalhes e pregas nessa área, quando usar peças compridas prefira as que tenham fendas, cores escuras.

Fuja de: calças, saias e shorts justos, com pregas e bolsos na parte de trás. 

– Sem bumbum: enquanto muitas se preocupam com o excesso, outras se preocupam com a falta, o segredo é criar falsos volumes, ou cobri-lo totalmente.

Aposte em: camisas mais longas, que cubram o bumbum e com a cintura marcada, saias, calças e shorts com bolsos grandes na parte de trás, com pregas no cós, roupas claras e com estampas.

Fuja de: roupas de malha que grudam no corpo, calças justinhas sem detalhes na parte do bumbum, shorts muito curtos e muito folgados na parte traseira. 

– Quadril largo: como o bumbum grande muitas vezes pode ser exagerado, muitas garotas têm e odeiam, portanto, não o destaque.

Aposte em: casacos que cubram metade do quadril, camisetas longas, saias e calças com corte reto, listras verticais, tons escuros, modelos lisos e sem detalhes nessa região.

Fuja de: saias e shorts muito curtos, listras horizontais, detalhes na lateral das peças, enfeites e detalhes nos bolsos, estampas e tons claros.  

– Perna longa: quando o tronco é menor do que o comprimento das pernas, muitas vezes as calças ficam pequenas demais, sua meta é “achatar” essa parte.

Aposte em: camisas e batas longas, sapatos, chinelos e sandálias com salto baixo, modelos fechados ou com detalhes no peito do pé, modelos rasteirinha, calças capri, botas sem salto.

Fuja de: calças com cintura alta, saltos plataformas e saltos altos em geral, listras verticais, shorts curtos. 

– Perna curta: acontece o contrário, o tronco é longo e as pernas mais curtas, o objetivo deve ser “alongar” o comprimento delas.

Aposte em: salto alto, tipo plataforma, modelos abertos, calças compridas na altura do tornozelo ou mais longas, cintura alta, listras verticais, detalhes na cintura, pregas, camisetas mais curtas.

Fuja de: cintura baixa, bermudas até os joelhos, calças capri, botas de cano alto, sapatos com presilhas no tornozelo, camisetas muito longa. 

– Tornozelo grosso: o incomodo maior está no conjunto todo, o tornozelo mais grosso pode dar a impressão de canelas grossas e indelicadas, se você tem é só não chamar atenção para eles.

Aposte em: calças compridas e folgadas que cubram os tornozelos, saias compridas, colares e detalhes na parte superior do corpo, roupas acima do joelho, vestidos longos, sandálias altas com salto grosso e sem tiras.

Fuja de: sandálias de amarrar na perna ou que prendam no tornozelo, calças curtas estilo capri, sapatos com detalhes na área do tornozelo, calças muito justas ou afuniladas. 

Analisando bem as dicas fica claro que é impossível sair ditando regras, uma dica pode anular outra, que anula outra e assim por diante, portanto seja feliz com o que tem e com o que pode fazer!

Beijos e até semana que vem!

Que tipo de corpo é o seu?

Por: Natalia Dias

Olá garotas, hoje é um dia muito especial aqui no Dia de Brilho. O blog completa 1 mês de existência com muita alegria, tudo isso por causa de vocês, leitoras, que nos visitam e deixam seus comentários, dessa forma nos esforçamos para sempre trazer bons assuntos! Muito obrigada a todas.. =D!
Para comemorar esse dia, trago um assunto que é importante e decisivo na hora de escolher o que vestir: o formato do corpo. Quem nunca viu uma roupa maravilhosa, se apaixonou e na hora de usar não ficou da forma como gostaria e teve que desistir? Infelizmente nem tudo que está na moda é para você e é horrível ter que ficar só na vontade. Isso acontece porque cada pessoa tem o seu corpo e é preciso conhecê-lo para saber como se vestir bem e valorizar seus pontos fortes.
Preparadas? Para começar vá ao espelho, de calcinha e sutiã, com uma fita métrica, lápis e papel. As medidas importantes para conhecer o formato do seu corpo são as do ombro, da cintura e do quadril. Com a fita meça a largura dos seus ombros, de um ossinho até o outro, e anote. A cintura é a parte mais afinada do seu corpo, meça de uma lateral a outra e não a volta toda. A parte mais larga dos seus quadris é onde você deve medir, e apenas de uma lateral a outra. Se suas medidas tem diferença de até 3 cm, de uma para outra, você considera como se fossem todas iguais, porque é uma diferença muito sutil.

Existem cinco principais tipos de corpo, com suas medidas anotadas encontre o seu:

• Corpo tipo Oito ou Ampulheta: os ombros e quadris têm a mesma medida, enquanto a cintura é mais fina, pode usar e abusar de todas as roupas desde que valorizem suas formas, é considerado o formato perfeito.
Aposte em: roupas justas e acinturadas, alças finas, decotes, tudo fica ótimo nesse corpo;
Fuja de: roupas que escondam as formas;

• Corpo tipo Oval: os ombros e quadris têm a mesma medida, porém, a cintura mais larga, é o formato das gordinhas, o que vale é valorizar seus pontos fortes, pernas, colo, rosto e tirar a atenção da barriga.
Aposte em: alças mais largas, calça reta, blusas com barra abaixo da barriga, decotes em U e V, cores escuras;
Fuja de: listras horizontais, golas muito próximas ao pescoço, roupas justas, calças com detalhes no cós e bocas largas;

• Corpo tipo Retângulo: as medidas dos ombros, cintura e quadris são praticamente as mesmas, ou seja, “não tem cintura”, use truques que afinem essa região e destacando outras partes do corpo.
Aposte em: calças com boca larga, roupas acinturadas, saia tulipa e evasê, mangas bufantes, cintos e faixas de cores escuras, decotes em V;
Fuja de: listras verticais, vestidos com corte reto, cintos com cores claras, calças muito justas;

• Corpo tipo Triângulo Invertido: os ombros são mais largos que os quadris, valorize a parte inferior do corpo com peças largas e com volume nos quadris, tudo para não destacar ainda mais os ombros.
Aposte em: calças cenoura, sarouel, com cores vivas, claras e estampas, cores escuras e listras verticais para a parte superior do corpo, decote em V, roupas com a cintura marcada;
Fuja de: mangas bufantes, ombreiras, tomara-que-caia com decote reto, decote canoa, saias e calças retas e justas;

• Corpo Tipo Pêra: os quadris são mais largos que os ombros e a cintura, é o corpo das brasileiras, valorize e destaque seus ombros, para dar a impressão de que tem os ombros mais largos.
Aposte em: mangas com volumes, ombreiras, decote canoa, saia evasê, alças largas, calças sem pregas, cintura marcada, calças sem detalhes chamativos na região do quadril;
Fuja de: alças finas, frente-única muito justa ao pescoço, roupas que não marcam a cintura, cintura alta, blusas muito compridas e folgadas.

Lembre-se que não existem regras sem exceções, apenas saiba que uma peça pode ficar melhor em você do que outras, e caso queira usar uma roupa que não é para seu tipo físico não desista. Combine com acessórios, sapatos e faça sobreposições que valorizem seus pontos fortes. Espero tê-las ajudado, é sempre bom ter vocês aqui!

Beijos e até a próxima, =D.