Continuando nossa frenética Maratona do Oscar 2017, aliás a premiação acontece neste domingo dia 26 de fevereiro. Eu falo como se fosse realmente convidada hahaha, mas sou somente uma espectadora que adora o frenesi desta linda festa. Antes de falar do filme de hoje, aviso pra vocês que serão resenhados dois filmes após a celebração, espero que não tenha problemas pra vocês, tá? 😁

Desmond Doss (Andrew Garfield) é um filho de um ex-combatente da I Guerra Mundial, seu pai após voltar da Guerra tornou-se um homem alcoólatra e violento, sua mãe por outro lado era uma verdadeira cristã e criou seus filhos no ambiente cristão. Doss foi criado na igreja Adventista do Sétimo Dia, era um bom cristão, uma pessoa do bem que acabou se apaixonando pela enfermeira Dorothy Schutte (Teresa Palmer), não demorou muito e logo ele disse que a amava e queria se casar com ela. Além disso, Doss prometeu a Deus que não pegaria em armas, devido ao seu trauma de infância, acontece que ele queria ser médico e servir sua nação como todos os outros amigos, porém não deixando de lado suas ideias de não matar e manter sua fé.

Foi no exército que Doss, foi considerado um homem de consciência, título que se dá a pessoas que seguem fortemente uma crença e que não abre mão dela por nada. No entanto, quando o sargento Howell (Vince Vaughn) e o soldado Smitty (Luke Bracey) são feridos ou têm seus membros destroçados por uma granada, é Desmond quem corre para fazer torniquetes e aplicar morfina.

O filme possui uma história de forte drama, ação, fé e romance. E questiona se existe espaço para a paz em meio à guerra, assim como existe espaço para a religião enquanto homens se matam o tempo todo. Podemos perceber que é uma das produções mais bonitas feita por Mel Gibson atualmente, um longa que passa uma mensagem de coragem, determinação, fé em Jesus e amor ao próximo. 🙏🙏💪💞

Gosto bastante dos filmes do Andrew, sinto que ele se dedica ao máximo e ele consegue mostrar neste papel. Mesmo não sendo o meu filme favorito com ele (tô acostumada com os papéis fofinho dele hahaha 😂😂). Se você gosta de ação, guerra, tiros e bombas é uma ótima pedida com a pipoca. O filme também não é o meu queridinho, mesmo eu curtindo filmes neste estilo, mas acredito que recebe prêmios e pode até ser o vencedor.

Confira o trailer:

Já assistiram?

A gente viu por aí #3

Quem aí não gosta de saber novidades? Luana colaboradora aqui do blog compartilha 4 informações bem legais para hoje, algumas delas eu nunca tinha ouvido falar, vem saber de tudo! 😁😁

Na blogosfera, no Youtube e no Instagram só se fala na tal da Técnica Jamsu. Já ouviram falar? É um método de preparação de pele que inclui passar base, corretivo, pó e em seguida colocar o rosto em uma bacia cheia de água gelada. No mínimo, divertido, né? Heheh. Já testaram? A Sabrina, do Coisas de Diva, fez um post bem completo explicando a nova modinha. 👀👀

A Gabriela Ganem (Blogueira do ex-Starving) está com blog solo desde ano passado e tem feito conteúdos interessantíssimos sobre consultoria de imagem. Vale ler todos, ela fala sobre cores que combinam com seu tom de pele, cabelo, maquiagem e outras coisitas. Destaque especial para o post sobre nude, que tem várias dicas sobre como acertar no look usando o tom do momento.

Tá pensando em dar uma geral no guarda-roupa e deixar tudo organizado? Antes de começar, lê antes o post que a Ana Soares, do Hoje Vou Assim Off, fez com passo a passo de como dobrar roupas e otimizar espaço. Ajuda até na hora de fazer as malas para viajar e enlouquecer menos. É de utilidade pública! ✍️

Encontrar o próprio estilo diante de um enxurrada de informações e tendências lançadas a todo momento, te levando para centenas de opções, tem sido cada vez mais difícil. É um constante exercício que devemos fazer, que nos ajuda inclusive até a fazer compras mais inteligentes e ter um guarda-roupa mais funcional. A Consuelo Blocker falou sobre o assunto, e contou da sua experiência em busca do estilo próprio, em um post e um vídeo que você pode ver aqui.

Curtiram?

Estão assistindo os filmes indicados ao Oscar? A lista está bem diversificada e até agora gostei bastante de três, inclusive de Lion – Uma Jornada para Casa, lendo a sinopse do filme eu não dava nada pela história. Mas, depois que eu terminei de assistir minha opinião mudou totalmente e eu só tenho elogios positivos do longa. Até agora uma das histórias que mais me tocou profundamente. 😢❣️

O filme traz a história de Saroo (interpretado pelo ator mirim Sunny Pawar e depois por Dev Patel) quando tinha cinco anos, se perdeu do irmão Guddu (Abhisheck Bharate) numa estação de trem de Calcutá. Isso aconteceu devido ao irmão mais velho ter ido procurar emprego e Saroo insistiu que era forte o bastante para ajudá-lo. Depois da jornada de andar pelos trens da cidade, Saroo é deixando no banco da estação pelo irmão para dormir. Ao despertar o pequenino, sai em busca do irmão, mas o destino resolve intervir na sua vida, levando-o a quilômetros de distância de sua casa, sua família e sua cultura.

Podemos acompanhar o menino em suas adversidades pelas ruas de Calcutá, sem saber de onde veio e até mesmo o nome de sua mãe. Até que um dia, o pequeno é adotado por uma família australiana. Sue e John (Nicole Kidman e David Wenham), ainda que pudessem optar por filhos naturais, resolveram que seria melhor se pudessem dar chance à crianças que poderiam ter suas vidas mudadas através da adoção. Saroo não foi o único adotado, Matosh (Divian Ladwa) também foi acolhido para o mesmo lar. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.

O longa de alguma forma nos mostra que mesmo num mundo tão egoísta e materialista. Ainda existem sentimentos como a bondade, o amor, o respeito e a generosidade capazes de juntar pessoas de culturas diferentes para um mesmo lugar. Lion é uma verdadeira história que compartilha momentos de delicadeza, reflexão e aprendizado. Atuação impecável para Dev Patel, li que ele passou 8 meses se preparando para o papel, destaque também para os atores mirins e Nicole Kidman. Fotografia bonita em vários aspectos do filme! 💕

Confira o trailer:

Deixem as lágrimas rolarem, tá? Hahaha

Já assistiram?

Testei: Avene Reflexe Solaire

Protetor solar é fundamental usar em qualquer estação, independente se você mora em uma cidade mais quente ou fria é sempre bom manter sua pele protegida para evitar qualquer problema no futuro. Sabe aquela dica de amiga, que a gente deve sempre levar os produtos que usamos com frequência na bolsa? Pois foi a melhor coisa que eu recebi da Kutiz.

O protetor solar Avene Reflexe Solaire fps 50 de 30ml que é ótimo pra levar na necessaire, no bolso da calça ou dentro da bolsa, ou seja, acabaram as desculpas de ter que reaplicar assim que você sentir que o filtro sumiu ao longo do dia. Ele possui ação antioxidante que previne e ajuda a combater o fotoenvelhecimento da pele, garante uma maior proteção frente aos raios UVB/UVA curtos e longos.

Sua fórmula têm água termal de avene que possui propriedades calmantes e suavizantes, propilenoglicol que deixa a pele mais macia e sedosa. Além disso, protege as células das ações dos radicais livres e é responsável por manter a hidratação natural da pele. Eu usei esse protetor em uma 🌞⛅️ cidade muito quente e aqui no clima de Brasília (mais fresco). Em ambos lugares que eu estava o protetor cumpriu o que promete, deixou minha pele protegida, hidratada e macia. Sua textura é leve e consegue espalhar facilmente na pele, só não consigo curtir o cheiro, é suave e mesmo assim me incomoda 😭😭. Por esse motivo acabo preferindo protetores de outras marcas.

No site da Kutiz é possível encontrar por R$48,36.

Já usaram protetor solar da Avene? Usam algum protetor facial?

Tô desejando usar veludo!

Se o inverno começasse amanhã, a primeira peça do armário que eu usaria seria o veludo 😍. Quem acompanha as principais tendências da moda, tá sabendo que o veludo molhado é o queridinho da vez, e que pode ser usado no verão mais eu acredito que no inverno ele será essencial. Por ser uma peça versátil, combina com saias, vestidos, blusas e sapatos. 👗👠👢

Os tons de veludo mais usados são os escuros, como bordô, azul escuro, preto e vinho. Ás vezes algumas peças surgem nas tonalidades verde, vermelho, rosa e caramelo. Se você usar estas cores mais fortes procure equilibrar com peças básicas e qual evento pretende ir, assim fica mais fácil de montar um look mais despojado, sexy, moderno ou elegante.

Como é uma peça chamativa, dependendo do tom que você escolher, o melhor é combinar com roupas mais discretas como jeans, couro, preto, cinza ou branco. Outra dica para levar com você é: não tente misturar um veludo liso com um cotelê, fica muita informação no look. Procure deixar sua produção em harmonia, investindo em cortes mais retos, e poucos detalhes, beleza?

Tenho amado a ideia de usar alguma blusa ou saia com bota de veludo. Inclusive, as botas são o meu acessório favorito, esquentam os pés e ainda deixa a gente mais alta. Produções que eu amo também é o blazer e o vestidinho sobre a camisa. 😍 💜

E aí, curtiram a volta do veludo?

Continuando a saga dos 🎬🎬 filmes indicados ao Oscar 2017. O de hoje Manchester à Beira Mar, causou barulho no Festival De Cannes e promete causar no dia 26 de fevereiro. O longa aborda relações de família, sentimentos, emocionando o público e mantendo a projeção de vários aspectos cinematográficos.

O filme mostra a história de Lee Chandler (Casey Affleck), que leva a vida fazendo trabalhos de zelador, amargurado com a vida, com dificuldades de socialização e que fugia para Boston na tentativa de deixar para trás questões mal resolvidas de seu passado. Sua estratégia de fuga estava indo bem, até que ele se viu obrigado a retornar à Manchester para tratar do funeral de seu irmão e cuidar de seu sobrinho, desamparado desde a morte do pai.

Tudo soa simples e natural, sem apelações visuais mesmo o luto sendo a principal temática da história. Não vemos um drama pesaroso, no pior sentido da palavra e, sim, situações em estado de mudança. Patrick (Lucas Hedges) é uma prova disso, o garoto está na adolescência, acaba de perder o pai e não tem relação diária com a mãe e, mesmo assim, continua vivendo a vida como deve ser seguida, com seus amigos, escola, namoradas e agora, com o tio que tem sua guarda. O roteiro é construído com essas amarrações habituais, proporcionando uma história verdadeira.

Manchester à Beira Mar é um drama que faz a gente chorar, refletir e pensar sobre nossas relações cotidianas. O desfecho é inteligente, sendo realista e condizente com o que foi apresentado. Apesar de apresentar uma história bonita, não consegui gostar tanto assim do filme 😔, mas acredito que por revelar problemas tão comuns pode receber algumas estatuetas! 👀👀

Confira o trailer:

Já assistiram?