Mais um post de viagem no blog ✈😃 algumas semanas atrás falamos de Florianópolis, leia o post completo aqui. Hoje vamos viajar para o Rio de Janeiro. Convidei a Thami, do blog Like Paradise que mora na cidade maravilhosa e ela compartilhou algumas dicas bem bacanas sobre a cidade, onde se hospedar, quais lugares conhecer entre outras curiosidades. 😀

Leia também:

3 sites e aplicativos para organizar sua viagem

Vamos viajar para Floripa?

1- Porque visitar sua cidade?

Porque é uma cidade linda que merece ser vista e apreciada, principalmente por suas belezas naturais. Tem as famosas praias dos bairros da zona sul, como Copacabana e Ipanema, mas tem as maravilhosas da zona oeste como a Barra da Tijuca e Recreio que, próximo, tem duas praias secretas maravilhosas que são a Prainha e Grumari, lá não tem área urbana em volta. Não tem prédio e avenidas no fundo, apenas montanhas e verde mesmo, total contato com a natureza.

Pra quem curte uma trilha, tem bastante trilha boa também e justamente trilhas que dão nessas praias secretas. Sempre falo dessas duas praias porque quase ninguém conhece, quando as pessoas vem pro Rio costumam visitar apenas as da zona sul, mas pra zona oeste tem muita coisa boa pra ver também. O melhor é que esses dois locais que eu indiquei não precisa gastar com nada, a não ser alimentação mesmo. Inclusive, em Grumari, tem um quiosque que vende um camarão alho e óleo maravilhoso que não é aquele camarão que tampa buraco de dente, é camarão mesmo e bem gostoso (só não lembro o preço agora).

É bom ver algumas dicas de lugares no site visit.rio lá tem várias recomendações de lugares que até eu, que moro aqui, fico vendo pra fazer algo diferente no final de semana. Nesse site tem até dicas de restaurantes e lugares para hospedagem dependendo de qual ponto do Rio que você quer ficar.

2- Onde se Hospedar?

Uma localização boa e que não é cara, é justamente os bairros da zona oeste. Como eu disse, todo mundo que vem pra cá procura sempre ficar nos bairros mais famosos, o que acaba até saindo mais caro, sabe? Por serem bairros mais famosos, o que acaba sendo mais caro, desde a hospedagem até a alimentação. O Banana Leaf Eco Hostel é muito lindo e bem natureba mesmo, toda a decoração até o uso de água e etc, fica a 4,2km da Praia de Grumari e dá para fazer a famosa trilha da Pedra do Telégrafo (se você ainda não sabe que pedra é essa, joga no “explorar” locais do Instagram e dá uma olhada). E como eu disse, tem o site visit.rio que dá pra ver por lá vários hostels, hotel e pousadas pra ficar.

3- Culinária e pratos da cidade

A famosa caipirinha é bem pedido aqui no Rio. As pessoas tem costume de tomar essa bebida na praia e na noite. E até indico pra vocês experimentarem (quem ainda não experimentou) a caipirinha de maracujá da Lapa que é uma delícia! Na Lapa, principalmente a noite, ficam várias barraquinhas com comidas e bebidas, as bebidas não são tão caras e são bem gostosas. O famoso esquenta da noite acontece quase sempre na Lapa, ainda mais pra quem for curtir a noite pelo centro da cidade e ali pela Lapa mesmo.

Em alguns restaurantes, na hora do almoço, quase toda sexta-feira tem a famosa feijoada. Os frangos assados também fazem sucesso, em alguns locais vem com batata assada e farofa. Aqui a gente compra os frangos assados de padaria justamente naqueles dias que não temos tempo de preparar um almoço, sabe? Nos bares o pessoal tem costume de pedir bolinho de bacalhau. Na praia o biscoito de polvilho Globo (sim, BIXXXCOITO!) com mate vai muito bem! O biscoito tem o sabor doce (com a embalagem vermelha e amarela) e salgado (com a embalagem verde e amarela), o mate é feito com erva-mate e água, já vem adocicado. O lanche perfeito, sério, todos deveriam experimentar.

4- Quais locais você recomenda no Rio de Janeiro para as pessoas se divertirem?

Na zona sul tem a balada 1007 (que tem em outras cidades também), lá toca de quase tudo (menos pagode, samba e sertanejo) e tem um público bem variado, mas com mais tendência de ter mais do público LGBT. Na zona oeste tem a rua das boates que fica na Barra da Tijuca que tem baladas boas que, essas sim, tocam de tudo! Do samba ao eletrônico. Tem as baladas que são caras pra entrar e as que são mais baratas.

Tem dias que mulher entra de graça até tal horário, então vale a pena conferir essas promoções. Chamam de rua das boates mas o endereço certo é Av. Armando Lombardi. Ali próximo também tem a Av. Olegário Maciel que é onde ficam todos os bares da zona oeste, no final da rua tem a praia, então dá tanto pra curtir nos bares como também na praia com a galera, mesmo a noite tem um clima bom. Na Olegário não tem só bares, tem farmácia e Subway também. De manhã são padarias e restaurantes, mas a noite o pessoal do happy hour toma conta, haha! Já mencionei as trilhas como a Pedra do Telégrafo e a de Grumari, mas tem trilhas aos montes aqui, por todo canto. Lugares com vistas lindas para serem descobertas.

5- Quais looks levar na mala para conhecer o Rio de Janeiro?

Roupas frescas e leves. Se for trazer casaco, traz só 1 pra não ocupar espaço na mala, sério, capaz de você usar o casaco só a noite, isso “se usar”. Tênis ou chinelo, indico até que saia de tênis pra passear pela cidade, mas deixe o chinelo na bolsa ou mochilinha, porque tem dias que fica tão quente que até o pé chega a queimar dentro do tênis e você vai ficar louca pra tirar o tênis logo, hahaha! Maquiagem completa só a noite, porque de dia faz calor, então é difícil deixar a base fixada ali durante o dia, mas é muito relativo isso da maquiagem porque depende da pele né? Bastante protetor solar sim, porque até na sombra você fica corado.

Já fui ao Rio algumas vezes e é bem isso que a Thami contou. Ainda não explorei tanto a Lapa, mas já está no roteiro!

E você, conhece o Rio de Janeiro?