Bom dia, gente bonita! Hoje eu vou falar sobre um homem que eu admiro muito, tanto na carreira musical como o ótimo ator que ele é: Justin Timberlake. Aproveitando que o Rock in Rio está chegando e o Justin vai nos honrar com a sua presença, decidi fazer uma breve resenha sobre o meu filme preferido dele e também atualizar as pessoas que não o conhecem tão bem sobre sua carreira na música.

Vamos começar com o meu filme preferido do Justin…

amizade-colorida-2_0

Amizade Colorida não é nada extraordinário e original, devo admitir. A diferença deste para a maioria dos filmes é que são dois amigos, aparentemente não atraídos um pelo outro, que estabelecem uma relação apenas de sexo, sem se apaixonarem um pelo outro. Será que isso é possível? Eu diria que sim, se o meu amigo não fosse Justin Timberlake.

Mila Kunis é Jamie, uma mulher contratada por empresas para conseguir novos executivos. Justin Timberlake é Dylan, um diretor de arte promissor que trabalha em um blog em Los Angeles que uma grande revista está interessada em contratar. Para quem trabalha em um blog, esse é um emprego dos sonhos, mas ainda assim fica receoso. Ele aceita o convite de ir para Nova York e ela decide que a melhor maneira de convencê-lo é vender a cidade, não o emprego. A estratégia funciona e ele aceita o emprego, e eles acabam ficando amigos.

Um dia, após assistirem um filme na casa de Jamie, surge o papo do quanto a abstinência sexual os afeta. Eles propõem então fazer um pacto de serem parceiros sexuais sem qualquer envolvimento emocional. No entanto, aos poucos, a intimidade faz com que eles se tornem cada vez mais próximos e interessados um no outro. O final vocês podem imaginar… Mas vale a pena conferir!

Eu achei super engraçado o filme. É super leve, daqueles que tem comédia, romance e até um pouquinho de drama. E de brinde Justin Timberlake para alegrar nosso dia! Não há nada do que reclamar, realmente. Mila é uma ótima atriz também, já assisti a outros filmes com ela. Uma das grandes sacadas do filme é brincar com os clichês do gênero enquanto os usa. A cena pós-crédito do filme é uma das melhores.

Curiosidade: Além do filme Amizade Colorida, Justin fez outros filmes também como: A Rede Social, O Preço do Amanhã, A Professora Sem Classe, Curvas da Vida entre outros.

justin-timberlakes-the-2020-experience-first-week-sales-projections

 JT – The 20/20 Experience

Depois de  um tempo afastado da música enquanto se consolidava como ator, Justin voltou com tudo em 2013! Seu novo disco “The 20/20 Experience” lançado em março deste ano é o terceiro do cantor e compositor após sete anos. 

As novas músicas agradaram aos críticos norte-americanos. O disco recebeu boas classificações da Rolling Stone, da Billboard, do NY Daily News, e da Entertainment Weekly.Na Rolling Stone, o CD recebeu quatro de cinco estrelas, o título de “maior evento pop de 2013” e classificação de neo-soul. A matéria destaca o paralelismo positivo das dez músicas com relação ao que toca nas rádios. Já a Billboard deu nota 88, de 100, e considerou “The 20/20 Experience” uma versão mais relaxada e menos sexual dos trabalhos anteriores do cantor.

A resenha apontou as diferenças entre “FutureSex/LoveSounds” e o novo álbum, dizendo que o atual é mais complicado, porém não menos acessível.O New York Daily News, que deu quatro estrelas, e a Entertainment Weekly, que classificou o álbum com um B, elogiaram a parceria com o produtor Timbaland. É um Justin Timberlake mais adulto e descontraído, certamente divertido. As minhas músicas preferidas do novo sucesso são Mirrors e Suit & Tie sem dúvidas!

Vocês podem conferir o show do Justin no Rock in Rio no dia 15 de setembro, domingo!

Até semana que vem!

Beijinhos!

Bom dia, galera!

Há alguns dias eu assisti o novo filme da série do Percy Jackson – Percy Jackson e o Mar de Monstros – com o queridinho Logan Lerman e lembrei de um filme muito especial que eu assisti nas férias de verão. Vocês já devem ter lido/assistido/ouvido falar de As Vantagens de Ser Invisível, certo? Caso a resposta seja não, agora você vai ficar conhecendo! As Vantagens de ser Invisível, uma das adaptações mais esperadas do ano, foi publicado em 1999. No entanto, apenas uma década depois anunciaram a produção de seu filme, o que despertou o interesse do público, principalmente por causa do elenco.

O drama acompanha um garoto de 15 anos, Charlie (Logan Lerman) no momento de sua entrada no colegial em Pittsburgh. Charlie é um garoto muito solitário, sensível e ao mesmo tempo muito observador. Ele escreve cartas para um amigo que se foi, seu único amigo a quem podia confiar. Ele próprio narra sua história de uma forma muito parecida com um diário e é como se ele estivesse contando a quem assiste o que tem acontecido em sua vida, apesar do falecido amigo ser o “ouvinte”. Ele compartilha apenas seus pensamentos, sentimentos e os acontecimentos mais importantes da história.


Charlie começa contando o que ele pensa sobre a escola, o que aconteceu com seus antigos amigos e em alguns momentos relembra sua infância.  O garoto é do tipo que vê o significado das coisas, ele observa, analisa, questiona e apesar disso ainda é inteiramente inocente. Ele tenta participar, fazer amizades e ser um garoto normal, mas apesar de seus avanços durante toda a história ele não chega a mudar muito neste sentido e continua preso a suas lembranças e sentimentos do passado.Permanece um tempo solitário até que faz amizade com Sam (Emma Watson) e Patrick (Ezra Miller) que são veteranos da escola, não muito populares mas que o aceitam e o acolhem em seu grupo. É ai que toda a sua realidade muda, ele sai daquele torpor e começa a realmente viver todas as experiências da adolescência. Quando sua vida social começa a melhorar, Charlie vai a festas e se diverte com seus amigos, inclusive fica com uma garota, apesar de ser apaixonado por Sam.


Essa é uma sensível história de amizade, descobertas e romance. A frase “Nós aceitamos o amor que pensamos merecer” rendeu boas reflexões. As Vantagens de Ser Invisível emociona, encanta, nos faz relembrar o passado e almejar novas amizades como as que acompanhamos ali. Você se identifica imediatamente com Charlie e faz dele seu melhor amigo durante aquelas duas horas. Não importa a idade, todos podem encontrar um pouco de si em Charlie.

Se você ainda não leu/assistiu, não perca tempo! Caso já conheça, nos conte o que achou!

Beijinhos!