Bom dia, gente! Dando continuidade à Maratona Oscar, essa semana a indicação é o musical Whiplash – Em busca da perfeição. Desde que surgiu em Sundance como o grande vencedor, Whiplash – Em busca da perfeição vem dando o que falar.

O filme conta a história de Andrew, um estudante de bateria que busca o seu melhor, querendo se tornar um grande ídolo da percussão. Ele começa a ter aulas com o renomado professor de jazz Terrence Fletcher (J.K Simmons), que faz com que os alunos se esforcem, ultrapassando limites, para alcançarem seus objetivos. Embora as cenas musicais sejam excelentes, especialmente devido à montagem perfeita entre ator e seus dublês músicos, o ponto chave da produção é a imensa carga emocional das atuações.

Whiplash-2155.cr2

Simmons causa medo, enquanto efetivamente encarna alguém que acredita estar ajudando esses garotos a se destacarem. Andrew enfrenta o desafio à altura, mesmo quando Fletcher coloca estudante contra estudante, ofendendo e agredindo fisicamente. A pressão é tamanha que ele continua o abuso mesmo após sangue, suor e lágrimas, literalmente, caírem sobre a bateria. Para o professor, se necessário, tudo na vida, inclusive a saúde física e mental, é descartável na busca da perfeição.

whiplashfilme

Outro ponto positivo é a direção de Damien Chazelle, que nos apresenta Whiplash como o segundo filme de sua carreira. De quebra, ainda conseguiu cinco merecidas indicações ao Oscar (Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante para J.K Simmons, Melhor Mixagem de Som, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Edição), Whiplash – Em Busca da Perfeição balanceia boas atuações e direção sólida, além de  nos apresentar o mundo do jazz à moda antiga.

Fiquem com o trailer:

E você, já assistiu Whiplash? Conta pra gente o que achou!

Beijos!

Para assistir: Se eu ficar

Bom dia, gente. Como foi a semana de vocês? Essa semana eu trouxe um filme com a Chloe Grace Moretz, aquela atriz que atuou em filmes como Kick-Ass e Carrie. Se eu ficar estreou no ano passado e foi muito comparado com A Culpa é das Estrelas.

seeuficarfilme

Se Eu Ficar apresenta a triste história da família Hall, cuja estrutura foi literalmente abalada por um acontecimento terrível. Os pais de Mia Hall (Chloe Moretz), o casal de roqueiros Denny (Joshua Leonard) e Kat Hall (Mireille Enos) são espontaneamente alegres e meio desajeitados, mas possuem um amor imenso pelos filhos. O foco principal do filme não se dá apenas pela relação de Mia com os pais, seu irmão mais novo e sua melhor amiga, mas sim por seu relacionamento amoroso com Adam Wilde (Jamie Blackley). O filme relata cada passo do envolvimento entre os dois, desde a primeira vez que o músico vê Mia enquanto ela tocava seu violoncelo até o momento em que a relação deles começa a ter seus primeiros obstáculos.

seeuficarfilme2

Durante uma viagem para visitar os avós, Mia e sua família sofrem um terrível acidente na estrada. Em coma, a garota passa por uma experiência fora do corpo. Ainda no local do acidente, vê sua família e o seu próprio corpo serem levados ao hospital. Chegando lá, presencia as tentativas da equipe médica em salvá-los e o desespero dos familiares. Diante daquela situação, Mia se vê obrigada entre a decisão de lutar para despertar e retomar a vida ou simplesmente desistir e morrer. A partir desse momento, toda a história dela, de sua família e do relacionamento com Adam são mostrados em flashback.

Posso afirmar que não é o tipo de filme que vai agradar a todos – ele tem um público específico, mas com certeza tem seu valor. A trilha sonora é ótima, assim como a fotografia e o elenco. Gosto bastante da Chloe Moretz, ela é uma grande revelação entre as atrizes de sua idade. O restante dos atores também não deixaram a desejar, cada um exercendo bem o seu papel.

SeEuFicar_04

Se você é uma pessoa emotiva, já prepare os lencinhos. Espero que tenham gostado da dica da semana! Tem resenha do livro aqui.

Fiquem com o trailer:

Já assistiram? Gostaram? Conta pra gente!

Beijos.