Olá pessoal, como estão? Eu estou finalmente de férias e completamente em clima de Natal. Mal posso esperar para semana que vem. Falando nisso, já que esse é o meu último post do ano, gostaria de desejar Feliz Natal para todos e um último Ano Novo. Já vamos começar a fazer nossas listinhas de resoluções para 2015. Para acabar o ano eu escolhi uma comédia romântica que se passa no início os anos 1960, Moonrise Kingdom (2012). O diretor é o Wes Anderson, o mesmo de O Grande Hotel Budapeste (2014).

moonrise kingdom 4_

Moonrise Kingdom se passa na pequena ilha de New Penzance, na Nova Inglaterra. Sam Shakusky (Jared Gilman) é um pequeno órfão que está de passagem pela ilha por estar freqüentando um acampamento de verão, e Suzy Bishop (Kara Hayward) mora na ilha com os seus pais, Walt (Bill Muray) e Laura (Frances McDormand), e mais três irmãos mais novos. Após se conhecerem no ano anterior durante uma apresentação teatral que a menina participava, os dois se tornaram grandes amigos e começaram a se corresponder por cartas regularmente e com o passar do tempo se apaixonam. Por terem personalidades bem parecidas e não conseguirem se encaixar no meio de outras crianças da mesma idade, os dois jovens resolvem largar tudo e fugir juntos.

moonrise kingdom 2_

Sam leva todo o seu equipamento de camping e Suzy leva apenas seus binóculos, seis livros, seu gatinho de estimação e um rádio a pilha do irmão dela. Eles então fogem com o objetivo de chegar a uma parte isolada da ilha. O que eles não esperavam é que os pais da garota iriam fazer de tudo para encontrarem ela e que contariam com a ajuda do capitão Duffy Sharp (Bruce Willis) e do chefe escoteiro Ward (Edward Norton), do acampamento que Sam estava passando o verão.

moonrise kingdom 3_

Todo diretor tem algo em comum em todos os seus filmes o que acaba se tornando a assinatura do mesmo. A de Wes Anderson é definitivamente a estética e o modo de contar a história. Olha, eu não sou a mais entendida sobre o assunto, mas isso é algo notável nos filmes dele. A fotografia e a direção de arte são impecáveis. Moonrise Kingdom consegue misturar comédia, drama e aventura tudo na medida certa. A história de amor adolescente é muito fofa. É bonitinho ver os dois principais tendo as primeiras experiências juntos.

O filme teve críticas tão boas que em 2012 ele foi indicado como melhor filme de comédia ou musical no Globo de Ouro e melhor roteiro original no Oscar. Não ganhou nenhuma das duas categorias, mas as indicações já valem.

Alguém já assistiu Moonrise Kingdom? O que achou?

Pessoal, eu espero que vocês tenham gostados das indicações durante o ano. Foi um prazer escrever para vocês.

Me aguardem que ano que vem tem mais! 2015 já pode chegar!

Beijos!

Olá pessoal, como estão? Vou direto ao assunto, para hoje eu escolhi O Grande Hotel Budapeste, que ainda está nos cinemas. Eu confesso que só fui assistir porque adorei o último trabalho do diretor, Wes Anderson. E olha, foi uma surpresa, o filme é ótimo e a comédia não é estilo pastelão. Se você já assistiu Moonrise Kingdom e gostou, tenho certeza que esse é à pedida certa para o final de semana.

o grande hotel budapeste 1_

O filme conta com duas histórias dentro de uma história e começa com o velho escritor (Tom Wilkinson) contando como foi a época em que passou no Grande Hotel Budapeste e como conheceu Mr. Moustafa (F. Murray Abraham), o atual dono do lugar, que lhe contou como tornou-se dono do hotel que fica nas montanhas da República de Zubrowka.

Então vamos para o período entre as duas guerras mundiais e conhecemos o M. Gustave H. (Ralph Fiennes), o concierge do hotel, e Zero (Tony Revolori), o mais novo mensageiro do local. Os dois logo se tornam amigos, com o primeiro sempre protegendo e passando alguns ensinamentos para o segundo, mas sempre deixando claras as hierarquias. Gustave então recebe uma herança da Madame D. (Tilda Swinton), e a família da falecida não parece gostar e nem aceitar que o concierge receba o objeto que lhe foi concedido. A dupla então começa a viver algumas aventuras, entre elas o roubo de um quadro famoso do Renascimento e o mistério que envolve o assassinato da Madame D. e a batalha da família pela grande fortuna da senhora.

o grande hotel budapeste 2_

Uma das coisas que mais chama atenção no filme é a estética. Não que eu entenda muito, mas a fotografia e a direção de arte estão impecáveis . A fluidez da história é notável e não confunde quem está assistindo, já que são duas histórias em uma. A trama consegue misturar comédia, drama, suspense e aventura tudo na medida certa.

O elenco do filme é para aplaudir de pé. Todos mesmo que nos papéis menores, são de extrema importância. Vale listar Adrien Brody, como Dmitri, o filho da Madame D.; Edward Norton, o policial Henckels; Saoirse Ronan, como Agatha, a paixão de Zero; e Bill Muray, consierge de outro hotel e amigo de Gustave. E claro muitas palmas para Ralph Fiennes e, o novato, Tony Revolori. A atuação de ambos é maravilhosa.

O Grande Hotel Budapeste é inspirado nos textos do austríaco Stefan Zweig, poeta e dramaturgo que faleceu na década de 40 em Petrópolis/RJ.

Espero que gostem da indicação. Semana que vem tem mais!

Beijos!