Um fator importante no momento de escolher o vestido ideal é saber se o tecido terá um bom caimento em seu corpo. Simplesmente porque se o tecido não estiver adequado com seu tipo físico ele irá te deixar com uma aparência estranha. Pode dar alguns efeitos visuais indesejáveis, como barriguinha, ombros caídos, volume em lugares que não existem, podem até esconder suas curvas e te deixar quadrada.

Tecidos fluidos

São tecidos leves, com bastante movimento, delicados e finos. Geralmente ficam bons em todos os tipos físicos, mas se estiver acima do peso evite os vestidos muito volumosos ou com várias camadas.

Tecidos estruturados

Resistentes, pouco maleáveis, quase sem movimento. Também possuem um bom caimento em vários corpos, mas requer alguns cuidados. Se tiver alguma gordurinha, ele irá ressaltar. Vestidos com corte reto ou bem modelado “grudam” no corpo e evidenciam seios, curvas, quadris. Caso queira disfarçar alguma parte do corpo, escolha modelos mais folgados ou com drapeados.

Malhas pertencem à outra categoria de tecidos, não são produzidos em tear e dificilmente é matéria-prima de vestidos de festa, mas coloquei aqui para dar mais algumas dicas.

Malhas

São elásticos, versáteis e resistentes. Na maioria das vezes produzem vestidos de verão, leves e que ajudam a esfriar o corpo. Por serem elásticos não precisam de pences, zíperes, botões, pregas, como os tecidos naturais necessitam. São indicados para todas, mas, por ser bastante justo, cuidado com o que não quer mostrar. Use em eventos informais.

Existe uma infinidade de tecidos e malhas, mas, se fosse colocar aqui ficaria um post enorme, por isso simplifiquei bastante. Quando for comprar seu vestido experimente sempre, leve seu salto e acessórios, ande com o vestido (se puder), mas não escolha um sem ter certeza absoluta de que ficou bom em você – mas ouvir só a opinião da vendedora não vale!

Beijos!