Depois que fiz mechas no cabelo, os meus cuidados têm sido redobrados. Até porque o cabelo precisa de mais cuidados quando mudamos a cor. 

Pensando nisso, comprei o Shampoo e Condicionador Brilliance Wella em uma promoção imperdível durante a semana nas lojas Americanas. 

Uma dica bem legal que eu compartilho com você é que se estiver em busca de produtos de beleza, olhe durante a semana o site porque é possível encontrar muitas ofertas e preços exclusivos.

colorbrilliance

Shampoo Wella Invigo Color Brilliance, o que promete?

shampoocolorbrilliance

Como acabei escolhendo mechas mais para o tom de loiro, mesmo sendo uma proposta de morena iluminada. E mesmo tendo usado a linha alaranjada da Wella já que é a mais indicada para os cuidados, preferi adquirir a linha Brilliance para manter a cor viva!

Em primeiro lugar, o Shampoo é para a proteção da cor, maciez e brilho. Promove limpeza sem agredir os fios.

Ou seja, tem otimização do pH para proteção duradoura da coloração. 

Além disso, é indicada para cabelos espessos coloridos e conta com fórmulas especiais, enriquecidas com ativos antioxidantes que ajudam a manter a cor nos fios e vibrantes por até 7 semanas. 

Possui uma fragrância cítrico floral, que se traduz em um aroma sofisticado. 

Condicionador Wella Invigo Color Brilliance, o que faz?

condicionadorcolorbrilliance

Carrega características e indicações similares ao Shampoo. 

A diferença é que o condicionador ajuda a desembaraçar o cabelo e contribui com maciez e brilho. 

Da mesma forma, nutre e condiciona sem deixar o cabelo pesado. Protege da ação dos radicais livres, mantendo a cor vibrante por mais tempo, selando as cutículas para um toque suave. 

O que eu achei dessa linha, afinal?

A Brilliance é a linha da Wella para cabelos coloridos ou com mechas.  

Ou seja, ela ajuda a proteger a cor, dá brilho, sedosidade e não é uma linha pesada!

Por meu cabelo ser fino e volumoso, o shampoo promove uma limpeza eficiente e rápida, sem deixar os fios embaraçados. Assim que aplico consigo espalhar facilmente por toda a cabeça. 

O condicionador é leve, bem emoliente por sinal. De qualquer forma, é ótimo para cabelos normais a secos que é o meu caso, bem seco nas pontas. Apesar de que sinto falta de algo mais poderoso (como a máscara dessa linha) já que o meu cabelo precisa de produtos mais eficazes por conta do secador e chapinha. 

A fragrância é agradável e nada enjoativa. Permanece por pelo menos 2 dias nos cabelos. 

A máscara dessa linha já usei em outro momento no salão e é muito boa. Ou seja, acredito que se ela estivesse no meu uso diário o resultado seria ainda mais potente. 

De qualquer modo, é uma linha que eu gosto e usaria mais vezes. 

Comprei nas Lojas Americanas e paguei R$133,00 reais no kit.

E você, já usou algum produto da Wella ou esta linha?

Quando eu era mais nova eu adorava mudar o cabelo (cores e cortes) faziam parte do meu visual constantemente. Depois de mais velha me apeguei ao mesmo corte e estou há anos usando o mesmo, nunca consegui mudar de corte até porque o formato e as pontas ficavam estranhas e eu me aborrecia com isso. Dias atrás fui dar uma espiada no Lookbook.nu (fico horas por lá) e vi que existe várias blogueiras estilosas que abusam dos penteados e cores nada discretas em suas perucas.

Aproveitei para unir o útil ao agradável e reunir a cabeleira toda junta e mostrar as minhas blogueiras favoritas. Aliás, fazia um tempão que eu queria falar do cabelo da Vitoria M. (blogueira de Londres), sou completamente apaixonada pelo visual lilás dela . Vem comigo!

Luaperez

Lua Perez Já apareceu tantas vezes aqui no blog. Mas, nunca me canso! Olha esse cabelo vermelho com pontas loiras bem claras nas pontas? Nunca faria essa doidera (mentira, faria sim. Traga meus 15 anos de volta). Fui atrás pra saber como é feito este cabelo ficar com este efeito incrível e tão desejado por muitas. Luana contou no tumblr dela que aplica Ruby Red Jazzing para conseguir o vermelho isqueiro e usa água oxigenada nas pontas. Assim que ela lava o cabelo para remover a tintura acaba criando o amarronzado da metade para as pontas do cabelo. Além disso, ela abusa de condicionadores toda semana para manter o cabelo bonito e hidratado.

priscilahair

Priscila – Figurinha repetida aqui no blog. Amo o estilo dela e o corte de cabelo também. Ótimo pra gente copiar, claro. Faz tempo que eu acompanho os looks da Priscila e na época a tonalidade do cabelo dela era um loiro mais claro e o cabelo bem mais longo. Daí, ela cortou chanel, fez mechas claras e ficou esse corte “cortei, tô linda!”. Prático e moderno pra qualquer mulher que deseja desapegar do cabelão!

victoriam

Victoria M. – Estava exercitando minha atividade diária (Pinterest, baby!!) enquanto buscava novos cabelos para o meu board. Encontrei o da Victoria foi paixão à primeira clicada hahaha! Na mesma hora fui em busca do blog dela pra saber como ela cria esta tonalidade e como cuida do picumã. Victoria conta que o seu cabelo natural é loiro (quase branco, sabe?), abusa de bons shampoos, cremes e secador. Ela começou usando rosa e com sugestão de seu cabeleireiro aceitou a mudança para o lilás. Além disso, faz bom uso de fixador para manter a tonalidade. Neste post aqui tem todos detalhes!

eugeniegrey

Eugénie Grey – Até o nome combina com o cabelo, gente! Fica impossível definir a cor exata do cabelo dela, porque ela já teve roxo com azul, loiro, preto, verde sereia, lilás, pink e muitas outras. Quem é apaixonada por cabelos coloridos, pira no Instagram e Lookbook dela. Atualmente, Eugénie mantém o tom acinzentado. Achei muito ousado e combina bastante com o estilo dela.

ambercabelo

Amber Fillerup – Você ama penteados e cabelos longos? Amber é a blogueira perfeita pra você se inspirar! Dona de um cabelo incrivelmente loiro e longo, ela abusa de coques, tranças e suas diversas variações. Cachos nas pontas e o famoso “bad hair day” cabelo bagunçadinho que vez ou outra a gente acaba usando sem querer, né? No blog da Amber, você encontra alguns DIY’s (faça você mesma) maravilhosos pra copiar e usar, espia a lindeza aqui.

E vocês, gostam de qual cabelo? Vale citar quem ficou de fora também, viu? 😉