Sessão Pipoca: O Acordo

Oi, gente! Como vai a quinta-feira de vocês? Minhas aulas voltaram e a escravidão também, é o fim dos dias de glória das minhas férias. Mas vamos ao que interessa! Hoje eu vou falar sobre um filme com um dos meus atores preferidos. Você já deve ter visto Dwayne Johnson em O Escorpião Rei e O Fada do Dente, certo? Mas eu não vim falar desses dois filmes que são os meus preferidos dele, mas sim de O acordo, um dos cinco filmes que ele fez em 2013.

o acordo-filme-cinema-estreia-dwayne johnson

Apesar da imagem que o pôster de divulgação do filme passa, O acordo não é um daqueles filmes de ação com conteúdo explosivo, muita briga, sangue e coisas do tipo. A trama está mais para um thriller dramático com graves problemas morais e engajado contra determinados aspectos da política federal norte-americana de combate às drogas. O roteiro foi escrito por Justin Haythe e Ric Roman Waugh, que também dirige. Inspirada em fatos reais, o que  a história possui de real são apenas os procedimentos adotados pelas autoridades policiais e de justiça. Dwayne interpreta John Matthews, pai de Jason, um rapaz que é condenado a dez anos de prisão por tráfico de drogas, quando na verdade foi manipulado a receptar uma encomenda de ecstasy pelo melhor amigo, que o incrimina para reduzir sua pena. Vendo a situação do filho, John se vê disposto a colaborar com a procuradora-chefe Joanne (Susan Sarandon) e o policial Cooper (Barry Pepper) para capturar um grande traficante em troca da libertação do filho.

dwayne john

O filme consegue criar tensão o suficiente para entreter, embora a única cena de ação seja a do personagem de Dwayne Johnson pegando numa arma seguida de uma perseguição bem filmada, proporcionando ao ator aquilo que ele sabe fazer de melhor.  O elenco conta ainda com Jon BernthalSusan Sarandon, Michael Kenneth Williams e Barry Pepper.

Confira o trailer:

Não é o melhor filme do ator que eu já tive a chance de assistir, mas eu gostei bastante, valeu a pena! E você, já assistiu?

Beijos!

Bom dia, gente! Tudo na paz? Hoje eu trouxe um filme que saiu faz pouco tempo dos cinemas. Confesso que eu não estava apostando muito em Divergente quando começaram a anunciar que iam adaptar o livro da Veronica Roth, então nem fiz questão de ir ao cinema assisti-lo. Um dia desses, procurando filmes para assistir na internet, resolvi ver essa versão melhorada de Jogos Vorazes que todo mundo estava comentando.

E não é que o filme é até bom?

primeiro-teaser-do-filme-divergente

A história de Divergente é baseada nas facções trabalhistas definidas pelas aptidões de cada indivíduo.  Ao completar certa idade, os jovens precisam escolher suas facções diante de um conselho.A trama gira em torno de Beatrice (Shailene Woodley), que ao fazer o teste (tipo um teste vocacional, só que mais complexo) descobre algo muito importante que mudaria totalmente o rumo de sua vida. E então, na hora de mostrar a todos o caminho que escolheu ela acaba surpreendendo os pais ao escolher uma facção diferente da que foi criada, assim como seu irmão. Nessa nova facção ela conhece o Quatro (Theo James), um professor que vai guiar os novos recrutas da facção e alguém que ela acaba se envolvendo. Existe bastante ação, suspense e romance durante as cenas. Eu não li o livro, mas acredito que seja ainda melhor que o filme.

divergent-tris-shailene-woodley-wallpaper-1440x900

O enredo capta sua atenção, te faz entrar na história com as sequências de ação e as cenas são desenroladas de forma que você entenda bem o que está acontecendo, tudo é bem explicado. O elenco está excelente, que além de Shailene e Theo ainda conta com Kate Winslet e Ansel Elgort.

P.S: Os fãs de Jogos Vorazes que me desculpem, mas Divergente é bem melhor.

Fique com o trailer:

Vocês já assistiram? Gostaram ou não?

Bom dia, gente! Como vocês estão hoje? Eu trouxe um filme sobre uma história que eu acredito que todos já conheçam. Há alguns dias, perambulando pelos canais fechados da NET eu vi Romeu e Julieta, a versão mais recente produzida em 2013, para alugar e resolvi pagar para assistir. Se arrependimento matasse eu não estaria aqui escrevendo para vocês.

imagem1

Já deu pra perceber que eu não gostei do filme, né? Isso é porque eu esperava mais, mesmo sabendo qual seria o enredo e o final da trama. A versão que conta com Hailee Steinfeld como Julieta e Douglas Booth como Romeu deixa muito a desejar com diálogos superficiais, sem riqueza alguma de detalhes. As cenas são muito pobres, essa versão não segue os princípios narrativos da obra de William Shakespeare, banalizando completamente a história. As cenas são muito rápidas, fazendo com que a energia e qualidade de uma história tão romântica se desfizesse ao longo do filme.

imagem2

As atuações não foram completamente ruins, mas os atores responsáveis pelos dois protagonistas não deram conta do recado e muito menos apresentaram química nas cenas. O que me deixou extremamente decepcionada foi o desempenho de Hailee, cuja atuação foi excepcional em True Grit, filme que lhe rendeu uma nomeação ao Oscar em 2011.

O filme realmente não acrescenta em nada, na minha opinião. Eu achei válido comentar aqui e apresentar essa versão mais recente de Romeu e Julieta para quem ainda não ouviu falar, fica a critério de vocês assistirem para tirarem suas próprias conclusões.

Fique com o trailer abaixo:

E vocês, já assistiram o filme?

Bom dia, pessoas! Como vocês estão? Eu tô ótima, estou aproveitando minhas férias da faculdade para me atualizar nas séries e assistir filmes novos. Semana passada eu assisti um filme que eu estava aguardando há um tempo. Bom, pra quem não sabe, eu sou muito fã do ator Jason Momoa desde Stargate Atlantis, inclusive já falei aqui no blog de alguns trabalhos que ele participou. Enfim, eu estava aguardando há um ano e meio a estreia de Road to Paloma, primeiro filme que contém Jason como diretor, produtor e ator, tudo ao mesmo tempo. Esse é um filme independente e uma realização pessoal dele.

road2

Road to Paloma conta a história de Robert Wolf (Jason Momoa), um nativo, e sua fuga após cometer o assassinato do homem que estuprou e matou sua mãe a sangue frio. Após realizar sua vingança, Wolf abandona sua vida para fugir enquanto é caçado pelo FBI. Em meio a suas viagens, Wolf conhece Cash, um roqueiro malandro e alcoólatra. Os dois acabam por fim se aliando pelas estradas a fora, Cash então decide acompanhar Wolf em sua jornada para jogar as cinzas de sua mãe nas águas de um lago. Por lá acontece o desfecho da trama, que possui aproximadamente uma hora e meia de duração.

road

Eu não estava esperando que o final fosse como foi. Considerando que o filme foi produzido com um orçamento extremamente pequeno e poucos recursos, é uma boa escolha para quem gosta de filmes de estrada. Existem cenas divertidas, protagonizadas principalmente pelo Cash, existem momentos que a cultura indígena americana é ligeiramente mostrada e até um breve romance entre Wolf e Magdalena, interpretada pela própria esposa de Jason, a atriz Lisa Bonet.

Confira o trailer:


Vocês já ouviram falar do filme?

Beijos!

Bom dia, pessoal! Como vocês estão? Tristes com o resultado da Copa? Eu ainda não me recuperei, mas a vida continua, né? Hoje eu trouxe uma série nova! O nome da série é The Red Road, ela estreou em fevereiro nos Estados Unidos e é transmitida pelo canal Sundance.

redroad2

The Red Road foi criada por Aaron Guzikowski e é um drama que conta a história de Harold Jensen (Martin Henderson), um xerife que luta para manter sua família unida, enquanto ele tenta, simultaneamente, policiar duas comunidades em confronto: a pequena cidade em que ele cresceu e  Ramapo Mountains, uma comunidade indígena. Harold é casado com Jean (Julianne Nicholson), que possui vários problemas emocionais devido a morte de seu irmão. O primeiro episódio relata uma tragédia envolvendo Jean, levando Harold a fazer uma aliança perigosa com Phillip Kopus (Jason Momoa), um colega de infância, para encobrir as circunstâncias do caso.  Kopus é um membro perigoso da comunidade Ramapo Mountais e é suspeito de ter assassinado o irmão gêmeo de Jean, que foi sua namorada na época de colégio.

redroad

A série possui um conteúdo mais adulto, quem gosta de drama e suspense vai se interessar pela história. O elenco  da série também conta com Tamara Tunie (Law & Order: SVU), Annalise Basso (Oculus), Allie Gonino (The Lying Game), Kiowa Gordon (A Saga Crepúsculo) e Tom Sizemore (Saving Private Ryan). A primeira temporada possui seis episódios e já foi renovada para a segunda temporada, com o mesmo número de episódios, prevista para 2015.

Confira o trailer abaixo:

Você já tinha ouvido falar da série? Já assistiu? Conta aí nos comentários!

Beijos!

Oi, gente! Como está a manhã de vocês? Fim de semana chegando, hein! Nós estamos no mês dos apaixonados e como uma homenagem a essa data eu trouxe um filme muito romântico inspirado em fatos reais. Já assistiram ou ouviram falar de Para Sempre?

“Para Sempre” foi inspirado em um livro que conta uma fase muito difícil da vida de um casal. Eu nunca li o livro, mas pelo o que li a respeito o roteiro do filme acrescentou e deixou de fora alguns elementos da história real. O que importa, na verdade, é a mensagem do filme.

Para-Sempre-destaque

A história conta basicamente sobre como Paige (Rachel McAdams) e Leo (Channing Tatum) tiveram sua história de amor interrompida tragicamente depois de um acidente em que ela perdeu a memória dos últimos cinco anos. Sem reconhecer o marido, ela precisa entender o que aconteceu nos últimos anos e por que havia se afastado da família e casado com uma pessoa que ela aparentemente nunca viu na vida. Nesse ritmo, Leo busca um jeito de tentar reconquistá-la e lidar com a situação.

Ao assistir você percebe que o roteiro não é muito focado na descoberta do romance, é mais sobre a validação do amor, cada passo que se dá até conquistar uma pessoa. É sobre precisar reconquistar aquela que você ama e fazer isso com paciência. O filme mostra como eles se conheceram e vários momentos especiais que eles compartilharam antes do acidente. O que eu adorei na história é que há espaço para todos os tipos de sentimento! Você vai rir e até chorar, embora não seja nada depressivo. Existem cenas muito emocionantes de marejar os olhos.

filme-para-sempre-imagem-rachel-mcadams-channing-tatum-7

É o filme perfeito para assistir no dia dos namorados, e convenhamos… Channing Tatum sempre vai ser uma motivação a mais para assistir um filme, né? E a atriz Rachel McAdams também é ótima, já assisti a vários filmes com ela, incluindo O Diário de uma Paixão que é outra história linda.

Confira o trailer:

E você já assistiu? Conte pra nós o que achou!

Beijos!