Oi, gente! Como vocês estão? Esse é o meu último post do ano e desde já eu queria dizer que adorei escrever e compartilhar alguns dos meus livros, filmes e séries preferidos aqui. Espero que vocês tenham gostado das minhas dicas!

Bom, hoje eu vim falar de uma série que está fazendo muito sucesso com quem é fã de histórias sobre vampiros, e eu acredito que a maioria de vocês tenha pelo menos ouvido falar! Estou falando de The Originals, o spin-off de The Vampire Diaries. E para quem não sabe, spin-off refere-se a algo que foi derivado de outra coisa anterior àquela.

the-originals-1 (1)

Os telespectadores de The Originals geralmente já vinham acompanhando The Vampire Diaries, até porque foi onde os personagens principais começaram a desenvolver suas histórias.  Apesar disso, nada impede que  você veja a série, caso não tenha acompanhado The Vampire Diaries, pois são histórias independentes.

Então vamos ao que interessa! The Originals já teve uma espécie de piloto exibido dentro de TVD (o vigésimo episódio da quarta temporada de The Vampire Diaries, chamado The Originals). Com o grande sucesso de The Vampire Diaries e o grande vilão, que todos sempre temeram, desde a terceira temporada, Julie Plec desenvolveu a ideia de criar uma série especialmente para essa família real tão poderosa. A história é focada em torno da família Original, o primeiro grupo de vampiros a ser criado e que deu continuidade à espécie desde então. Tudo acontece em Nova Orleans, que foi um grande palco de momentos importantes da família Mikaelson.

The-Originals-1x09-1

Quando Niklaus Mikaelson, o irmão malvado, retorna para o centro sobrenatural que é Nova Orleans, uma cidade que ele ajudou a construir há séculos, se reencontra com seu ex-aprendiz e grande amigo Marcel. As bruxas também ganharam um espaço nessa série, mas nesse caso elas são controladas por Marcel e seus “companheiros”. Como os fãs de TVD sabem, em The Vampire Diaries, Klaus era apaixonado por Caroline, certo? Em The Originals, o coração de Klaus bate mais forte por Camille, que é uma estudante de psicologia fascinada pelo estudo do comportamento humano.

O centro da série é o bebê que Hayley (lobisomem e amiga de Tyler em TVD) espera de Klaus e o que o acontecimento o faz sentir a respeito. Os personagens principais são Klaus, Rebekah e Elijah, tendo ainda Hayley, Marcel e Camille como personagens fixos. O que verdadeiramente me chamou atenção e me fez querer acompanhar foi Klaus. Eu acho o personagem extretamente interessante, e quem é fã sabe que por trás daquela maldade há outro lado inexplorado. E acredito que nesta série nós veremos muito mais de Klaus.

cac175a7f69f79bcb938d827f323b4fc

Alguns parágrafos atrás eu disse que The Originals e The Vampire Diaries eram independentes, certo? O que não impede que no decorrer da série personagens de TVD invadam The Originals, como já aconteceu nos últimos episódios.

Esperava-se que a série tivesse um bom público, apesar do episódio de TVD que serviu de piloto para The Originals não ter tido uma média de visualizações tão significativa. A expectativa correspondeu e foi além, no nono episódio a série alcançou a marca de 2,4 milhões de telespectadores. Nada mal, hein? A história é boa, os personagens são ótimos, os atores melhores ainda e tem muita gente bonita para admirar… Se você ainda não assistiu, tá esperando o que? Corre que a série entrou em hiatus, dá tempo de se atualizar!

Confira o trailer:

Por esse ano é só, pessoal! Desejo a vocês um feliz natal e feliz ano novo!

Beijos!

Bom dia, gente! Todo mundo de férias? Estou quase lá! Hoje eu vim falar para vocês sobre um filme de agosto desse ano, mas que tive a oportunidade de ver apenas há alguns dias. Eu não conhecia a história até então, mas achei muito interessante e penso que vale a pena todos vocês assistirem.

Uma conhecida jornalista, Nancy Jo Sales, que já escreveu e entrevistou dezenas de estrelas para Harper’s Bazaar, Vanity Fair e outras – investigou a história e publicou, em março de 2010, a matéria “The Suspects Wore Louboutins” (“Os suspeitos usavam Louboutins” em português). Toda a pesquisa da autora levou, posteriormente, à publicação de Bling Ring, nome criado pelo Los Angeles Times para a quadrilha de jovens.

the-bling-ring

O livro gerou tanto sucesso que Sofia Coppola fez uma adaptação para o cinema, estrelada por Emma Watson. Os fatos verídicos ocorreram nos anos de 2008 e 2009, em Los Angeles. Famosos como Paris Hilton, Lindsay Lohan, Orlando Bloom e Rachel Bilson tiveram suas casas invadidas e roubadas. Os ladrões não estavam só atrás de dinheiro, mas principalmente de roupas e sapatos de grife, bolsas caras e um estilo de vida impossível de se copiar. Casos de roubos são comuns no mundo todo, mas não em Hollywood, não dessa forma e com esse tipo de vítima. E o mais intrigante: a gangue é formada por lindos adolescentes da classe média de Calabasas, na Califórnia.

A partir da confissão, depoimento e entrevistas de Nick Prugo é que toda a gangue foi descoberta e a história pôde ser contada. O rapaz, a princípio tímido e sem amigos, afirma que se meteu nessa história por acaso, porque amava sua melhor amiga, Rachel Lee, e queria vê-la feliz.

Rachel, apontada como cabeça da gangue, sempre se mostrou muito atraída pelo mágico universo das estrelas. A vontade da garota de ser como uma celebridade levou os jovens às mansões e aos roubos. Não bastava uma roupa bonita, precisava ser a roupa que Lindsay Lohan vestira na noite passada. E não podia fazer aquilo sozinha, precisava de Nick e Courtney Ames, uma velha amiga.

Alexis Neiers estava igualmente ligada aos roubos e também cobiçava aquela vida cheia de glamour. Linda e fabulosa, Alexis era amiga de Nick e Rachel, mas negou veementemente qualquer envolvimento intencional nos crimes, alegando que estava bêbada e fora de si quando participou das invasões.

Confira a verdadeira gangue de Hollywood:

13-the-bling-ring-7

Emma Watson interpreta Alexis; Israel Broussard – Nick; Katie Chang – Rachel Lee; Taissa Farmiga –  Tess Taylor e Claire Julian – Courtney Ames. Os nomes das personagens foram mudados por questões éticas.

bling-ring

Em uma sociedade movida por interações instantâneas e o poder da imagem, é natural que a gangue tenha a ambição de fantasiar uma vida idêntica aquela de seus ídolos. A ironia destilada por Sofia Coppola no roteiro de sua própria autoria é o que o enquadra como um retrato da juventude de hoje. Aproveita-se de sua própria influência como artista autoral para reunir material cedido por estrelas hollywoodianas.  Ao conhecer a história podemos testemunhar figuras patéticas e daí vem o frio na barriga por elas serem assustadoramente frias.

Confira o trailer do filme

Embora a história seja fútil, achei um filme interessante até mesmo para uma análise do comportamento humano. Já assistiram ao filme?

Nostalgia natalina!

Bom dia, gente! As férias já chegaram para uns e certamente chegarão para outros, as festas de final de ano se aproximam, clima natalino, músicas de natal por todo o lado… Eu adoro, e vocês?  Hoje eu decidi falar sobre alguns filmes que são os meus preferidos para essa época. Quando eu era mais nova adorava quando chegava a época de Natal e a globo iniciava a programação natalina com filmes como “Esqueceram de mim (Home Alone)” na sessão da tarde.

home-alone-movie

Esqueceram de mim (1990)

Você provavelmente conhece a primeira versão do filme com o ator Macaulay Culkin. A história se passa em Chicago quando uma família inteira planeja passar o Natal em Paris. No meio de tantos irmãos, Kevin McCalister não se sente devidamente incluído no grupo, principalmente com as implicâncias fraternas.  Após uma discussão familiar causada por uma reação revoltada contra o bullying do irmão mais velho, Kevin é mandado para o “terceiro andar” – um sótão com cama – de castigo. Qual é a sua surpresa quando, após desejar que não tivesse família e acordasse sozinho no dia seguinte em casa, isso realmente acontece? Kevin, com apenas 8 anos, se vê obrigado a se virar sozinho! O garoto no começo acha o máximo, finalmente estaria livre para fazer o que quisesse. Kevin faz compras, cozinha e até age como um verdadeiro dono de casa. Apesar de estar aproveitando o momento, Kevin começa a se sentir sozinho. O Natal se passa com a família e ele estava sozinho, com saudades da família, que apesar de desnaturada por ter notado sua ausência já em Paris, era tudo o que ele tinha.

Esqueceram-de-Mim-2

O que ele não esperava no meio da aventura eram dois ladrões. Os dois capangas são os mesmos trapalhões das histórias infantis que poderiam ser serrados ao meio, mas voltariam inteiros para pegá-lo. As trapalhadas que os dois se metem tentando perseguir o garotinho que julgavam pobre e indefeso garantem risadas para você e toda a sua família. Já perdi a conta de quantas vezes assisti a esse filme, ele me traz um leve gostinho de saudades da minha infância. E como já era de se esperar de um filme como esse, o final é feliz!

Confira o trailer:

Qual é o seu filme preferido de Natal? Conte nos comentários!

Tudo sobre o seriado: Dracula

Bom dia, gente! Essa semana está demorando a passar ou é impressão minha? Tudo bem que ainda é terça-feira, mas mesmo assim! As férias parecem cada vez mais distantes a cada semana, vocês não acham? De qualquer forma, vamos ao que interessa! A série da semana é sobre o vampiro mais famoso do mundo, Dracula, dando origem ao nome do seriado.

inews_dracula

Antes de pensar em assistir Dracula, tenha uma coisa em mente: Não espere ver o livro de Bram Stoker integralmente adaptado para a TV. É quase certeza que você vá se decepcionar caso assista aos primeiros episódios com esse pensamento. Muitas coisas foram modificadas. Os personagens saíram de suas funções, ganharam outros objetivos. Isso pode espantar um pouco os fãs fiéis do clássico Dracula. Mesmo assim, acredito que valha a pena dar chance ao seriado, afinal ainda há muito o que se apresentar no decorrer dos episódios.

dracula-nbc1

Dracula se passa na Inglaterra da Era Vitoriana. Logo nos primeiros minutos do pilot, vemos dois escavadores investigando um túmulo macabro e despertando a criatura que estava adormecida lá. Pouco tempo depois, a cena corta e somos apresentados a Alexander Grayson, que está assumindo a personalidade de um rico empresário americano e que irá se apresentar à sociedade em uma grande festa a fim de revelar seus intuitos revolucionários. Então temos Mina Murray (a estudante de medicina a quem Alexander se sente atraído e extremamente parecida com sua falecida esposa), Jonathan Harker (o jornalista), Lucy Westenra (amiga de Mina) e Renfield (o criado de Alexander), Professor Van Helsing. Se já leram a obra com certeza estão reconhecendo os nomes! E como em toda boa história existe um inimigo, já no primeiro episódio ficamos cientes da existência de uma ordem conhecida por Ordem do Dragão e de quem nosso caro Alexander e outros personagens querem se vingar.

dracula-mina-jpg

Esqueça vampiros que brilham ao sol, esqueça dopplegangers, esqueça adolescentes com presas… Dracula, ao que tudo indica, veio para apagar a imagem que os vampiros ganharam no século XXI. Na verdade, devolver a imagem do que eles realmente são. Os atores são muito bons, começando com Jonathan Rhy Meyers que atuou em produções como “The Tudors” e “Alexander”.

Confira o trailer abaixo:

Já assistiram a série?

Marvel: Thor – O Mundo Sombrio

Bom dia, gente! Resolvi dar uma pausa nas séries e falar sobre um filme que assisti recentemente no cinema: Thor – O mundo sombrio. É uma sequência das aventuras do deus do trovão da mitologia nórdica, adaptado como um super-herói dos quadrinhos pela Marvel Comics e levado aos cinemas pelo Marvel Studios.

A história conta que antes de haver luz no universo, os Elfos Negros reinavam absolutos. Mas depois, com o surgimento do nosso universo e a ascensão do reino de Asgard, tiveram que batalhar com os Nove Reinos e perderam sua hegemonia. Há milhares de anos atrás, o avô de Thor – Bor – liderou a batalha final contra os Elfos Negros liderados por Malekith, que detinham como principal arma o éter: uma força misteriosa que poderia trazer de volta a escuridão ao universo. Agora, quando o mundo se encontra novamente à beira de um nivelamento cósmico, os Elfos Negros e Malekith ressurgem de seu exílio para alçar seu objetivo.

Thor-2-O-Mundo-Sombrio-22abr2013-01

Na Terra, a astrofísica Jane Foster pesquisa as anomalias físicas relacionadas aos portais interdimensionais e acaba encontrando o éter, escondido numa dimensão perdida por Bor. Agora, Thor precisa deter a destruição do universo como o conhecemos ao mesmo tempo em que precisa proteger Jane e recorrer ao seu meio-irmão Lóki, que é o único em Asgard que pode ajudá-lo. O grande trunfo de O Mundo Sombrio está, novamente, na exploração da personalidade de Loki, que já dominou não apenas Thor, mas também Os Vingadores. O Mundo Sombrio é aquele que mais se aproxima de uma seqüência de Os Vingadores, porque a relação entre Thor e Loki é o centro de ambos.

thor-mundo-sombrio-final

Para quem não se lembra, em Thor, Loki é um vilão relutante, alguém amargurado que cresceu à sombra do irmão mais bonito e talentoso. E a amargura vira ódio quando descobre que é adotado: filho do rei dos Gigantes de Gelo. Em Os Vingadores, Loki está no auge de sua loucura, agindo desesperadamente para ganhar mais poder e atingir aquele que é o seu grande objetivo: tomar o trono de Asgard de seu pai adotivo, Odin. Em O Mundo Sombrio, Loki está preso, condenado à prisão perpétua por causa de seus crimes que cometeu (nos dois filmes anteriores). No entanto, de volta ao seu lar, tem que se confrontar com seus laços familiares, mesmo que não sejam de sangue. Este aspecto é mostrado de maneira espetacular em uma cena com sua mãe adotiva Frigga, o que serve para demonstrar a profundidade e até sensibilidade do personagem.

thor-mundo-sombrio2-e1375899757393

Após uma tragédia, Lóki precisa repensar seu papel em sua família adotiva e, quando seu irmão Thor vem lhe pedir ajuda, se estabelece a grande tensão do filme: Thor pode confiar nele ou não? Essa confiança será testada em uma batalha dos irmãos contra Malekith e Kurse, o mais forte dos Elfos Negros, e o resultado final irá surpreender os telespectadores. A ação do filme também é muito maior do que o anterior e mais bem resolvida. A relação entre Thor e Jane Foster é mais bem colocada desta vez; além de ficar no ar um possível triângulo amoroso com Lady Sif. O lado cômico continua sendo o forte da personagem Darcy – com mais aparições desta vez – e ela até ganha um reforço do Dr. Selvig, afetado pelos eventos de Os Vingadores

loki-thor

Resumindo, Thor – O Mundo Sombrio é mais um acerto do Marvel Studios. É um daqueles filmes para ir assistir com toda a família para rir e até se emocionar em algumas cenas! Chris Hemsworth (Thor) é um dos meus atores preferidos, mas devo admitir que Tom Hiddleston (Loki) roubou muitas cenas com sua atuação espetacular.

Confira o trailer abaixo:

E vocês já assistiram ao filme? Gostaram? Deixe sua opinião nos comentários!

Até a próxima,

Beijos!

Para assistir: Reign

Oi, galera! Fiquei uma semana afastada, mas estou de volta. 🙂

Hoje eu vou falar sobre uma série de época que me surpreendeu. Sou uma maníaca por séries com temática de época, o que não é segredo para ninguém, e é humanamente impossível não se fascinar pela história de Mary Stuart – apesar de estar um pouquinho modificada. Quem conhece a história sobre a Rainha da Escócia e está acompanhando a série, vai entender. Estou falando de Reign, a mais nova produção da CW.

content_pic

A história se trata da famosa rainha da Escócia que viveu no século XVI em uma época em que seu país era um reino independente e conflitante com a Inglaterra – atualmente pertence ao Reino Unido, sob o domínio da Rainha Elizabeth II. Aos seis dias de vida, com a morte de seu pai – Jaime V – Mary Stuart já era dona do trono. Mas na mesma época, o trono foi tomado por Jaime Hamilton, conde de Arran e representante do protestantismo, que firmou laços e acordos com a Inglaterra – incluindo a mão de Mary ao filho de Henrique VIII. No entanto, o parlamento escocês católico, não gostou da ideia e provocou uma guerra com o país vizinho. No meio desta disputa e de diversas ameaças de sequestro pelos ingleses, Mary foi protegida por sua mãe e levada para a França – onde ficou escondida em um convento – com o intuito de futuramente se casar com o filho do Rei Henrique II, Delfim Francisco – Francis. Mary teve uma vida cheia de aventuras e tragédias. Governou a França e a Escócia, teve muitos romances e três casamentos. Entre muitas disputas políticas e religiosas, e exaustivos casos extraconjugais, Mary entrou em conflito com seu irmão e primeiro-ministro escocês Jaime Stuart, o conde de Murray. Sendo derrotada, pediu asilo à monarquia inglesa, mas foi presa por traição. E apesar do apoio dos governos da França e da Espanha, Mary I da Escócia foi levada à morte com apenas 25 anos.

A CW optou por apresentar-nos a juventude da Rainha e seu envolvimento com Francis – e quem sabe, com Sebastian – e todo o jogo de poder e conspirações existentes no reino. Como nós já estamos acostumados com a particularidade da CW, esta série também tem seu toque sobrenatural. Todos os mitos que pairam sobre a história de Mary são realmente propícios para incluir o misticismo e o suspense na série – e isto já começa com a aparição de Nostradamus. Fiel servo e amigo de Catherine, mãe de Francis e rainha da França, ele conta uma de suas visões: Mary será a ruína de Francis. Catherine é maldade pura e vai fazer tudo que estiver ao seu alcance para proteger seu filho, futuro rei da França, o que significa infernizar muito a vida de Mary. Ainda no tema do sobrenatural, temos obviamente a misteriosa criatura que salva Mary de várias situações fatais.

Pilot

A fotografia, figurino, maquiagem estão excelentes! E apesar de toda a pompa do reino da França as coisas não eram tão belas quanto se apresentam na série. Mas com certeza, a série não teria a mesma graça se retratasse tudo como realmente era. A produção parece ter encontrado uma boa fórmula para retratar uma história de época com ótimos toques de modernidade. Eu adorei a atriz que interpreta Mary (Adelaide Kane), ainda não conhecia seu trabalho e acho que ela está se saindo muito bem, assim como Torrance Coombs que interpreta Sebastian e está muito mais interessante que o próprio Francis.

Segue um trailer abaixo:

Espero que tenham gostado da dica!

Beijos.