O assunto sobre cuidar da saúde deu tão certo que hoje volto novamente a falar dele aqui no blog. Contei sobre meu emagrecimento neste post aqui e existem vários outros de receitinhas e motivação, caso você precise de um gás, vale a leitura. 😉

large (11)

Os dois últimos meses foram bem complicados de manter o foco total na dieta, isto é sem comer nada que esteja fora do plano alimentar. Mas, com as festas juninas e o inverno acabei deixando a disciplina de lado e me liberei comendo coisas que não comia fazia um tempo. O post é justamente pra voltarmos com força total e ter o equilíbrio de mente, corpo e alma lado a lado, vamos?

1) Dê uma basta nas besteiras

Sei que fast foods, refrigerantes, álcool, massas e doces é gostoso e quanto mais comemos mais desejamos comer. Infelizmente, a gente precisa dar uma basta neles quando queremos ver a mudança em nosso corpo. Meu irmão sempre me falava: “Faça coisas diferentes para ter resultados diferentes” uma frase que marcou bastante o período do meu emagrecimento. Portanto, comprometa-se com esta mudança, ela vai te fazer bem e o seu corpo vai agradecer por isso.

large (12)

2) Entenda o que te leva fora da rotina

Seus deslizes na dieta acontecem quando você tem um dia estressante? Fome provocada pelo tédio? Porque acontece a jaca? Sempre existe um porquê, muitas vezes a comida não é o problema nem o inimigo, ela é apenas um sintoma de algo mais que antecede o deslize, seja um motivo emocional, um hábito ou falta de organização e planejamento na sua alimentação. Eu sofro de ansiedade e me estresso muito fácil e quando isso chega no limite acabo me rendendo a doces. Mas, com equilíbrio como o que eu estou desejando no momento. Se puder anote os motivos que fazem você deslizar para encontrar as razões de sair da dieta tão facilmente.

3) Pesquise novas receitas para cozinhar

Motivação é um exercício que precisa ser trabalhado todos os dias e o estímulo constantemente é fundamental. Eu odiava cozinhar e depois que mudei meu estilo de vida, me arrisquei mais na cozinha e pesquisei várias receitas em blogs e contas do instagram. Assim posso variar minha alimentação, testar novos temperos, formas de preparo, texturas e até melhorar o aspecto visual do meu prato. Brincar com os sentidos faz com que a gente renove nosso foco! Tenho meu board amado de receitas e dicas no Pinterest, compartilho receitas fit, low carb e gordices. 😛

large

4) Compartilhe suas conquistas com outras pessoas

Tem muita gente que vai dizer que você não conseguirá emagrecer e outras vão torcer pela sua vitória é com estas que você deve permanecer. Esteja perto de pessoas que possam compartilhar experiências e dicas úteis pra superar seus obstáculos. Tente criar grupos no Facebook ou Whatsapp para trocar mensagens e ideias com pessoas que estejam passando pelo mesmo que você, isso ajuda muito.

5) O movimento é sexy!

É normal que a deprê pela escorregada na dieta acabe refletindo no seu compromisso com os exercícios físicos. Seja forte e pense que as atividades podem ser um alicerce positivo pra você manter firme a sua mudança de estilo. Se for preciso, mude o seu esporte pra te dar um gás a mais e um novo “refresh”.

Compartilhem suas ideias e inspirações, assim todo mundo se ajuda. 😀

Qual é a sua maior dificuldade em manter o foco na dieta? Qual é a sua besteira favorita?

Quem é leitora do blog, pode ver de pertinho todo o meu processo de emagrecimento, compartilhei vários posts aqui no blog contando sobre toda mudança no meu corpo. A ideia deste post, foi depois de acompanhar o emagrecimento de uma amiga da blogosfera neste post aqui você pode conhecê-la. Resolvi contar 10 fatos que não contei sobre o meu emagrecimento, vem ver!

large (8)

1) No início da reeducação alimentar, suspendi tudo o que gostava: sanduíches, milkshake, pães e suas variações, frituras e doces. Eu tirei da minha vida, porque gostaria de uma mudança significativa no meu corpo os resultados apareceram gradativamente.

2) Passei a tomar o dobro de água por dia. Comprei aqueles copos coloridos que a gente encontra nas lojas Uatt e Imaginarium, justamente para ficarem do meu lado e assim me dá mais vontade de tomar água. Acabou a água do copo? Eu reponho na hora. Ficar enrolando só atrapalha seu metabolismo, lembre disso! 😉

3) Carregar marmita faz parte da minha vida, sim! Quando vejo que vou para algum lugar que eu sei que não consigo me controlar em comer levo tudo comigo. Carrego minhas marmitas com lanches e comidas saudáveis.

4) No início da mudança na alimentação evitei de sair para lugares de comer. Recusei vários convites porque sabia que iria cair em tentação. Como estava focada, foi tranquilo seguir no meu objetivo. Atualmente, me libero para comer o que quiser, mas com equilíbrio.

5) Fiz uso de chás como o chá verde e hibisco (comprava o pacote com as folhas em lojas de produtos naturais). Eles não são milagrosos, mas aliado a uma alimentação saudável, ajudam a desinchar e fazer o intestino funcionar direitinho.

6) Cardápio diferente todos os dias pra quem está mudando a alimentação é fundamental. Variar na forma como você faz um suco, um lanche do dia, seu almoço, a ceia entre outros. Inclusive, se arriscar na cozinha praticando receitinhas caseiras é válido, viu?

7) Não pular as refeições é outro ponto que você não pode esquecer. Porque atrapalha seu metabolismo e organismo que está acostumando as mudanças. Caso, esteja com problemas de lembrar os horários que comeu, vale fazer bom uso de um despertador.

8) Fiz muito aeróbico na musculação. Variava entre bicicleta, esteira (caminhada, ladeira ou corrida), e elíptico. Eles foram importantes pra perder gordura e ganhar resistência.

9) Não fiz uso de shakes milagrosos, remédios e muito menos cirurgias plásticas. Porque queria emagrecer de forma saudável e correta!

10) Li muito sobre os alimentos, mudanças de hábitos na alimentação de pessoas, práticas de exercício e como nosso corpo vai mudando ao longo do emagrecimento. Isto foi essencial, pois me ajudou a ter uma visão diferente das coisas e não colocar dificuldades nas etapas seguintes.

E aí, qual fato mais te surpreende?