canadá

A história de hoje é do Diogo, um amigo que estudou comigo durante a faculdade. O destino escolhido foi Edmonton localizado no Canadá. Diogo foi para trabalhar na área de Marketing e vai ficar até o fim deste ano por lá. Além disso, está aprimorando seu inglês e conhecendo uma nova cultura.

20130206_194534

1- Como fez pra escolher o lugar do intercâmbio?
Não tinha somente um destino em mente, como sou um membro da AIESEC tenho acesso a vagas em mais de 110 países. Antes de acertar com o Canadá, tentei outros países como Suécia, EUA, Índia e França. Meu intercâmbio é de trabalho, então minha preocupação era passar no processo seletivo de uma empresa interessante para trabalhar na minha área de formação. Dei sorte de ser aceito pela Echo Promotions em Edmonton no Canadá.
grupo ski
2- Você foi pra estudar e/ou trabalhar?
Trabalhar somente. A idéia era ter uma experiência profissional relevante em outro país e ao mesmo tempo aprimorar meu inglês e conhecer uma outra cultura. O meu trabalho tem tudo a ver com o que estudei, sou formado em Comunicação e Marketing e estou trabalhando com marketing digital, logística, merchandising e vendas.
lake louise 2
3- Como as pessoas são com você?
O canadense é um povo muito educado e amigável. As pessoas toleram as diferenças dos outros, respeitam qualquer cultura e se ajudam o tempo todo. Por enquanto não tive muitos problemas aqui, todos me tratam muito bem.
GA aiesec
 4- O que você sente falta do Brasil?
Minha família, claro. Também sinto muita falta da comida e do calor. Todo sábado a noite sinto uma tremenda falta de cerveja barata, ficar bêbado aqui é uma facada!
shuvelling
5- Dica de passeios: praias, parques, turismo em geral e compras
Por enquanto não tenho tantas dicas pois só estou aqui a 3 meses. Tive a oportunidade de ir ao Parque nacional de Banff e é espetacular, vale a pena. Quem vier a Edmonton tem que ir no West Edmonton Mall, que é o maior shopping das Américas. Porém mais importante, pra entender a cultura canadense você tem que ir a um jogo de hockey e buscar saber um pouco do esporte. É como ir ao Brasil e não saber o que o futebol significa pra gente. Daqui a alguns meses vou poder dar dicas de Vancouver, Toronto e outras cidades daqui.
Gostei bastante da história do Diogo e vocês?
Se você viajou para o Exterior e quer participar dessa tag é super fácil, escreve pra cá: diadebrilho@gmail.com vai ser super legal mostrar sua experiência pra todo mundo, beleza?
Beijokas!!

disneyinter

E hoje temos a história da Carolina que fez Intercâmbio para Disney. Ela já foi duas vezes para lá porque ama muito o lugar, além de aprimorar seu inglês e trabalhar, Carol conheceu parques, pessoas, comidas diferentes e registrou momentos inesquecíveis. Na entrevista dá pra conferir cada detalhe de sua experiência que por sinal foi perfeita.

beach

1- Como fez pra escolher o lugar do intercâmbio?

Acho que todo mundo que já foi à Disney alguma vez (ou quem quer muito ir) tem muito amor por aquele lugar. Eu e minha família somos viciados desde sempre e em uma dessas viagens encontramos no aeroporto com uma menina brasileira que havia participado do programa e estava voltando pra casa. Ela contou da experiência, contou que era estudante universitária e eu já fiquei super curiosa. Aí eu corri atrás de algumas informações sobre esse programa, conversei com algumas amigas que também animaram de fazer a inscrição e depois de esperar ansiosamente os resultados das seleções, foi só alegria.

character

2- Você foi pra estudar e trabalhar?

O programa que eu participei (das duas vezes) chama ICP, International College Program. É direcionado pra alunos universitários, você passa uma média de 3 meses morando no complexo do Walt Disney World e trabalhando em alguma das propriedades. Pode ser hotel, restaurante, parque, depende da opção que você seleciona nas entrevistas e da posição que eles escolhem ser mais adequada pra você. Como o tempo é curtinho e bem durante a época de maior movimento do ano (novembro a fevereiro), fica complicado fazer qualquer coisa paralela porque a gente trabalha MUITO. A Disney oferece outros programas, alguns que também incluem estudo, outros nas outras propriedades ao redor do mundo, mas esses são para alunos de áreas específicas (como, por exemplo, hotelaria), pra pessoas que já participaram de mais de um programa, ou só pra americanos. (Quem quiser saber mais informações sobre essa parte, entra em contato com a STB, eles são a agência responsável pelos programas de trabalho da Disney no Brasil e vão saber dar mais detalhes.)

MK

3- Como as pessoas foram com você?

Nessa época do ano a Disney fica cheia de brasileiros, guests (os visitantes) e cast members (funcionários), então, a gente acaba convivendo com muita gente daqui, mas mesmo assim, esbarramos pessoas de todas as partes do mundo. Meus dois programas foram inesquecíveis e conheci pessoas e histórias que vou levar pra vida inteira. Tem histórias ruins também, porque nem tudo são flores, em alguns momentos é difícil conviver com pessoas de hábitos e cultura totalmente diferentes do nosso, mas a experiência é válida pra ensinar um monte de lições de vida e pra gente aprender que o mundo é bem maior que a bolha da nossa casa.

christmas

 4- Do que você sentiu falta do Brasil?

Esse programa é bem rapidinho, a vida lá é muito intensa e não vemos o tempo passar, quando a gente pisca já estamos morrendo de saudades e é hora de voltar pra casa. Fui bem sortuda porque minha família pode me visitar por um tempinho nos dois programas, mas como boa brasileira, o que mais senti falta foi a comida da vovó. Ah! Mais uma coisa que quase esqueço, o programa é mais ou menos de novembro a fevereiro, ou seja, passamos o natal e ano novo por lá, é bem estranho estar longe das pessoas queridas nessa época, mas a gente dá um jeito de reinventar as celebrações tradicionais e constrói outros momentos inesquecíveis.

extra

5- Dica de passeios: praias, parques, turismo em geral e compras

Primeira coisa, por mais que você visite 50 vezes, sempre tem uma nova descoberta, um novo sorvete, uma nova loja, uma nova pessoa etc. Então procure sempre fazer coisas diferentes e sair dos roteiros tradicionais de agências de turismo. Vou começar falando de comida, coma no parque!! É caro, mas é maravilhoso. Desde as experiências com personagens em alguns restaurantes, até a pipoca que vende no carrinho, tudo tem um gosto especial que a gente só encontra lá! Vou selecionar alguns dos meus favoritos, ice cream cookie sandwich, pipoca com caramelo e chocolate, maçã do amor com cobertura especial, funnel cake com calda de morango e chantilly (esses que eu falei até agora tem em todos os parques e no downtown disney), kitchen sink no Disney’s Beach Club Resort e café da manhã no Park Fare 1900 no Disney’s Grand Floridian.

food
Sobre passeios, além de visitar os parques e hotéis da Disney, não podem faltar os concorrentes, tipo Busch Gardens (pra quem gosta de montanha-russa) e os parques da Universal, bacana também é poder viajar de carro pelas cidades perto de Orlando, uma que eu adoro chama Clearwater, sem pedágios e com uma estrada bem tranquila, você chega lá em 1h40 minutos, em média, e aproveita o dia em uma praia maravilhosa (mesmo no inverno, porque a Flórida não segue o padrão). E sobre compras, lá é o melhor lugar, as taxas são baixas, tem muitos outlets e shoppings gigantescos. Tem um monte de sites com várias sugestões e falando detalhes de cada canto, mas uma dica boba e sempre válida é passar bastante tempo nos supermercados grandes, eles vendem tudo que você puder imaginar, produtos de marcas ótimas e preços excelentes (incluindo cosméticos!), gordices e roupas lindas, baratas e com qualidade excelente.
Só pra fechar, essas foram, com certeza, uma das melhores experiências da minha vida e eu recomendo pra todo mundo! Não só esse, mas qualquer intercâmbio é válido, não deixem essas oportunidades passarem principalmente nessa faixa dos 20 anos, antes a gente é muito imaturo e, depois, a vida de adulto deixa tudo mais complicado. Qualquer dúvida pode me procurar que eu nunca canso de falar sobre isso.
Achei incrível a história da Carol e vocês?
Se você viajou para o Exterior e quer participar dessa tag é super fácil, escreve pra cá: diadebrilho@gmail.com vai ser super legal mostrar sua experiência pra todo mundo, beleza?

Beijokas!!