Quem acompanha o blog viu que rolaram alguns posts sobre o meu emagrecimento aqui. Compartilhei o meu novo estilo de vida e alguns pedidos de posts surgiram ao longo do assunto. Um deles era reeducação alimentar, papel importante pra quem está querendo emagrecer ou levar uma vida saudável, o que eu acho ótimo. Cuidar do nosso corpo é importante não apenas pela estética e sim pra você ter mais disposição, organização e energia para viver. ??

large-3

Não sou formada em Nutrição, mas o meu processo foi acompanhado por uma nutricionista. Mas, quero dividir algumas dicas que fizeram parte do processo desta mudança na alimentação. E que podem ajudar a você ver a vida mais simples e não colocar tantas desculpas e dificuldades pela frente. Afinal, você quer bons resultados? Faça coisas diferentes e reclame menos!

1) Procure um profissional

Foi a primeira coisa que eu pensei quando decidi mudar. Procurei uma nutricionista e realizei alguns exames para ver como estava meu corpo. Com um profissional acompanhando sua alimentação vai ser essencial para te impedir de fazer dietas milagrosas que causam efeito sanfona e ainda vai te indicar alimentos que vão trazer benefícios.

Outra dica é importante é ler e se informar sobre alimentos industrializados, gordura, açúcar, bebidas, como são fabricados, ler embalagens e ver o valor nutricional de cada um. Aos poucos você acaba se habituando com isso e compra produtos saudáveis para comer.

large-4

2) Carregue sua marmita!

Conheço gente que morre de vergonha de carregar marmita quando sai. Eu pelo contrário, não vejo problema nenhum e sim acho ótimo porque evito comer tanta besteira que vendem na rua. Levo comida, lanchinhos, água para todo lugar que eu vou, assim tenho controle das minhas refeições. Isso é perfeito pra quem adora beliscar o tempo todo, sabe? Fora que você economiza muito e pode gastar este dinheiro com algum alimento que você precisa comer sempre ou até abrir exceção para sua sobremesa preferida! ???

Tenho que confessar que ultimamente, tenho muito cuidado por onde como na rua, fico com aquela impressão que os alimentos não são lavados como deveriam ser.

3) Fim de semana chegou: vou comer tudo!

Peraí, você passou a semana toda se dedicando e agora vai jogar tudo para o alto? Fiz isso muitas vezes nas minhas tentativas de dietas passadas e nunca funcionou e depois o efeito sanfona vinha em dobro. Não vale a pena, acreditem! Algumas dietas são muito restritas, mas conversando com seu nutricionista é possível organizar um cronograma legal para ele liberar suas guloseimas e depois voltar normalmente para sua alimentação saudável. ????

Esse conceito de “dia de lixo” pra mim não funciona mais. Tô com vontade de comer alguma coisa, faço isso. Depois volto pra minha alimentação normal. Por incrível que pareça quando você começa a ver os resultados no seu corpo, sua cabeça começa a entender a função de gula x alimentação.

large-5

4) Alimentação e motivação, devem andar juntas com você!

Quer mudar sua rotina? Carregue algumas estratégias com você para manter a motivação e a disciplina em alta. Hábito é algo que precisa ser trabalhado todos os dias, por isso, vale ler histórias de pessoas que mudaram seu estilo de vida, imagens de inspiração ajuda muito, seja de pratos, celebridades, pessoas praticando exercício. Além disso, faça bom uso de lembretes no celular, mostrando a hora em que você deve se alimentar, beber água ou faça download de aplicativos que possuem esta função.

Chegou naquele peso desejado? Porque não se recompensar com isto? Seja comprando uma roupa nova, viajando, comendo em algum restaurante. Criar metas de curto prazo, ajudam a manter o foco em dia.  ??

5) Resultados em dia? Mantenha a frequência

Faça consultas frequentes com seu nutricionista, para acompanhar seus resultados. Isto deixa qualquer pessoa mais animada e empolgada com a alimentação e todo o seu processo. Manter uma relação saudável com o profissional é fundamental para relatar dificuldades, erros e acertos da sua reeducação alimentar. Para ter sucesso, o segredo é ter as suas metas em dia e acompanhar toda evolução. ???

Se for preciso, chama todo mundo aí da sua casa para mudarem seus hábitos alimentares. Garanto que disposição e alegria não vai faltar quando você ver aqueles kilinhos chatos que te incomodavam antes e hoje não mais.

Dá pra emagrecer e manter uma alimentação em dia, sem neuras e sem culpa. É só querer e mudar!  ??

Tem alguma dica? Você cuida da sua saúde?

Quem é leitora do blog, pode ver de pertinho todo o meu processo de emagrecimento.

Compartilhei vários posts no blog contando sobre toda mudança no meu corpo. A ideia surgiu depois de acompanhar o emagrecimento de uma amiga.

No entanto, resolvi contar 10 fatos que não contei sobre o meu emagrecimento, vem ver!

large (8)

1) No início da reeducação alimentar, suspendi tudo o que gostava: sanduíches, milkshake, pães e suas variações, frituras e doces. Eu tirei da minha vida, porque gostaria de uma mudança significativa no meu corpo os resultados apareceram gradativamente.

2) Passei a tomar o dobro de água por dia. Comprei aqueles copos coloridos que a gente encontra nas lojas Uatt e Imaginarium, justamente para ficarem do meu lado e assim me dá mais vontade de tomar água. Acabou a água do copo? Reponho na hora. Ficar enrolando só atrapalha seu metabolismo, lembre disso! 😉

3) Carregar marmita faz parte da minha vida, sim! Quando vejo que vou para algum lugar que eu sei que não consigo me controlar em comer levo tudo comigo. Carrego minhas marmitas com lanches e comidas saudáveis.

4) No início da mudança na alimentação evitei de sair para lugares de comer. Recusei vários convites porque sabia que iria cair em tentação. Como estava focada, foi tranquilo seguir no meu objetivo. Atualmente, me libero para comer o que quiser, mas com equilíbrio.

5) Fiz uso de chás como o chá verde e hibisco (comprava o pacote com as folhas em lojas de produtos naturais). Eles não são milagrosos, mas aliado a uma alimentação saudável, ajudam a desinchar e fazer o intestino funcionar direitinho.

6) Cardápio diferente todos os dias pra quem está mudando a alimentação é fundamental. Variar na forma como você faz um suco, um lanche do dia, seu almoço, a ceia entre outros. Inclusive, se arriscar na cozinha praticando receitinhas caseiras é válido, viu?

7) Não pular as refeições é outro ponto que você não pode esquecer. Porque atrapalha seu metabolismo e organismo que está acostumando as mudanças. Caso, esteja com problemas de lembrar os horários que comeu, vale fazer bom uso de um despertador.

8) Fiz muito aeróbico na musculação. Variava entre bicicleta, esteira (caminhada, ladeira ou corrida), e elíptico. Eles foram importantes pra perder gordura e ganhar resistência.

9) Não fiz uso de shakes milagrosos, remédios e muito menos cirurgias plásticas. Porque queria emagrecer de forma saudável e correta!

10) Li muito sobre os alimentos, mudanças de hábitos na alimentação de pessoas, práticas de exercício e como nosso corpo vai mudando ao longo do emagrecimento. Isto foi essencial, pois me ajudou a ter uma visão diferente das coisas e não colocar dificuldades nas etapas seguintes.

E aí, qual fato mais te surpreende?