Muitas mulheres se perguntam diariamente: “Meu Deus, se eu fugir da dieta, vou engordar e não posso nem pensar em comer besteira” e acabam se auto sabotando sem saber. Recentes estudos comprovaram que uma pessoa que faz dieta não vai engordar de uma hora para outra se ingerir algum tipo de alimento que estava fora do plano alimentar. Veja também: Dicas sobre Reeducação Alimentar.

comidadeverdade

Entretanto, quando este tipo de situação vira um hábito, é preciso tomar cuidado. O que estamos tentando dizer aqui é que muitas meninas se culpam demais por conta de uma escorregadinha de final de semana ou só porque comeu uma coxinha com refrigerante na festa de aniversário do irmão mais novo. O risco de iniciar uma dieta sem muito esclarecimento é grande porque as pessoas acabam achando que nada pode, tudo está proibido e isso pode ser o principal fator que desmotiva a alguém se lograr êxito em sua meta.

Então, fugir da dieta não engorda?

Não é isso que estou querendo dizer. É claro que se você está fazendo uma dieta e resolve a cada 2 dias comer um hambúrguer ou um frango frito e empanado você vai engordar. E vamos combinar: isso nem é uma dieta de verdade e você está simplesmente se enganando.

comidadeverdade

Agora, se você está certinha fazendo a sua dieta (dieta das mães) e de repente você sente vontade de dar uma escorregadinha, não tem problema. Sério: ESTÁ TUDO BEM. Eu percebo que muitas mulheres ficam chateadas e depressivas porque cometeram um erro e acabam desistindo da dieta porque não foram ‘fortes’ o suficiente para se manter longe das guloseimas.

Mas, eu vou te dar uma notícia que vai mudar a sua vida: Ninguém é! Sim, em algum momento da sua vida, se você se priva demais de uma coisa que realmente gosta, quando tiver a oportunidade de comer, vai comer como se não houvesse amanhã e isso sim é perigoso para a saúde, pois os excessos que engordam.

Então, se você tiver que comer uma besteirinha uma vez ou outra, coma. Coma porque isso não vai ser o fator que vai te engordar e, além disso, poderá ser a motivação que você gostaria de ter para continuar no seu projeto fitness. Como eu disse anteriormente, não é para comer chocolate todo dia. Mas, se ficar muito difícil, eleja um dia do lixo para você comer o que mais ama e depois retorne a dieta.

saladadefrutas

Fugiu da dieta? No dia seguinte mantenha o foco como se nada tivesse acontecido:

Geralmente as meninas que fogem da dieta e acham que o mundo acabou por conta disso tem o costume de enfiar o pé na jaca de vez e desistir totalmente da dieta. Elas acabam imaginando que por terem saído da dieta um dia, tudo está perdido e se tudo está perdido então vai comer tudo o que estiver na frente.

Não é bem assim. Este tipo de hábito é o que dá a vez para o efeito sanfona aparecer e ser cruel como  nosso corpo, por isso que se você sair da dieta um dia, não tem problema de voltar para a dieta no dia seguinte e manter seus hábitos alimentares normalmente. Mais vale um passarinho na mão do que dois voando.

Então não pense que está tudo perdido. O que mais importa é a forma como você leva as decisões da sua vida, não seja tão dura com você assim. Ninguém é de ferro e às pessoas precisam comer algo que gostam às vezes até mesmo para manter o bom humor na sua dieta. Boa sorte! 😉

Você cuida da sua alimentação?

Há 2 anos atrás resolvi mudar totalmente minha alimentação. Comer mais frutas, verduras, estipular horários para todas as refeições e beber mais água e chá. Ao longo desta mudança na alimentação vários kilos foram perdidos e isso me motivou muito a continuar não só pela estética e sim pela saúde e o bem-estar de se sentir leve e livre para fazer qualquer coisa. 😉

Atualmente, estou com mais preguiça de por a mão na massa, eu falo cozinhar para mim mesma, ás vezes acordo inspirada e faço tudo o que tenho salvo no meu Instagram de receitas fits bem fáceis de fazer (compartilho no stories a receita, segue @Diadebrilho ). A ideia do post é para trocarmos ideias, inspirações e informações para nos alimentarmos cada vez melhor, até porque o corpo agradece diariamente e isso te dá mais motivação de fazer tudo o que precisa: estudar, trabalhar, viajar, ler, correr e se exercitar. Meu Instagram favorito do momento é o do Rodrigo Mendanha tem muitas postagens interessantes!

1- Mude sua cabeça

É por aqui que o primeiro passo deve começar, mudar a forma de pensar sobre sua alimentação. O brasileiro come muito mal: fast-food, doces, frituras, massa e álcool e isso acaba com o nosso organismo. Alguma hora o seu corpo acaba respondendo com alguma gastrite, refluxo, diabetes ou outro tipo de problema de saúde. A dica mais importante que eu aprendi foi entender como nosso corpo funciona com o que comemos diariamente, pesquisar e se informar sobre o que você come e o que compra, realizar exames de sangue e outros específicos, caso o seu médico peça. E esqueça essa ideia de que “eu não preciso me cuidar” por mais que seus exames estejam certos. Preserve sua saúde e seu futuro!

2- Ler rótulos de produtos

Depois de ler muitas informações de como entender rótulos aqui, o que significa proteína, carboidrato, ferro, amido de milho, essas palavras desconhecidas em rótulos de industrializados e produtos em geral no supermercado foi me ajudando a entender sobre calorias. Eu nunca fui louca de ficar contando calorias, mas acho importante entender o que está escrito nos rótulos para você ver como o produto foi feito e ir construindo sua alimentação diária. Até porque tem muito produto falso que se diz “saudável” e vem fantasiado com nomes desconhecidos e contém muita açúcar, sal ou farinha.

Por exemplo, deu uma escorregada na alimentação ao longo do dia com algum doce, massa ou sua comida favorita, vale voltar para as coisas saudáveis que você come sem o menor problema. A data de validade é outro ponto essencial, existem estabelecimentos que não estão nem aí e vende produto vencido. Consciência com o que você coloca na boca, isso vale para alimentos saudáveis e não-saudáveis.

3- Invista nos produtos orgânicos e integrais

Existem produtos naturais, orgânicos e integrais. Ultimamente, os que participam mais da minha alimentação são os orgânicos e integrais. Existe uma grande diferença entre os 3 produtos (entenda melhor aqui). Os produtos naturais são aqueles produtos que não contém ingredientes químicos, como corantes, aromas, conservantes e sabores artificiais, mas por faltar informações específicas você deve observar como seu organismo funciona.

Já os produtos orgânicos são produzidos a partir de matérias primas que foram cultivadas sem a ação de agrotóxicos e respeitando o meio ambiente. Em relação aos produtos integrais, são os produtos produzidos a partir de cereais que não foram processados e que preservam o farelo e gérmen de trigo. O benefício destes produtos são as fibras, nutrientes e vitaminas que o corpo precisa diariamente.

Meu pai vai sempre em uma feira que vende produtos orgânicos aqui em Brasília. As verduras e frutas aqui de casa são orgânicas. Antes comíamos frutas e verduras naturais, hoje só orgânicos, eles são mais saborosos e duradouros. 😉

4- É realmente necessário cortar glúten, lactose, fast-food ou doce?

Virou obsessão isso de cortar glúten, lactose, fruta, fast-food, doce, massa e não comer absolutamente nada. Sei que é um papo chato para todo mundo, principalmente para quem tem alergia ou nenhum problema com os alimentos citados. O que vale é ter um acompanhamento nutricional para entender se precisa mesmo ingerir, cortar ou reduzir totalmente de sua alimentação. Tudo na vida deve ser equilibrado, portanto entenda e pesquise mais sobre o que você deseja cortar de vez da sua vida, conhecer seu metabolismo, seu corpo e ver como tudo funciona ao longo do tempo.

5- Dieta e exercício

Dieta balanceada, restrita, low carb entre outros nomes que as pessoas inventaram por aí. Cuidado com essa moda de dietas loucas, elas podem ajudar mais não funcionam para sempre, tá? Aprenda e adote para sua vida a reeducação alimentar, aprenda a comer comida de verdade, estabelecer horários para o seu dia-a-dia e ver como o seu corpo vai reagir ao longo dessas mudanças. Eu já segui dietas e sempre tive o efeito sanfona, o que melhor funcionou é a reeducação alimentar, segui um plano de vida e adotei para sempre. O difícil é começar depois disso é continuar, quando você parar vai perceber que o seu corpo responde de maneira diferente!

Em relação ao exercício o melhor é procurar o esporte que te faça feliz: natação, corrida, caminhada, musculação, dança ou qualquer outra modalidade. Faça algo que não te deixe com preguiça de fazer, que seja sua hora de prazer diária e que você se sinta bem fazendo isso.

Me alimento e bebo muita água, bem sempre que possível, porque sou formiguinha ás vezes a gente escorrega mais volta para o lugar hahaha. Agora eu só queria que a alimentação saudável tivesse um preço mais econômico. Os produtos não saudáveis ainda ganham no preço e infelizmente a oferta sempre ganha nesta procura.

E você, tem-se alimentado como? Gosta de cuidar da saúde? 😀