Olá pessoal, como estão? Eu estou atolada de trabalho e acho que nunca esperei tanto por uma sexta-feira como eu esperei por essa. Sério, estou quase fazendo o meu próprio clipe com a música da Katy Perry. Essa semana não foi fácil. Enfim, chega de lamúrias, hoje eu estou aqui para indicar uma série que eu assisti a primeira temporada toda, porém na época eu estava apenas começando nessa vida de viciada em séries e ainda não tive a oportunidade de finalizar tudo e assistir a segunda temporada.

pushing daisies 4_

Pushing Daisies é caracterizada como um “conto de fadas forense” e foi criado por Bryan Fuller, o mesmo de Hannibal. A série foi exibida de 2007 a 2009 e teve apenas duas temporadas, mas sua história continuou nos quadrinhos.

Ned (Lee Pace) é um confeiteiro que, quando criança, descobre que tem o dom de trazer toda e qualquer coisa que um dia foi vivo – seja ele animal, vegetal ou pessoa – de volta à vida com apenas um toque. Porém há algumas conseqüências nesse “dom”. Se tocar novamente a pessoa que ele reviveu, essa morreria e não poderia ser ressuscitada uma segunda vez e se por uma acaso ele deixasse essa pessoa viver por mais de 60 segundos, outra pessoa mais próxima iria em seu lugar.

pushing daisies 2_

Enquanto tenta manter seu dom em segredo, Ned cuida de sua própria confeitaria, a The Pie Hole, onde ele trabalha junto com a garçonete Olive Snook (Kristin Chenoweth). Quando os negócios vão de mal a pior, o investigador Emerson Cod (Chi McBride) – que descobriu os “talentos” do confeiteiro acidentalmente – lhe faz uma proposta: a de Ned trazer de volta á vida temporariamente vítimas de assassinatos, para que eles contem quem foi o autor do crime. Com isso, o investigador resolve os casos mais rapidamente e divide e o dinheiro das recompensas com ele.

O trabalho dos dois vai indo muito bem até que Ned tem que ressuscitar Chuck (Anna Friel), sua antiga paixão da infância. Contra os seus princípios ele deixa a moça viver fazendo com que o dono da funerária morra em seu lugar. Ele então começa a procurar o culpado pelo assassinato da jovem. Com o tempo a paixão entre eles renasce, e ele a convida para morar com ele sob as circunstâncias de nunca se tocarem. Chuck então se junta a Ned e Emerson e começa a resolver os crimes em troca do dinheiro da recompensa, mesmo que o investigador não goste da companhia da “dead girl” (garota morta) durante o trabalho.

pushing daisies_

Eu sei que a história de Pushing Daisies parece ser confusa e maluca demais, mas a série é um amor gente. Tem a dose de comédia romântica, de drama, de suspense, de ação, enfim, tem tudo. Eu acho tão fofo como a relação do Ned e da Chuck é tratada, tem um pouquinho de drama, pois eles não podem se tocar, mas claro tem aqueles momentos de superação e eles conseguem um jeito, por mais bizarro que seja, de se “tocar” e conseguir manter o amor deles aceso. Outra coisa que eu adoro na série é o cenário. A cidade é bonitinha e a confeitaria é uma gracinha. Os personagens são bem caricatos, mas acredito que se não fosse isso a história não seria tão boa.

Para quem quer assistir Pushing Daisies, mas já está com coisa demais na grade, relaxa! A série só tem 22 episódios, contando as duas temporadas! Ou seja, quando suas séries atuais entrarem naquele hiatus de fim de ano, aproveita!

Confira o trailer:

Alguém já conhecia a série? Espero que gostem da indicação. Semana que vem tem mais!

Beijos