Para assistir: Reign

Oi, galera! Fiquei uma semana afastada, mas estou de volta. 🙂

Hoje eu vou falar sobre uma série de época que me surpreendeu. Sou uma maníaca por séries com temática de época, o que não é segredo para ninguém, e é humanamente impossível não se fascinar pela história de Mary Stuart – apesar de estar um pouquinho modificada. Quem conhece a história sobre a Rainha da Escócia e está acompanhando a série, vai entender. Estou falando de Reign, a mais nova produção da CW.

content_pic

A história se trata da famosa rainha da Escócia que viveu no século XVI em uma época em que seu país era um reino independente e conflitante com a Inglaterra – atualmente pertence ao Reino Unido, sob o domínio da Rainha Elizabeth II. Aos seis dias de vida, com a morte de seu pai – Jaime V – Mary Stuart já era dona do trono. Mas na mesma época, o trono foi tomado por Jaime Hamilton, conde de Arran e representante do protestantismo, que firmou laços e acordos com a Inglaterra – incluindo a mão de Mary ao filho de Henrique VIII. No entanto, o parlamento escocês católico, não gostou da ideia e provocou uma guerra com o país vizinho. No meio desta disputa e de diversas ameaças de sequestro pelos ingleses, Mary foi protegida por sua mãe e levada para a França – onde ficou escondida em um convento – com o intuito de futuramente se casar com o filho do Rei Henrique II, Delfim Francisco – Francis. Mary teve uma vida cheia de aventuras e tragédias. Governou a França e a Escócia, teve muitos romances e três casamentos. Entre muitas disputas políticas e religiosas, e exaustivos casos extraconjugais, Mary entrou em conflito com seu irmão e primeiro-ministro escocês Jaime Stuart, o conde de Murray. Sendo derrotada, pediu asilo à monarquia inglesa, mas foi presa por traição. E apesar do apoio dos governos da França e da Espanha, Mary I da Escócia foi levada à morte com apenas 25 anos.

A CW optou por apresentar-nos a juventude da Rainha e seu envolvimento com Francis – e quem sabe, com Sebastian – e todo o jogo de poder e conspirações existentes no reino. Como nós já estamos acostumados com a particularidade da CW, esta série também tem seu toque sobrenatural. Todos os mitos que pairam sobre a história de Mary são realmente propícios para incluir o misticismo e o suspense na série – e isto já começa com a aparição de Nostradamus. Fiel servo e amigo de Catherine, mãe de Francis e rainha da França, ele conta uma de suas visões: Mary será a ruína de Francis. Catherine é maldade pura e vai fazer tudo que estiver ao seu alcance para proteger seu filho, futuro rei da França, o que significa infernizar muito a vida de Mary. Ainda no tema do sobrenatural, temos obviamente a misteriosa criatura que salva Mary de várias situações fatais.

Pilot

A fotografia, figurino, maquiagem estão excelentes! E apesar de toda a pompa do reino da França as coisas não eram tão belas quanto se apresentam na série. Mas com certeza, a série não teria a mesma graça se retratasse tudo como realmente era. A produção parece ter encontrado uma boa fórmula para retratar uma história de época com ótimos toques de modernidade. Eu adorei a atriz que interpreta Mary (Adelaide Kane), ainda não conhecia seu trabalho e acho que ela está se saindo muito bem, assim como Torrance Coombs que interpreta Sebastian e está muito mais interessante que o próprio Francis.

Segue um trailer abaixo:

Espero que tenham gostado da dica!

Beijos.

Para assistir: Os Suspeitos

Bom dia, gente! Voltei ao meu dia habitual de post. Hoje eu trouxe uma resenha de um filme que eu assisti com a Fernanda e a Wanessa ontem, o título em inglês é ‘The Prisioners’ e em português ‘Os Suspeitos’.  Sabe quando você assiste a um filme tão bom que quando acaba você fica refletindo por uns minutos? E você se pergunta: o que foi isso? É exatamente o que eu senti quando os créditos vieram de repente. Os Suspeitos é uma trama desafiadora, intrigante e muito, muito intensa. Não sou nenhuma crítica de cinema, mas eu posso dizer que meu julgamento para filmes é razoavelmente bom, e minhas companheiras de blog estão aí para não me deixar mentir: o filme é sensacional. Enfim, mas vamos as vias de fato.

prisoners_1

Os Suspeitos é um suspense da Warner Bros, protagonizado por Hugh Jackman e Jake Gyllenhaal.  A história inicia-se no dia de ação de graças, dia em que as filhas de Keller Dover (Hugh Jackman) – um carpinteiro e dedicado pai de família – e Franklin (Terrence Howard), são sequestradas sem deixar qualquer sinal. O único suspeito Alex (Paul Dano) é um rapaz de 26 anos com idade mental de uma criança de 10 que mora num trailer no quintal da sua tia. O detetive Loki (Jake Gyllenhaal <3) responsável pelo caso, não consegue manter Alex preso por falta de provas, apesar do empenho dos investigadores, nada pode acusá-lo, não existem provas suficientes. Sem saída e desesperados, Keller Dover e Franklin, passam a agir com as próprias mãos.

14649484

Poderia ser um filme qualquer sobre seqüestros, mas este roteiro te leva ao ápice do desespero mental, intrigando cada passo, instigando cada cena como se você pudesse descobrir o segredo dessa trama. (Fernanda que o diga, não é? Haha)

Você consegue ver nos olhos de um pai o desespero que o leva a fazer qualquer coisa para encontrar sua filha, passando do limites da razão de um ser humano. Então você se vê julgando as atitudes de Dover, mas quem garante que a mais digna das pessoas poderia agir diferente quando se trata de um filho? São discussões complicadas que o filme te faz refletir durante as cenas de tortura. Enquanto isso, o detetive se vê perdido em um labirinto de intrigas, seguindo seu código de ética sem encontrar nenhuma saída. Esse é definitivamente um filme que coloca os valores familiares, sociais e religiosos em jogo. A atuação de Hugh e Jake está impecável, eles interpretaram cenas muito emocionantes transmitindo bem aqueles sentimentos.  O final é inesperado, já aviso, mas vale a pena!

Os_Suspeitos_Destacado

Se você, assim como eu, gosta de filmes que lhe fazem pensar, sofrer de tanta agonia na cadeira tentando descobrir uma solução, assista!

Confira o trailer abaixo:

Espero que tenham gostado da dica :). Já assistiram?