Pensar no fim nos faz rever o que já passou. Relembrar momentos bons, momentos ruins, o que foi importante e o que quase estava esquecido. Estamos chegando em mais um fim, hora de pensar no tempo. O tempo que foi, o tempo que é e o tempo que ainda será. Qual deles é o melhor? Pergunta com uma resposta óbvia, mas que na prática é tão difícil fazer valer. O tempo agora é o tempo mais importante e o único que devemos considerar. Ao fazer isso superamos as mágoas e desilusões e não ficamos presos à possibilidades e suposições. Vivemos o que é verdadeiro, o que existe. Não uma obra de nossa imaginação ou amargura de algo que acreditamos ser verdade. Relembrar o ano que passou é uma forma de compreender o valor do tempo.

O tempo é um amigo sábio, daqueles que nos deixa tropeçar só para aprendemos a cair e ter força para levantar. É invisível e parece frágil, mas tem uma força insuperável. Você lembra onde estava ano passado? Você lembra de como você era? Sim, deve se lembrar e percebe o quanto mudou. Pode parecer pouca coisa, mas qualquer mudança faz diferença em nossas vidas. Um simples corte de cabelo, um emprego novo, um amigo novo, uma atividade nova, um amor novo. Pode até não ser tão novo assim, pode já ser conhecido, mas como nunca virá da mesma forma acaba sendo chamado de novo. Tudo o que passamos em nossas vidas carregamos conosco para sempre em nossas lembranças. Isso nos faz pensar no que queremos lembrar do tempo agora. O que você quer lembrar de hoje? Você é como queria ser hoje? Você está onde sempre quis estar? Essa é a parte do tempo que não podemos alterar: o que já passou, e se já foi não há motivos para se amargurar. O que importa na vida é como a vivemos. Melhor viver com um belo sorriso nos lábios, olhos atentos, postura reta e muita confiança em si mesmo. Afinal, a vida é sua e somente você tem o poder de fazê-la ser da forma que desejar. Você é o único responsável pelo que entra e pelo que sai de sua vida, responsável pelos caminhos que decidir seguir e pelos corações que decidir tocar. Portanto tenha cuidado, pense sempre no que você quer levar consigo e no que vale a pena viver. Não se permita entristecer por pouco, nem desanimar pelo que os outros pensam. O tempo é nosso amigo, mas ele não espera ninguém, assim como não nos leva para onde não estamos preparados para ir. Confie em si mesma e ganhe tempo em seus dias, não desperdice o dia de hoje e encha de alegria cada segundo seu. Esqueça o que não foi bom em 2012 e repita o que te emocionou, faça de 2013 o ano da sua vida e não se arrependa de acordar todos os dias disposta a ser feliz, arrependa-se apenas de não tentar. Viva, deixe viver e não olhe pra trás.

Que 2013 seja maravilhoso para todas nós!

Feliz Ano novo!