Maratona Oscar: Birdman

Olá pessoal, como estão? Ansiosos para o Carnaval? Mais um tempinho de descanso, quem não gosta? Essa semana a nossa maratona do Oscar vai ser em dose dupla, amanhã tem mais filme para todo mundo. Hoje eu trouxe um dos queridinhos dos críticos. Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) é dirigido pelo mexicano Alejandro González Iñarritu e teve sua estreia no Festival Internacional de Veneza.

birdman 1_

No início dos anos 1990, Riggan Thomson (Michael Keaton) era Birdman, um super-herói de muito sucesso nos cinemas. Quando desistiu de estrelar o quarto filme da franquia, sua carreira caiu em um total ostracismo e ele passou a ser lembrado apenas como o herói dos cinema. Anos depois afim de buscar reconhecimento como ator e mostrar que ainda tem potencial, ele decide escrever, dirigir e protagonizar uma adaptação de um conto de Raymond Carver para a Broadway.

Entretanto durante os ensaios um de seus atores principais sofre um acidente e Riggan aceita a sugestão de Lesley (Naomi Watts) de contratar Mike Shiner (Edward Norton), um ator problemático, mas que está em evidência na mídia e pode arrecadar mais público para a peça. Quando percebe que Shiner é perfeito para o papel, Riggan começa a ter que lidar com a pressão de seu empresário e advogado, Brandon (Zach Galifianakis) que quer que tudo dê certo; com Sam (Emma Stone), sua filha deslocada; com a ex-esposa e com todos os problemas que ocorrem durante os ensaios e as prévias antes da grande estreia. E no meio de toda tensão, a voz de seu alter ego – Birdman -, começa a atormentá-lo tentando o convencer que ele é na verdade o super-herói dos cinemas.

birdman 2_

Eu gostei bastante de Birdman. Ele pode ser um pouco confuso já que muita coisa acontece ao mesmo tempo. As batidas no fundo e a impressão de que o filme foi gravado em um único take pode cansar um pouco. Mas acho que foi bem isso que me prendeu ao filme. Eu gostei de ver os bastidores da Broadway, gostei de ver quase todo o filme acontece nos corredores do teatro. A fotografia e edição de som são excelentes. As batidas mais fortes ao fundo acontecem nos momentos certos.

A história também é ótima. É uma boa crítica a Hollywood e como atualmente a preocupação em ganhar dinheiro vem se sobressaindo a criar algo de qualidade para o público. A enorme quantidade de franquias que estão no ar agora é o exemplo disso e durante o filme eles citam várias. E nem vou falar como achei irônico ver Michael Keaton interpretando o ex-Birdman (COFCOFBatmanCOFCOF) que após o terceiro filme da série sua carreira começou a decair.

Birdman está concorrendo a nove Oscars. Entre eles, além de Melhor Filme, ele também foi indicado em Melhor Ator, para Keaton; Ator e Atriz Coadjuvante para Edward Norton e Emma Stone.

Alguém já assistiu Birdman? O que achou?

Amanhã tem mais.

Beijos

Responde a pesquisa do blog, pra mim? Aqui ó

Olá pessoal, como estão? Mesmo durante esse período de férias os dias estão corridos. Mas hoje eu vou direto ao ponto. O filme de hoje é um dos que eu mais estava esperando o lançamento, por motivos de: Benedict Cumberbatch. Como uma boa fã de Sherlock eu comecei a acompanhar o trabalho dele e não podia deixar esse filme de fora. O Jogo da Imitação (The Imitation Game, 2014) é baseado em fatos reais e conta a história do pioneiro da computação, Alan Turing.

o jogo da imitação 1_

Em 1939 quando a Grã Bretanha declara guerra contra a Alemanha, o governo britânico monta uma equipe secreta para quebrar o Enigma, a máquina geradora de códigos que os alemães usavam para enviar mensagens aos submarinos. Um dos integrantes é o jovem Alan Turing (Benedict Cumberbatch), um matemático especialista em criptografia completamente focado em seu trabalho e com sérios problemas em se relacionar com as pessoas a sua volta. Com a aprovação de Winston Churchill, o primeiro-ministro da época, Turing logo se torna o líder da equipe.

O plano do matemático é construir uma máquina que calcula todas as possibilidades de codificação do Enigma em até 18 horas, de forma que o exército inglês receba todas as mensagens enviadas antes que a Enigma mude sua execução. Depois de alguns anos trabalhando em conjunto com a sua equipe, em especial com Joan Clarke (Keira Knightley), eles conseguem fazer “Christopher” (nome dado por Turing a máquina) fazer funcionar decodificando todas as mensagens alemãs. Entretanto, eles têm que tomar cuidado para que o exército alemão não descubra sobre a máquina e Turing tem que cuidar para que ninguém descubra sua homossexualidade, que era considerado crime na época.

o jogo da imitação 2_

Vou confessar que não sabia nada sobre Alan Turing até assistir esse filme e fiquei bem impressionada ao saber que a máquina que ele criou conseguiu diminuir a Segunda Guerra Mundial em dois anos. Inclusive eu e uns amigos conversamos um pouco sobre “o jogo da imitação”, a teoria criada por Turing que dá nome ao filme e que questiona se as máquinas são capazes de pensar da mesma forma que um humano. O que vocês acham?

Benedict Cumberbatch entrega mais uma atuação impecável e a indicação dele ao Oscar de Melhor Ator é muito justa. É difícil não se emocionar com toda a trajetória de Turing na ciência e como o “herói de guerra” terminou. Eu sou suspeita para falar da Keira Knightley então vou apenas registrar que ela está uma linda no filme e que eu adorei ela como a única mulher da equipe e enfrentando o preconceito de ser uma cientista mulher.

O Jogo da Imitação está concorrendo a oito Oscars. Entre eles, além de Melhor Filme, ele também foi indicado em Melhor Ator, para Benedict Cumberbatch e Atriz Coadjuvante para Keira Knightley.

Alguém já assistiu O Jogo da Imitação? O que achou?

Semana que vem tem mais e em dose dupla.

Beijos