Para assistir: Sherlock

Olá pessoal, como estão? Ano passado – mais exatamente em agosto – eu fiz um post sobre duas séries britânicas que eu pretendia começar a assistir algum dia e bom, esse dia chegou para uma delas. Há algumas semanas eu fiz uma maratona intensiva de Sherlock e olha, não estou decepcionada. Acho, inclusive, que estou ficando bem chata. Conheço uma série nova e só consigo falar dela por semanas, fico parecendo uma lunática. Enfim, espero que gostem.

sherlock__

Sherlock conta as histórias do famoso detetive e residente do apartamento 221B na Baker Street, Sherlock Holmes. Ao contrario dos contos de Sir Arthur Conan Doyle, ela não se passa na Era Vitoriana e sim nos dias de hoje, com direito a Sherlock gastando bastante dinheiro em táxi. A história se inicia nos apresentando o Dr. John Watson (Martin Freeman), um ex-combatente da Guerra do Afeganistão – que servia como médico no exército britânico – que após se ferir é forçado a voltar para Londres. Devido ao trauma sofrido Watson passa a ter que usar uma bengala e desenvolve um caso de depressão e encontra-se desempregado e sem condições de pagar um aluguel sozinho. Durante um breve passeio, ele reencontra um amigo que diz conhecer um homem que está à procura de alguém para dividir um apartamento na cidade. Esse homem é ninguém mais do que Sherlock Holmes (Benedict Cumberbatch), um detetive excêntrico a quem Scotland Yard recorre quando aparecem casos mais complicados. John então se muda para Baker Street e no decorrer do tempo começam a trabalhar juntos.

sherlock 3__

Além de excêntrico, Sherlock é considerado arrogante e talvez até maluco por todos que o conhecem e pouco parecem gastar de sua personalidade forte, visto que o detetive consegue desvendar a vida das pessoas apenas observando e fazendo algumas deduções, que em alguns momentos podem ser bem inconvenientes.

A série encerrou a sua terceira temporada em janeiro e cada uma conta com três telefilmes de 90 minutos cada. Os episódios de Sherlock são todos adaptados e baseados nos contos escritos por Conan Doyle, tanto que o primeiro episódio da série é uma adaptação do “A Study in Scarlet” (Um Estudo em Vermelho), o primeiro romance com o detetive. E no terceiro e último episódio da temporada conhecemos o mais inimigo de Holmes, Jim Moriarty (Andrew Scott).

Sherlock: A Study In Pink

A série já se mostra interessante apenas por contar as aventuras do icônico Sherlock Holmes, porém essa não é a única coisa que atrai. A química de Cumberbacth e Freeman em cena é ótima. Não consigo mais imaginar outros atores interpretando a dupla. Confesso que também amo a atuação de Mark Gatiss, que além de ser um dos idealizadores da série e um dos principais roteiristas, faz o papel de Mycroft Holmes o irmão mais velho do detetive. É hilária a relação dos dois, pois mostra que mesmo depois de velhos eles ainda competem para saber quem é o mais inteligente. Já que estou falando de atuação não posso deixar de falar do Andrew Scott na pele de Jim Moriarty, ele é um autêntico psicopata e a frieza dele me assusta em alguns momentos. Outra coisa interessante é o modo como as deduções e as SMS’s recebidas são apresentadas para o público. Tudo o que Sherlock observa nas pessoas e as mensagens de texto são exibidas na tela para o espectador acompanhar os pensamentos de Holmes e visualizar as conversas que os personagens têm através de mensagens de celular.

Sempre que eu indico Sherlock para alguém a primeira coisa que eu aviso é para não se apegar muito, pois a série não é como as outras, suas temporadas costumam ter hiatus bem longos. A terceira temporada levou dois anos para ter a sua estreia. Inclusive Steven Moffat, um dos produtores, já informou que a próxima temporada pode sair apenas em 2016, pois as agendas de Cumberbatch e Freeman estão bem lotadas, visto que os dois estão envolvidos nas gravações do último filme de “O Hobbit”, além de já terem outros projetos para o futuro.

Espero que gostem da série, ela vale muito a pena. Alguém já assiste a série e também está sofrendo por saber que talvez tenha que esperar por dois anos depois do final cretino da terceira temporada?

Beijos.

O Natal nas séries

Olá gente linda, como estão? Semana que vem já é Natal, acreditam? E dessa vez não é exagero da minha parte. Então faltando alguns dias para a véspera de Natal o que fazer? Bom, se eu não fosse viajar eu provavelmente sentaria para assistir diversos episódios especiais para assim ter uma overdose com a data que, depois do meu aniversário, é a minha favorita no ano.

Como eu não vou poder fazer o que eu quero, por favor, façam por mim! Eu escolhi meus três episódios de Natal favoritos nas séries que eu assisto ou já assisti. Eles não estão por ordem de preferência, porque já foi difícil escolher, o que dirá listar o que é melhor ou pior. Espero que gostem.

1 – FRIENDS – The One With The Holiday Armadillo (7×10)

friends_armadillo__

Começando com esse só porque Friends é Friends e não há discussão. Nesse episódio ao que tudo indica é a primeira vez que Ben vem passar o Natal com o pai, Ross, ele então decide ensiná-lo sobre o Hanukkah, a festa judaica. Porém o menino só quer saber do Papai Noel e dos presentes. Ross então decide comprar uma fantasia do bom velhinho, mas como está muito em cima da hora todas estão esgotadas. Ross então decide aparecer com a única fantasia que havia restado na loja, a de um tatu.

Depois de muita conversa, ele convence Bem de escutar e aprender mais sobre o Hannukah, porém no meio da história Chandler aparece vestido de Papai Noel, atrapalhando tudo que ele havia planejado. No fim o episódio termina com um Ross vestido de tatu, Chandler de Papai Noel e Joey de Super-Homem (o que não faz o menor sentido, mas é hilário!).

Pra mim esse é um dos melhores episódios natalinos que a série já teve.  E como não lembrar de Rachel perguntando se aquele era o enterro do Coelhinho da Páscoa?

2 – The OC – The Best Chrismukkah Ever (1×13)

the oc_chrismukkah__

Uma série que sabia fazer episódios de Natal como ninguém: The OC. Sério, até quem não assistia a série sabe que os Chrismukkah’s da família Cohen eram uma tradição. Considero esses episódios como clássicos e não estou exagerando. Escolhi justa a primeira comemoração da família porque ela mostra bem o espírito da coisa e é o primeiro Chrismukkah de Ryan. Para mostrar a união da família, Seth decide criar o feriado para que seu pai Sandy, “um judeu pobre e lutador crescido no Bronx”, e sua mãe, “a burguesa protestante”, possam comemorar a data sem que haja algum problema com as religiões da família.

Nesse episódio nós ainda temos Seth, que antes nunca havia tido uma namorada na vida e agora tem duas garotas o desejando, tendo que escolher entre Summer e Anna. Como esquecer de Rachel Bilson aparecendo vestida de Mulher Maravilha na comemoração?

Para quem assistia The OC: Atire a primeira pedra quem nunca quis participar de um Chrismukkah com a família Cohen! Vou confessar que nunca superei isso. Chrismukkah é um dos meus feriados favoritos e ele nem existe de verdade. Não tá fácil.

3 – Doctor Who – The Snowmen (7×06)

doctor who_the snowmen__

Após perder seus companheiros, Amy e Rory, o Doutor está vivendo na Londres de 1892. Como ainda está abatido pela perda, ele não está muito interessado no que anda acontecendo no mundo. Porém ele se vê obrigado a investigar o motivo da neve aparentemente ter vida própria e estar criando uns bonecos de neve bem mal educados. Nesse meio nós ainda o vimos perseguindo Clara – sua futura companion – uma garçonete local que também trabalha como governanta dos dois filhos do Capitão Latimer. Aliás, ele fica chocado quando percebe que já havia conhecido Clara, porém em uma situação, época e planeta diferente. Juntos os dois lutam contra o Dr. Simeon, que conhece os bonecos de neve desde a infância.

Nesse episódio além de confirmarmos de vez que Clara é a futura companion, mesmo que seja a Clara de 2013, nós vemos que a moça tem mesmo potencial para o cargo e percebemos também que ela não é a mais convencional de todas quando fala que a TARDIS é menor por fora e não maior por dentro, como todos costumam falar. Outra coisa, temos a TARDIS estacionada nas nuvens. Sério gente, nas nuvens.

Especiais de Natal de Doctor Who! Especiais de Natal de Doctor Who! Para quem assiste a série sabe que esses episódios são como eventos. Ta aqui outra série que sabe o que é um especial de Natal como ninguém.

Então, qual o episódio de Natal favorito de vocês?

Meninas, esse é o meu último post do ano, então Feliz Natal, Feliz Ano Novo, Feliz Hannukah, enfim, Feliz seja lá o que vocês gostam de comemorar. Que 2014 seja lindo para todas nós. JÁ PODE VIR 2014, POR FAVOR!

Beijos.