Para assistir: Switched at Birth

Oi, pessoinhas! Depois de uma semana longe, não vou enrolar hoje. Vamos direto ao que interessa: Switched at Birth.

Switched-at-Birth-wallpaper

O assunto de hoje é uma das minhas séries favoritas pelo fato dela ser diferente de outras que abordam um cenário mais teen. Switched at Birth conta a história de duas adolescentes que foram trocadas na maternidade. Bay Kennish cresceu em uma família rica, com seus pais e um irmão. Tudo começa quando, durante uma aula de biologia, Bay Kennish (Vanessa Marano) faz seu teste de tipologia sanguínea e “sem querer” descobre que seu sangue é totalmente incompatível com o de seus pais. Ao questioná-los sobre o ocorrido, John Kennish (D.W.Moffet) e Kathryn Kennish (Lea Thompson), pais de Bay, vão a um laboratório fazer o teste de DNA e descobrem que a filha foi trocada na maternidade.

Switched-at-Birth-Wallpaper-switched-at-birth-32201560-1280-1024

Enquanto isso, Daphne Vasquez (Katie Leclerc), a outra garota, cresceu filha de mãe solteira. Além disso, Daphne contraiu meningite quando criança e como seqüela perdeu a audição. A situação se torna dramática quando as famílias se encontram e precisam aprender a viver juntas, para o bem das garotas. Para complicar mais a situação, temos a diferença econômica entre as duas famílias. Com a surdez de Daphne e de mais alguns personagens ligados a ela, Switched at Birth mostra o preconceito que os surdos sofrem no “mundo dos ouvintes” e também revela a realidade deles de uma maneira tocante e verdadeira.

Há vários atores de renome no elenco, como Lea Thompson, de De Volta Para o Futuro, Lucas Grabeel, de High School Musical  e a atriz Marlee Matlin, que já ganhou vários prêmios. A atriz que dá vida a Daphne e mais alguns outros atores possuem problemas reais de audição, o que faz tudo ser mais realista.

Switched-at-Birth-Season-2-switched-at-birth-33692668-960-639

Essa série foi criada pela rede de TV americana ABC Family e nasceu em junho de 2011 com seis episódios. Sucesso garantido, a série tem trinta episódios na primeira temporada e há pouco finalizou a segunda, a terceira temporada já está confirmada para janeiro de 2014. Eu acompanho a série desde a primeira temporada e posso dizer que vale muito à pena. É impossível não se envolver com a história e seus personagens, tanto os principais quanto os secundários (destaque para Emmett, personagem interpretado pelo ator Sean). Esse é o tipo de série que retrata problemas e alegrias reais, então se você gosta de One Tree Hill ou Dawson’s Creek, acho que você gostará de Switched at Birth!

Abaixo vocês podem conferir o trailer!

É isso, pessoal, espero que tenham gostado!

Beijinhos!

Bom dia, gente bonita! Hoje eu vou falar sobre um homem que eu admiro muito, tanto na carreira musical como o ótimo ator que ele é: Justin Timberlake. Aproveitando que o Rock in Rio está chegando e o Justin vai nos honrar com a sua presença, decidi fazer uma breve resenha sobre o meu filme preferido dele e também atualizar as pessoas que não o conhecem tão bem sobre sua carreira na música.

Vamos começar com o meu filme preferido do Justin…

amizade-colorida-2_0

Amizade Colorida não é nada extraordinário e original, devo admitir. A diferença deste para a maioria dos filmes é que são dois amigos, aparentemente não atraídos um pelo outro, que estabelecem uma relação apenas de sexo, sem se apaixonarem um pelo outro. Será que isso é possível? Eu diria que sim, se o meu amigo não fosse Justin Timberlake.

Mila Kunis é Jamie, uma mulher contratada por empresas para conseguir novos executivos. Justin Timberlake é Dylan, um diretor de arte promissor que trabalha em um blog em Los Angeles que uma grande revista está interessada em contratar. Para quem trabalha em um blog, esse é um emprego dos sonhos, mas ainda assim fica receoso. Ele aceita o convite de ir para Nova York e ela decide que a melhor maneira de convencê-lo é vender a cidade, não o emprego. A estratégia funciona e ele aceita o emprego, e eles acabam ficando amigos.

Um dia, após assistirem um filme na casa de Jamie, surge o papo do quanto a abstinência sexual os afeta. Eles propõem então fazer um pacto de serem parceiros sexuais sem qualquer envolvimento emocional. No entanto, aos poucos, a intimidade faz com que eles se tornem cada vez mais próximos e interessados um no outro. O final vocês podem imaginar… Mas vale a pena conferir!

Eu achei super engraçado o filme. É super leve, daqueles que tem comédia, romance e até um pouquinho de drama. E de brinde Justin Timberlake para alegrar nosso dia! Não há nada do que reclamar, realmente. Mila é uma ótima atriz também, já assisti a outros filmes com ela. Uma das grandes sacadas do filme é brincar com os clichês do gênero enquanto os usa. A cena pós-crédito do filme é uma das melhores.

Curiosidade: Além do filme Amizade Colorida, Justin fez outros filmes também como: A Rede Social, O Preço do Amanhã, A Professora Sem Classe, Curvas da Vida entre outros.

justin-timberlakes-the-2020-experience-first-week-sales-projections

 JT – The 20/20 Experience

Depois de  um tempo afastado da música enquanto se consolidava como ator, Justin voltou com tudo em 2013! Seu novo disco “The 20/20 Experience” lançado em março deste ano é o terceiro do cantor e compositor após sete anos. 

As novas músicas agradaram aos críticos norte-americanos. O disco recebeu boas classificações da Rolling Stone, da Billboard, do NY Daily News, e da Entertainment Weekly.Na Rolling Stone, o CD recebeu quatro de cinco estrelas, o título de “maior evento pop de 2013” e classificação de neo-soul. A matéria destaca o paralelismo positivo das dez músicas com relação ao que toca nas rádios. Já a Billboard deu nota 88, de 100, e considerou “The 20/20 Experience” uma versão mais relaxada e menos sexual dos trabalhos anteriores do cantor.

A resenha apontou as diferenças entre “FutureSex/LoveSounds” e o novo álbum, dizendo que o atual é mais complicado, porém não menos acessível.O New York Daily News, que deu quatro estrelas, e a Entertainment Weekly, que classificou o álbum com um B, elogiaram a parceria com o produtor Timbaland. É um Justin Timberlake mais adulto e descontraído, certamente divertido. As minhas músicas preferidas do novo sucesso são Mirrors e Suit & Tie sem dúvidas!

Vocês podem conferir o show do Justin no Rock in Rio no dia 15 de setembro, domingo!

Até semana que vem!

Beijinhos!